Show simple item record

dc.contributor.advisorPigatto, José Alexandre Magrini
dc.creatorSantos, Luiz Felipe Garcia dos
dc.date.accessioned2019-09-18T16:36:44Z
dc.date.available2019-09-18T16:36:44Z
dc.date.issued2019-07-03
dc.date.submitted2019-07
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/18264
dc.description.abstractMilitary spending in a country can be influenced by strategic, geopolitical, economic, cultural and social determinants, among others. The purpose of this study is to construct an empirical model to determine the behavior of military spending in 2017 as a response to some economic and social variables. Data on military spending in 2017 were obtained from the SIPRI database. Secondary data sources from the IMF, WHO and ILO were used to obtain information on the independent variables. The high value of certain correlations suggested eliminating some of the initially selected independent variables. From a convenience sample of 91 countries and secondary data covering seven variables, the examination of the influence of the selected determinants on the behavior of military spending is supported by a multiple regression equation. The results showed that "Population" (p = 0.000) and "health spending" (p = 0.000) had a significant positive impact on military spending, countering in some way the argument that military expenditure has inverse signaling for the population welfare.eng
dc.languageporpor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectDespesa Pública. Defesa. Gasto Militar.por
dc.subjectPublic expenditure. Defence. Military expenditureeng
dc.titleAnálise dos determinantes dos gastos militares em 2017por
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso de Graduaçãopor
dc.degree.localSANTA MARIA,RSpor
dc.description.resumoO gasto militar em um país pode ser influenciado por determinantes estratégicos, geopolíticos, econômicos, culturais e sociais, dentre outros. O objetivo deste estudo é construir um modelo empírico para determinar o comportamento do gasto militar em 2017 como resposta a algumas variáveis econômicas e sociais. Os dados sobre o gasto militar em 2017 foram obtidos da base SIPRI. Foram utilizadas fontes de dados secundários do IMF, WHO e ILO para obter informações sobre as variáveis independentes. O alto valor de certas correlações sugeriu eliminar algumas das variáveis independentes inicialmente selecionadas. A partir de uma amostra por conveniência de 91 países e de dados secundários cobrindo sete variáveis, o exame da influência dos determinantes selecionados sobre o comportamento do gasto militar está apoiado em uma equação de regressão múltipla. Os resultados mostraram que a “População” (p=0,000) e o “gasto com saúde” (p=0,000) exercem impacto positivo significativo sobre o gasto militar contrariando de certo modo o argumento de que o gasto militar tem sinalização inversa sobre o bem-estar da populaçãopor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::CIENCIAS CONTABEISpor
dc.publisher.unidadeCentro de Ciências Sociais e Humanaspor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.