Show simple item record

dc.contributor.advisorCopetti, Fernando
dc.creatorBohrer, Daiana Camponogara
dc.date.accessioned2017-10-06T13:58:32Z
dc.date.available2017-10-06T13:58:32Z
dc.date.issued2007-08-30
dc.date.submitted2007
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/11822
dc.descriptionArtigo (especialização) - Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Educação Física e Desportos, Curso de Especialização em Atividade Física, Desempenho Motor e Saúde, RS, 2007.por
dc.description.abstractThis research investigated if significant differences in the process and the product of the horizontal jump in function of the obesity exist. Ten obese children and ten not obese ones registered in the Municipal net of Education of the city of Itaqui-RS had participated of this study. For evaluation of the obesity the measures of corporal weight and stature, using themselves of scale and anthropometer had been collected. Later, the index of corporal mass was calculated (IMC) and was applied the test to jump in the horizontal line. For the analysis of the execution proceeding of the jump, an analytical matrix, based was used in the matrix of Gallahue & Ozmun10 (2005) and in the described developmental sequences for Haywood & Getchell9 (2004), which subdivided the jump in 5 phases of 3 movements each. The children had been categorized in each movement, in the following classification: inefficient or efficient. For the analysis of the product of the jump the best ones resulted in centimeters had been used. For the analysis of the data the tests for ratio of Primer had been used, of normality of the Shapiro-Wilk and Test t of “Student”. The results point with respect to (1) a higher considerable degree of inefficiency in the execution proceeding of the horizontal jump; (2) indices of inferior performance in the obese children; (3) superiority in the motor performance of the boys. However, this biological variable seems to contribute in significant way in the motor ability to jump in the horizontal line. The results evidence that the obesity in such a way acts in favorable way in the process how much in the execution product it horizontal jump, being able to come to reecho in the subsequent phases of the enrollment of these children in practical systematic sporting, extending still more the differences in relation to the not obese ones.eng
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/*
dc.subjectDesempenho motorpor
dc.subjectSalto horizontalpor
dc.subjectCriançapor
dc.subjectObesidadepor
dc.subjectMotor performanceeng
dc.subjectHorizontal jumpeng
dc.subjectChildeng
dc.subjectObesityeng
dc.titleAnálise da habilidade motora fundamental de saltar na horizontal em crianças obesaspor
dc.title.alternativeAnalisys of the basic motor skill of horizontal jump in obese childreneng
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso de Especializaçãopor
dc.degree.localSanta Maria, RS, Brasil.por
dc.degree.specializationAtividade Física, Desempenho Motor e Saúdepor
dc.description.resumoEsta pesquisa investigou se existem diferenças significativas no processo e no produto do salto horizontal em função da obesidade. Participaram deste estudo 10 crianças obesas e 10 não obesas matriculados na rede Municipal de Ensino da cidade de Itaqui-RS. Para avaliação da obesidade foram coletadas as medidas de peso corporal e estatura, utilizando-se de balança e estadiômetro. Posteriormente, calculou-se o índice de massa corporal (IMC) e aplicou-se o teste de saltar na horizontal. Para a análise do processo de execução do salto, foi utilizada uma matriz analítica, baseada na matriz de Gallahue & Ozmun10 (2005) e nas seqüências desenvolvimentais descritas por Haywood & Getchell9 (2004), a qual subdividia o salto em 5 fases de 3 movimentos cada. As crianças foram categorizadas em cada movimento, na seguinte classificação: ineficiente ou eficiente. Para a análise do produto do salto foram utilizados os melhores resultados em centímetros. Para a análise dos dados foram utilizados os testes para proporção de Primer, de normalidade do Shapiro-Wilk e o Teste t de “Student”. Os resultados apontam para (1) um grau consideravelmente superior de ineficiência no processo de execução do salto horizontal das crianças obesas em relação às não obesas; (2) índices de desempenho inferior nas crianças obesas; (3) superioridade no desempenho motor dos meninos. No entanto, essa variável biológica parece contribuir de modo significativo na habilidade motora de saltar na horizontal. Os resultados evidenciam que a obesidade atua de maneira desfavorável tanto no processo quanto no produto de execução do salto horizontal, podendo vir a repercutir nas fases subseqüentes do engajamento dessas crianças em práticas esportivas sistemáticas, ampliando ainda mais as diferenças em relação às não obesas.por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICApor
dc.publisher.unidadeCentro de Educação Física e Desportospor


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Acesso Aberto
Except where otherwise noted, this item's license is described as Acesso Aberto

O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 6.3 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.