Show simple item record

dc.creatorSeeger, Tássia da Silva
dc.date.accessioned2019-07-01T19:58:33Z
dc.date.available2019-07-01T19:58:33Z
dc.date.issued2015-07-27
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/17243
dc.description.abstractCrude oil is a complex matrix and with variable chemical composition, and the determination of trace elements in this sample is not an easy task. The presence of some metals can result in problems during transportation and refining process of petroleum such as reduction of heating efficiency and clogging or corrosion of pipes. In this work, the determination alkaline and alkaline earth elements by direct sampling graphite furnace atomic absorption spectrometry (DS-GF AAS) was proposed. This technique was applied for the determination of Ca, K, Mg and Na in crude oil using Zeeman effect background correction system. The heating program for Ca, K, Mg and Na was established based on pyrolysis and atomization curves. After optimizations, DS-GF AAS was applied for analytes determination in eleven crude oil samples. Results obtained using DS-GF AAS were compared with those obtained by inductively coupled plasma optical emission spectrometry after conventional microwave-assisted digestion and microwave-assisted digestion and ultraviolet radiation. In addition, accuracy of DS-GF AAS was evaluated by using recovery tests and quantitative recoveries were obtained for all analytes. The use of DS-GF AAS allows to obtain low limits of detection and quantification, a suitable linear range (by changing wavelength or magnetic field) and a good precision (below 14% for all analytes). The limits of quantification for Ca, K, Mg e Na were 103, 14, 1.2 e 24 ng g-1, respectively. The determination of Ca, K, Mg and Na in crude oil samples by DS-GF AAS provides some advantages, such as no sample preparation, possibility of calibration using aqueous reference solutions and low contamination risk.eng
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPqpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/*
dc.subjectQuímicapor
dc.subjectQuímica analíticapor
dc.subjectPetróleopor
dc.subjectAmostragempor
dc.subjectEspectrometria de absorçãopor
dc.titleDeterminação de Ca, K, Mg e Na em petróleo utilizando amostragem direta e espectrometria de absorção atômica com forno de grafitepor
dc.typeDissertaçãopor
dc.description.resumoO petróleo é uma amostra de natureza complexa e composição química variável, por isso a determinação de elementos traço nesse tipo de matriz não é uma tarefa fácil. A presença de alguns metais pode acarretar em problemas durante o transporte e refino do petróleo, tais como redução de eficiência de aquecimento, entupimentos ou corrosão de tubulações. Neste trabalho, foi proposta a determinação de elementos alcalinos e alcalino terrosos por amostragem direta e espectrometria de absorção atômica com forno de grafite (DS-GF AAS). A técnica proposta foi aplicada para a determinação de Ca, K, Mg e Na em petróleo usando um corretor de fundo baseado no efeito Zeeman. Os programas de aquecimento para Ca, K, Mg e Na foram determinados de acordo com os resultados obtidos para as curvas de pirólise e atomização. Após as otimizações, a técnica foi aplicada para onze amostras de petróleo e os resultados foram comparados com os obtidos por espectrometria de emissão óptica com plasma indutivamente acoplado após decomposição assistida por micro-ondas e decomposição assistida por micro-ondas e ultravioleta. Adicionalmente, a exatidão do método DS-GF AAS foi avaliada empregando ensaios de recuperação e as recuperações quantitativas foram obtidas para todos os analitos. Os resultados usando DS-GF AAS apresentaram baixos limites de detecção e quantificação, com ampla faixa linear (alterando comprimento de onda ou campo magnético) e uma boa precisão (inferior a 14% para todos analitos). Os limites de quantificação para Ca, K, Mg e Na foram de 103, 14, 1,2 e 24 ng g-1, respectivamente. A determinação de Ca, K, Mg e Na nas amostras de petróleo por DS-GF AAS apresentou algumas vantagens como ausência da etapa de preparo de amostra, possibilidade da calibração usando soluções de referência aquosas e baixo risco de contaminação.por
dc.contributor.advisor1Duarte, Fábio Andrei
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3503633944419329por
dc.contributor.referee1Mesko, Márcia Foster
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2461255030745891por
dc.contributor.referee2Bolzan, Rodrigo Cordeiro
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/9392316362285896por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3093785027727673por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.departmentQuímicapor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Químicapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICApor
dc.publisher.unidadeCentro de Ciências Naturais e Exataspor


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International

O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.