Show simple item record

dc.contributor.advisorSanti, Antônio Luis
dc.creatorMilani, Taiana Cezar
dc.date.accessioned2021-03-11T13:58:44Z
dc.date.available2021-03-11T13:58:44Z
dc.date.issued2020-07-13
dc.date.submitted2020
dc.identifier.citationMILANI, TAIANA C. Diagnóstico da variabilidade espacial e vertical da fertilidade do solo. 2020. 21 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação)- Universidade Federal de Santa Maria, Frederico Westphalen, RS, 2020.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/20413
dc.descriptionTrabalho de conclusão de curso (graduação) - Universidade Federal de Santa Maria, Campus Frederico Westphalen, Curso de Agronomia, RS, 2020.por
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/*
dc.subjectVariabilidade espacial e verticalpor
dc.subjectAgricultura de precisãopor
dc.subjectProdutividadepor
dc.titleDiagnóstico da variabilidade espacial e vertical da fertilidade do solopor
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso de Graduaçãopor
dc.degree.localFrederico Westphalen, RS, Brasilpor
dc.degree.graduationAgronomiapor
dc.description.resumoA fertilidade do solo é considerada um dos principais fatores responsáveis pela baixa produtividade das áreas destinadas para a produção de grãos. Nesse contexto, o conhecimento a respeito das condições de fertilidade ao longo do perfil da camada arável é crucial para tomada de decisões visando aumentar a produtividade. Portanto, o presente estudo objetivou analisar a variabilidade espacial e vertical da fertilidade do solo nas 13 áreas participantes do Projeto Construindo e Desafiando a Produtividade. As análises foram realizadas em áreas de plantio direto, distribuídas em 13 munícipios do norte do RS. As áreas foram georreferenciadas e realizada coletas de solo em grid amostral considerando um ponto por hectare, totalizando 1.266 pontos de coletas nas camadas de 0,0-0,15 m e 0,15-0,30 m. Para cada ponto amostral foram retiradas 8 sub-amostras ao redor do ponto georreferenciado, em até 10 metros de distância. Realizou-se a análise das amostras de solo e foi detectado que a camada superficial tende a ter teores de nutrientes mais elevados devido a forma de manejo. Em sua maioria, os teores estão de médio a alto. As análises de solo utilizadas para conhecer a variabilidade espacial e vertical da fertilidade do solo contribuem para o manejo racional do solo, planta e atmosfera, controlando de forma mais precisa a produtividade das culturas.por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIApor
dc.publisher.unidadeUFSM Frederico Westphalenpor


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Acesso Aberto
Except where otherwise noted, this item's license is described as Acesso Aberto

O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 6.3 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.