Show simple item record

dc.creatorMachado, Michel Mansur
dc.date.accessioned2010-03-11
dc.date.available2010-03-11
dc.date.issued2007-12-12
dc.identifier.citationMACHADO, Michel Mansur. PHYTOCHEMISTRY PROFILE AND EVALUATION OF THE PRINCIPALS BIOLOGICAL AND IMMUNOLOGICAL IN VITRO EFFECTS OF Euphorbia tirucalli L.. 2007. 105 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2007.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/5893
dc.description.abstractToday we can easily find the most diverse kind of information about a particular medicinal plant, but without scientific basis, making their use a potential risk to health. Overall, the findings on the safety and efficacy are based on precarious evaluations and popular use. There is a need for qualified professionals to access, critical analyze and assign such information in a way that it could be easily understood, not only by health professionals, but also by the users of these products. One example of these plants used in popular medicine, but without scientific evidence, is Euphorbia tirucalli L., popularly known as Dog-Stick, Pencil tree, or more commonly as Aveloz. This plant has been used for the treatment of many diseases, such as microbial diseases, immunossupression problems, and even in the cancer treatment. However, some works reveal precisely the opposite, namely that the latex of Euphorbia tirucalli can cause immunosuppression, and often is associated to the appearance of Burkitt's Lymphoma, a type of cancer. Lupeol was isolated and identificated from hexane fraction by GC-MS for the first time for the plant, among other 3 hydrocarbons, 7 long chain fat acids, 2 steroids, and 3 compounds of the vegetal metabolism. A preliminary phytochemistry screening allowed to the visualization of the principal groups in the plant. Polyphenols and condensed tannins contents were determined in the crude extract and fractions. Ethyl ether and ethyl acetate fractions showed the greatest antioxidant activity in the DPPH test. Antimicrobial activity was observed mainly against Candida albicans, Candida glabrata and Saccharomyces cereviseae, as well as for the opportunist algae Prototheca zopfii. A preliminary study of toxicity using Artemia saline and acute oral toxicity in mice, indicate the plant as low toxicity. The latex of the E. tirucalli, even in small doses (1%) can cause in vitro inhibition over the human Acetylcholinesterase enzyme. A prominent in vitro inhibitory activity over human platelets aggregation was also observed. The effects of the extract of the plant over the blood cells in a culture medium using ex-vivo blood samples of male Wistar rats were evaluated. The results demonstrated that the extract caused thrombocytopenia, leucopenia and lymphopenia.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectEuphorbia tirucallipor
dc.subjectFitoquímicapor
dc.subjectAtividade biológicapor
dc.subjectEuphorbia tirucallieng
dc.subjectPhytochemistryeng
dc.subjectBiological evaluationeng
dc.titlePerfil fitoquímico e avaliação dos principais efeitos biológicos e imunológicos In Vitro da Euphorbia tirucalli L.por
dc.title.alternativePHYTOCHEMISTRY PROFILE AND EVALUATION OF THE PRINCIPALS BIOLOGICAL AND IMMUNOLOGICAL IN VITRO EFFECTS OF Euphorbia tirucalli L.eng
dc.typeDissertaçãopor
dc.description.resumoAtualmente podemos encontrar facilmente as mais diversas informações sobre uma determinada planta medicinal, mas que carecem de fundamento científico, tornando assim seu uso um potencial risco a saúde. Em geral, as conclusões sobre segurança e eficácia são baseadas em avaliações precárias do uso popular. Portanto, há necessidade de que profissionais qualificados possam, além de acessar tais informações, analisá-las criticamente para disponibilizá-las de forma que sejam facilmente compreendidas, não só por profissionais da saúde, mas também pelos usuários destes produtos. Um exemplo destas plantas utilizadas na medicina popular, mas sem comprovação científica, é a Euphorbia tirucalli L., conhecida popularmente como Graveto-do-cão, Árvore Lápis, ou mais comumente como Aveloz. Esta planta tem sido utilizada para o tratamento de inúmeras enfermidades, como afecções microbianas, problemas de imunossupressão, cicatrização de berrugas e até mesmo no tratamento do câncer. Entretanto, alguns trabalhos revelam justamente o contrário, ou seja, que o látex da Euphorbia tirucalli pode causar imunossupressão, e freqüentemente encontra-se associado ao aparecimento do Linfoma de Burkitt, que é um tipo de câncer. Foram isolados e identificados por cromatografia gasosa acoplada a espectrometria de massas, 03 hidrocarbonetos, 07 ácidos graxos de cadeia longa, 02 esteróides, 03 compostos do metabolismo vegetal e 01 triterpeno, não relatado até o momento, o qual foi isolado da fração hexânica e identificado como sendo o lupeol. Foi realizada uma análise fitoquímica preliminar, o que permitiu a visualização dos grupos de compostos presentes na planta. A quantidade de polifenóis e taninos condensados foi determinada na planta e suas frações. Realizou-se o teste de atividade antioxidante e com ele verificamos uma excelente atividade das frações éter etílico e acetato de etila. Analisou-se a atividade antimicrobiana da planta e obtivemos resultados excelentes para os fungos Candida albicans, Candida glabrata e Saccharomyces cereviseae, bem como para a alga oportunista Prototheca zopfii. Realizou-se um estudo de toxicidade sobre a Artemia salina e estudo de toxicidade oral aguda. Os resultados apontam a espécie como sendo não tóxica. O látex da E. tirucalli, mesmo em doses pequenas (1%) pode causar inibição (in vitro) a enzima Acetilcolinesterase Humana. Uma acentuada atividade inibitória sobre a agregação plaquetária foi observada. O extrato da planta sobre cultura de células sanguíneas de ratos Wistar (exvivo) causou diminuição do número de leucocitos, linfócito e plaquetas.por
dc.contributor.advisor1Athayde, Margareth Linde
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4707843T7por
dc.contributor.referee1Manfron, Melânia Palermo
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4766002U1por
dc.contributor.referee2Rocha, João Batista Teixeira da
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4782281H2por
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4778308P3por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentFarmacologiapor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticaspor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::FARMACOLOGIApor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.