Show simple item record

dc.contributor.advisorSchwartz, Clarissa
dc.creatorQuadros, Laura Moura de
dc.date.accessioned2016-07-11T20:26:01Z
dc.date.available2016-07-11T20:26:01Z
dc.date.issued2015-12-14
dc.date.submitted2015
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/1883
dc.descriptionTrabalho de conclusão de curso (graduação) - Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Sociais e Humanas, Curso de Comunicação Social - Jornalismo, RS, 2015.por
dc.description.abstractFaced with a context in which part of Brazilian society still condemns sexual practices that do not correspond with heterosexuality, the present research investigates the representation built about the LGBT population on the television show "Amor & Sexo", displayed in open channel by Rede Globo, whose promise is to treat about issues related to sex and relationships in a relaxed way. We intend to verify how the program represents women and men who do not identify with heterosexuality, from the identification of episodes with contents that deal about these people, the preponderant elements and the construction of the discourse about the LGBT population. For this, we rely on the reflections made mainly by Judith Butler (2014), Serge Moscovici (2011) and Stuart Hall (2003) in order to understand how is the construction of gender notions in society and how the social representations influence the television discourse. We used the methodological approach of Discourse Analysis according to Benetti (2007) and Orlandi (2001) and the study of television texts in accordance with Duarte (2004) in order to understand how the discourse of "Amor & Sexo" is constituted. Through the analysis, we found that the program sustains ideas that reinforce stereotypes and consequently lead to the degradation of behaviors which do not follow the heteronormativity. There is the appreciation of specific aspects, such as the union of persons of the same sex and the formation of families, but the program's discourse disclaims itself to discuss and problematize relevant issues such as prejudice.eng
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectRepresentaçãopor
dc.subjectLGBTpor
dc.subjectPrograma televisivopor
dc.subjectDiscursopor
dc.subjectHeteronormatividadepor
dc.subjectRepresentationeng
dc.subjectTelevision programeng
dc.subjectDiscourseeng
dc.subjectHeteronormativityeng
dc.titleSem preconceito? A representação LGBT em "Amor e Sexo"por
dc.title.alternativeNo prejudice? The LGBT's representation in "Amor e Sexo"eng
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso de Graduaçãopor
dc.degree.localSanta Maria, RS, Brasilpor
dc.degree.graduationCurso de Comunicação Social - Jornalismopor
dc.description.resumoDiante de um contexto em que parte da sociedade brasileira ainda condena as práticas sexuais que não condizem com a heterossexualidade, o presente trabalho de pesquisa procura investigar a representação construída sobre a população LGBT no programa televisivo “Amor & Sexo”, exibido em canal aberto pela Rede Globo, cuja promessa é tratar sobre questões relacionadas ao sexo e a relacionamentos de forma descontraída. Pretendemos verificar de que forma o programa representa pessoas que não se identificam com a heterossexualidade a partir da identificação de episódios com conteúdos que tratam sobre essa população, os elementos aí preponderantes e a construção do discurso sobre a população LGBT. Para isso, baseamo-nos nas reflexões feitas principalmente por Judith Butler (2014), Serge Moscovici (2011) e Stuart Hall (2003) para entendermos como se dá a construção das noções de gênero na sociedade e como as representações sociais influenciam o discurso televisivo. Utilizamos o aporte metodológico da análise de discurso conforme Benetti (2007) e Orlandi (2001) e o estudo de textos televisivos segundo Duarte (2004) a fim de entendermos como se constitui o discurso de “Amor & Sexo”. Através da análise, verificamos que o programa sustenta-se em ideias que reforçam estereótipos e, consequentemente, a inferiorização de comportamentos que não seguem a heteronormatividade. Há a valorização de aspectos específicos, como a união de pessoas do mesmo sexo e a constituição de famílias, mas o discurso do programa se exime de discutir e problematizar questões relevantes como o preconceito.o se ouvia rádio.por
dc.publisher.unidadeCentro de Ciências Sociais e Humanaspor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.