Show simple item record

dc.contributor.advisorGoerck, Caroline
dc.creatorOliveira, Lauren Elaine Baptista
dc.date.accessioned2020-07-08T09:23:37Z
dc.date.available2020-07-08T09:23:37Z
dc.date.issued2019-12-03
dc.date.submitted2019
dc.identifier.citationOLIVEIRA, L. E. B. O serviço social e a automutilação na adolescência: o reflexo social por trás das marcas. 2019. 70 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, 2019.
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/19912
dc.descriptionTrabalho de conclusão de curso (graduação) - Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Sociais e Humanas, Curso de Bacharelado em Serviço Social, RS, 2019.
dc.description.abstractThe present Course Conclusion Work consists of the experience report of the intervention, made from the required curricular internship, which took place at the  Centro de Atenção Psicossocial Infanto-juvenil – O Equilibrista, in the city of Santa Maria/RS. The work aims to address issues that lead teenagers to vent their feelings and anxieties through self-mutilation. Situations that trigger aggression towards themselves are not always pathological issues, they may be issues that permeate the social. For that reason this task has carried out a history of mental health to the present day, discussing a profession of social worker, identifying its object of work, thus justifying the importance of this professional in practicing this issue. This study aims, in particular, to present an experience of professional work of the Social Work in the territory, through schools, where information about mental health was taken, intending the issues that involve self-mutilation, with the objective of expanding the knowledge of these teenagers, promoting dialogues. on the issues of adolescence, prevent illnesses thus effecting the promotion of life. Due to the little information that exists on this subject of adolescent self-mutilation in a social bias, and the severity and increase of cases that come to the services, the importance of discussing and knowing more about the reasons and the importance of the social worker in face of this issue is latent. demand.eng
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/*
dc.subjectServiço socialpor
dc.subjectSaúde mentalpor
dc.subjectAutomutilação na Adolescênciapor
dc.subjectSocial workeng
dc.subjectMental healtheng
dc.subjectAdolescent self-harmeng
dc.titleO serviço social e a automutilação na adolescência: o reflexo social por trás das marcaspor
dc.title.alternativeSocial work and self-mutilation in teenagers: the social reflection behind brandseng
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso de Graduaçãopor
dc.degree.localSanta Maria, RS, Brasilpor
dc.degree.graduationServiço Socialpor
dc.description.resumoO presente Trabalho de Conclusão de Curso se constitui do relato de experiência da intervenção realizada, a partir do estágio curricular obrigatório, ocorrido no Centro de Atenção Psicossocial Infanto-juvenil – O Equilibrista, no município de Santa Maria/RS. O trabalho visa abordar sobre questões que levam os adolescentes a extravasar seus sentimentos e angústias por meio da automutilação. As situações que desencadeiam a agressão para consigo mesmos nem sempre são questões patológicas, podem ser questões que perpassam o social. Para tanto, este trabalho fará um apanhado histórico da saúde mental até os dias atuais, discorrerá sobre a profissão do assistente social identificando seu objeto de trabalho, justificando assim a importância desse profissional em atuar nessa questão. Este estudo pretende especialmente, apresentar uma experiência de atuação profissional do Serviço Social no território, através das escolas, em que foram levadas informações sobre saúde mental, tencionando as questões que envolvem a automutilação, com o objetivo de ampliar o conhecimento desses adolescentes, promover diálogos sobre as questões da adolescência, prevenir adoecimentos efetivando assim a promoção da vida. Pela pouca informação que existe sobre esse tema da automutilação na adolescência em um viés social, e a gravidade e aumento de casos que chegam aos serviços, fica latente a importância de discutir e conhecer mais sobre as razões e a importância do assistente social frente a essa demanda.por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIALpor
dc.publisher.unidadeCentro de Ciências Sociais e Humanaspor


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Acesso Aberto
Except where otherwise noted, this item's license is described as Acesso Aberto

O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.