Show simple item record

dc.creatorTicks, Luciane Kirchhof
dc.date.accessioned2009-02-16
dc.date.available2009-02-16
dc.date.issued2008-12-15
dc.identifier.citationTICKS, Luciane Kirchhof. (RE)CONSTRUÇÃO DE CONCEPÇÕES, PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E IDENTIDADES POR PROFESSORAS DE INGLÊS PRÉ E EM SERVIÇO. 2008. 329 f. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2008.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/3955
dc.description.abstractResearch in the area of pre and inservice teacher education have focused on the development of a meta-awareness on English teachers learning process and how this knowledge affects their social and discursive practices and their social relations in the teaching contexts in which they work (see MAGALHÃES & FIDALGO, 2008; BARCELLOS, 2006, CASTRO, 2006; PAIVA, 2005; CRISTÓVÃO, 2005a; MAGALHÃES, 2004; VIEIRA-ABRAHÃO, 2004; MOTTA-ROTH, 2006b; for instance). As a result of these investigations, this knowledge can be appropriated by language teacher programs (JOHNSON, 1996, p. 47) in the configuration of a critical and empowered second language teacher education (FREIRE, 2003b). Following this perspective, this work tries to evaluate how a collaborative practice of intervention can contribute to qualify pre and inservice language teacher education linguistically and pedagogically. To do that, we initially investigate the profile of preservice teachers and the concepts of language, teaching and learning built along their language teacher program. Then a focus group (two pre and one inservice teacher) was established in order to develop a collaborative practice of intervention which could ultimately generate reflection on concepts of learning, teaching practice and identities built along the preservice training practice in a State school. The reflective actions and the analysis of the discourses produced during these actions are theoretically supported by collaborative research of intervention (MAGALHÃES & FIDALGO, 2008; MAGALHÃES, 2004), Critical Discourse Analysis (FAIRCLOUGH, 2003, 1989) and socio-cultural theory of learning (VYGOTSKY, 2001, 1995). The discourse analysis shows that, through the practice of intervention, participants could develop a meta-awareness on behaviorist concepts of learning which underly their discourse and teaching practices at the beginning of the reflective process. The practice of intervention also helped them give their first steps on building a sociocultural learning perspective (concepts and teaching practice). This reconfiguration had an impact not only on the way they act in the classroom, but also in the constitution of their identities as teachers of English, as they gradually personify social roles which demand a critical and socially-situated attitude from themselves and from their students. By the end of the intervention practice, they point out the importance of teacher s engagement in reflective ongoing processes, taking responsibility for their role in the configuration of these processes.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectFormação de professores de inglêspor
dc.subjectPesquisa de interferência colaborativapor
dc.subjectAnálise crítica do discursopor
dc.subjectTeoria sociocultural de aprendizagempor
dc.subjectEnglish teacher educationeng
dc.subjectCollaborative research of intervention criticaleng
dc.subjectDiscourse analysiseng
dc.subjectSocial-cultural theory of learningeng
dc.title(RE)CONSTRUÇÃO DE CONCEPÇÕES, PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E IDENTIDADES POR PROFESSORAS DE INGLÊS PRÉ E EM SERVIÇOpor
dc.typeTesepor
dc.description.resumoPesquisas na área de formação pré e em serviço têm priorizado o desenvolvimento de uma metaconsciência acerca do processo de aprendizagem de professores de inglês e de que maneira esse conhecimento afeta suas práticas sociais e discursivas e suas relações sociais nos contextos de ensino em que atuam (ver MAGALHÃES & FIDALGO, 2008; BARCELLOS, 2006, CASTRO, 2006; PAIVA, 2005; CRISTÓVÃO, 2005a; MAGALHÃES, 2004; VIEIRA-ABRAHÃO, 2004; MOTTA-ROTH, 2006b; por exemplo). Como resultado dessas investigações, esse conhecimento pode ser apropriado pelos currículos de licenciatura (JOHNSON, 1996, p. 47) na configuração de uma formação crítica e democrática (FREIRE, 2003b). Dentro dessa perspectiva, este trabalho procura avaliar em que medida uma prática de interferência colaborativa pode contribuir para qualificar o processo formativo lingüístico-pedagógico do professor de inglês pré e em serviço. Para tanto, procuramos inicialmente investigar o perfil do aluno de Letras e as concepções de linguagem, ensino e aprendizagem que constrói em diferentes pontos de sua trajetória universitária. Em seguida, um grupo focal (duas professoras em pré e uma em serviço) foi estabelecido no sentido de desenvolvermos uma prática de interferência colaborativa que, em última instância, pudesse gerar a reflexão acerca das concepções de aprendizagem, da prática pedagógica e das identidades construídas ao longo do programa de estágio curricular supervisionado, vivenciado pelo grupo, em uma escola pública. As ações reflexivas e a análise dos discursos produzidos no decorrer delas são ancoradas teoricamente pela pesquisa de interferência colaborativa (MAGALHÃES & FIDALGO, 2008; MAGALHÃES, 2004), pela Análise Crítica do Discurso (FAIRCLOUGH, 2003, 1989) e pela perspectiva sociocultural de aprendizagem (VYGOTSKY, 2001, 1995). A análise do discurso das participantes mostrou que, por meio da prática de interferência colaborativa, puderam desenvolver uma metaconsciência acerca da concepção behaviorista que subsidiou seu discurso e sua prática pedagógica no início do processo reflexivo, bem como dar os primeiros passos na configuração de uma perspectiva de aprendizagem sociocultural (conceitos e prática pedagógica). Essa reconfiguração teve impacto não somente no modo como vivenciaram suas ações em sala de aula, mas igualmente na constituição de suas identidades como professoras de inglês, uma vez que gradualmente personificam, em sala de aula, papéis sociais que demandam uma postura crítica e socialmente situada em relação a si mesmas e a seus alunos. Ao final do processo de investigação, apontam a importância de o professor estar inserido em um processo reflexivo crítico e continuado, assumindo sua parcela de responsabilidade na configuração desse processo.por
dc.contributor.advisor1Roth, Désirée Motta
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4793139Y7por
dc.contributor.referee1Liberali, Fernanda Coelho
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4791915T8por
dc.contributor.referee2Heberle, Viviane Maria
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4787869T1por
dc.contributor.referee3Richter, Marcos Gustavo
dc.contributor.referee3Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4785701A9por
dc.contributor.referee4Pires, Vera Lucia
dc.contributor.referee4Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4103630D3por
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4771500Y1por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentLetraspor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Letraspor
dc.subject.cnpqCNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRASpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.