Show simple item record

dc.creatorFonseca, Milene Braga da
dc.date.accessioned2017-04-25
dc.date.available2017-04-25
dc.date.issued2007-09-27
dc.identifier.citationFONSECA, Milene Braga da. Crescimento e parâmetros toxicológicos em jundiás (Rhamdia quelen) expostos a uma formulação comercial do herbicida 2,4-d. 2007. 67 f. Dissertação (Mestrado em Bioquímica) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2007.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/11074
dc.description.abstractIn this study, silver catfish (Rhamdia quelen) were exposed to commercial formulation to 2,4-D herbicide at 0.0 (control) 0.5 or 2.0 mg L-1 for 90 days or 96 hours. After the exposure were evaluated the growth, mucous layer composition, metabolic parameters, TBARS formation in different tissues and liver catalase activity. R. quelen showed reduction on some growth parameter as final mean mass that decrease on 37% and 46% respectively to 0.5 or 2.0 mg L-1, total body length to 15 % to high concentration tested. Daily mass gain reduced to 55% and 58% to both concentrations tested. The specific growth decrease of 1.20 (control) to 0.72 and 0.60 respectively to both concentrations tested. The factor of condition reduced 22% and 12% for 0.5 or 2.0 mg L-1 2,4-D concentration. The silver catfish showed alterations on mucous layer contents as decrease of soluble sugar at both concentrations tested and increase of protein levels at 2.0 mg L-1 to herbicide concentration after 90 days and 96 hours of exposure. Fish exposed to 2,4-D herbicide at 0.5 or 2.0 mg L-1 presented glycogen reduction and protein level in the liver tissue after 90 days of exposure. But this tissue showed increase in lactate and glucose levels at both concentrations tested. The liver tissue of R. quelen after 96 h of exposure showed increased to glycogen level and reduced to lactate and protein levels to both concentrations tested, but were not significantly difference to glucose values. The muscle tissue after 90 days of exposure to 2,4-D showed reduced to glycogen and protein values at high concentration tested and decreases to glucose at both 2,4-D concentrations. Lactate levels were increased to 0.5 or 2.0 mg L-1 to 2,4-D herbicide. After 96 h of exposure this tissue presented reduced to glycogen and lactate levels, but the glucose and protein values was not altered as compared to control values. The kidney tissue showed decrease to glycogen and glucose values, but lactate was increased at both concentrations of 2,4-D and protein levels were not altered as compared to control values. This tissue after 96 h of exposure to 0.5 or 2.0 mg L-1 of herbicide showed decrease to lactate levels, but glycogen, glucose and protein values was not altered. The plasm metabolites presented reduction of lactate and protein levels at both concentrations tested. Glucose was not altered after 90 days of exposure. After 96 h the plasm showed reduction in lactate level, but glucose and protein was not significantly alteration as compared to control values. Catalase activity showed enhanced to both experimentation and both concentrations, values as compared to control. TBARS formation after 90 days to 2,4-D exposure showed decrease to liver tissue, but enhanced in white muscle. TBARS in brain tissue was not altered in this experimentation. After 96 h of 2,4-D exposure TBARS levels enhanced to liver tissue and was not alteration in the brain and white muscle tissue as compared to control values. Data demonstrated that 2,4-D herbicide alter the some growth parameters after long time exposure. Besides, this herbicide causes alterations on metabolic parameter and oxidative stress after 90 days and 96 hours of exposure.eng
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectRhamdia quelenpor
dc.subjectCrescimentopor
dc.subjectMetabolismopor
dc.subjectCatalasepor
dc.subjectTBARSpor
dc.subject2,4-Dpor
dc.subjectHerbicidapor
dc.subjectRhamdia queleneng
dc.subjectGrowtheng
dc.subjectMetabolismeng
dc.subjectCatalaseeng
dc.subjectTBARSeng
dc.subject2,4-Deng
dc.subjectHerbicideeng
dc.titleCrescimento e parâmetros toxicológicos em jundiás (Rhamdia quelen) expostos a uma formulação comercial do herbicida 2,4-dpor
