Show simple item record

dc.creatorSchmidt, Lucas
dc.date.accessioned2017-05-18
dc.date.available2017-05-18
dc.date.issued2011-03-22
dc.identifier.citationSCHMIDT, Lucas. Avaliação do comportamento de espécies de mercúrio em peixes após diferentes métodos de cocção. 2011. 110 f. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2011.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/10493
dc.description.abstractMost of studies evaluating Hg in fish have been developed using fresh fish and the few studies involving the assessment of Hg in fish after cooking process, involve only the determination of total Hg and no clear conclusions have been reported. Considering the relatively high temperatures used for the preparation of fish and the volatile characteristics of some Hg species, this study aimed to evaluate the behavior of species of Hg (Hg2+ and CH3Hg+) after different cooking treatments in six different species of fish. Three different cooking procedures (cooking with water, frying and roasting) were evaluated, in addition to in natura samples. Moreover, the influence of three different conditions (containing salt, salt and lemon, and without seasonings) was evaluated for each treatment. All additives involved, like salt, lemon, oil and water used during the cooking procedure were collected to evaluate the mass balance of total Hg, including its possible losses. After each culinary treatment, samples were freeze-dried and ground in a cryogenic mill. For the extraction method of Hg species a solution of 0.6% (m/v) L-cysteine was used. Parameters such as time and cooking temperature and the mass and shape of sample were previously selected and optimized. Parameters of the speciation method were also evaluated such as: concentration of extractant solution, extraction time, sample weight and analyte recovery test (CH3Hg+ and Hg2+). Mercury species were identified and quantified by liquid chromatography-chemical vapor generation-inductively coupled plasma mass spectrometry (LC-CVG-ICP-MS). The accuracy was evaluated using certified reference material of dogfish muscle (DORM-2) and an agreement better than 97% with reference values was obtained for CH3Hg+ and total Hg. The relative standard deviation of the proposed method was below 5.5%. The limit detection of 1.7 and 2.3 ng g-1 as Hg for Hg2+ and CH3Hg+, respectively, were obtained. Losses of Hg species up to 33% were detected after frying procedure. However, no significant conversions between Hg species in any culinary treatment were observed.eng
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectQuímicapor
dc.subjectEspeciaçãopor
dc.subjectToxicidadepor
dc.subjectPeixepor
dc.subjectCozimentopor
dc.subjectFriturapor
dc.titleAvaliação do comportamento de espécies de mercúrio em peixes após diferentes métodos de cocçãopor
dc.typeDissertaçãopor
dc.description.resumoA maioria dos estudos avaliando as espécies de Hg em peixes tem sido feita com peixes in natura e as poucas pesquisas envolvendo a avaliação de Hg em peixes após algum processo de cocção, envolvem somente a determinação total de Hg e não apresentam conclusões claras sobre o comportamento dessas espécies de Hg. Considerando as temperaturas relativamente altas, geralmente usadas para o preparo de peixes e as características voláteis de algumas espécies de Hg, este trabalho objetivou avaliar o comportamento das espécies de Hg2+ e CH3Hg+ após diferentes tratamentos culinários em seis diferentes espécies de peixes. Avaliaramse três diferentes processos de cocção (cozimento, fritura e assagem), além da amostra crua. Além disso, foi avaliada a influência de três diferentes condições para cada tratamento (adição de sal, adição de sal e limão, e sem adição de condimentos). Todos os componentes envolvidos, como sal, limão, óleo e água usados durante os processos de cocção foram coletados para avaliar possíveis interconversões ou perdas de Hg total (balanço de massa para cada processo). Após cada tratamento culinário as amostras de peixe foram liofilizadas e cominuidas em moinho criogênico. Para o método de extração das espécies de Hg foi utilizada uma solução de L-cisteína 0,6% (m/v). Parâmetros como tempo e temperatura de cocção, além da massa e formato da amostra, foram todos previamente otimizados e selecionados. Também foram avaliados parâmetros do método de especiação, tais como: concentração do extrator, tempo de extração, massa de amostra e teste de recuperação de analitos (Hg2+ e CH3Hg+). As espécies de Hg foram identificadas e quantificadas por cromatografia a líquido com geração química de vapor pós-coluna acoplada a espectrometria de massa com plasma indutivamente acoplado (LC-CVGICP- MS). A exatidão do método foi avaliada usando o material de referência certificado (DORM-2) e concordâncias acima de 97% foram obtidas para CH3Hg+ e Hg total. O desvio padrão relativo do método proposto foi inferior a 5,5%. Limites de detecção de 1,7 e 2,3 ng g-1 foram obtidos para o Hg2+ e CH3Hg+, respectivamente. Perdas de Hg de até 33% foram observadas depois do processo de fritura. Entretanto, não foram constatadas conversões significativas entre as espécies de Hg em nenhum tratamento culinário.por
dc.contributor.advisor1Flores, Érico Marlon de Moraes
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4782125T8por
dc.contributor.referee1Borges, Daniel Lázaro Gallindo
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4764565Y6por
dc.contributor.referee2Dressler, Valderi Luiz
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4723641Z7por
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4243349A9por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentQuímicapor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Químicapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICApor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.