dc.title.alternativeCrescimento e parâmetros toxicológicos em jundiás (Rhamdia quelen) expostos a uma formulação comercial do herbicida 2,4-deng
dc.typeDissertaçãopor
dc.description.resumoNeste estudo, jundiás (Rhamdia quelen) foram expostos a uma formulação comercial do herbicida 2,4-D: 0,0 (controle), 0,5 ou 2,0 mg L-1 por 90 dias ou 96 horas. Após os períodos experimentais foram avaliados o crescimento (90 dias), composição do muco, parâmetros metabólicos, formação de TBARS em diferentes tecidos e atividade da catalase. R. quelen apresentou redução em alguns parâmetros do crescimento como média da massa final que reduziu 37% e 45% respectivamente para 0,5 ou 2,0 mg L-1, comprimento total do corpo de 15% para a concentração 2,0 mg L-1. O ganho de massa diário reduziu 55% e 58% para ambas as concentrações testadas. O crescimento específico diminuiu de 1,20 (controle) para 0,72 e 0,60 respectivamente para ambas as concentrações testadas. O fator de condição reduziu 22% e 12% para as concentrações de 0,5 ou 2,0 mg L-1 de 2,4-D. Os jundiás apresentaram alterações no muco como o decréscimo do açúcar solúvel para ambas as concentrações testadas e aumento nos níveis de proteína em 2,0 mg L-1 do herbicida após 90 dias e 96 horas de exposição. Os peixes expostos ao herbicida 2,4-D a 0,5 ou 2,0 mg L-1 apresentaram redução nos níveis de glicogênio e proteína no tecido do fígado após 90 dias de exposição. Mas este tecido apresentou aumento nos níveis de glicose e lactato para ambas as concentrações testadas. O fígado de R. quelen após 96 horas de exposição apresentou aumento nos níveis de glicogênio e redução nos níveis de lactato e proteína em ambas as concentrações testadas, mas não teve diferença significativa nos valores de glicose. O tecido muscular após 90 dias de exposição ao 2,4-D mostrou redução nos valores de glicogênio e proteína na concentração mais alta testada e decréscimo na glicose para ambas as concentrações de 2,4-D, porém os níveis de lactato aumentaram em ambas as concentrações testadas. Após 96 h de exposição o músculo apresentou redução nos níveis de glicogênio e lactato quando comparado com os valores do controle. O tecido do rim mostrou redução nos valores de glicogênio e glicose, mas um aumento no lactato para ambas as concentrações de 2,4-D e os níveis de proteína não estiveram alterados quando comparados com os valores de controle. Este tecido após 96 h de exposição a 0,5 ou 2,0 mg L-1 do herbicida mostraram decréscimo nos níveis de lactato, mas os valores de glicogênio, glicose e proteína não estiveram alterados. Os metabólitos do plasma apresentaram redução nos níveis de lactato e proteína para ambas as concentrações testadas. A glicose não esteve alterada após 90 dias de exposição. Depois de 96 h o plasma mostrou redução nos níveis de lactato, mas glicose e proteína não tiveram alteração significante quando comparadas com os valores do controle. A atividade da catalase hepática mostrou aumento para ambos os experimentos em ambas as concentrações testadas. A formação de TBARS após 90 dias de exposição ao 2,4-D mostrou decréscimo no tecido do fígado, mas aumento no músculo branco. TBARS no cérebro não esteve alterado neste experimento. Após 96 h de exposição, os níveis de TBARS aumentaram no tecido do fígado e não tiveram alteração nos tecidos do cérebro e músculo branco quando comparado com os valores do controle. Os dados demonstram que o herbicida 2,4-D altera alguns parâmetros do crescimento após longo tempo de exposição. Em adição, este herbicida causa alterações nos parâmetros metabólicos e estresse oxidativo após 90 dias e 96 horas de exposição.por
dc.contributor.advisor1Loro, Vania Lucia
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4796333D7por
dc.contributor.referee1Baldisserotto, Bernardo
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4787286P0por
dc.contributor.referee2Avila, Luis Antonio de
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4798488A5por
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4753586D7por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentBioquímicapor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências Biológicas: Bioquímica Toxicológicapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOQUIMICApor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.