Show simple item record

dc.creatorBotega, Ariane de Oliveira
dc.date.accessioned2021-04-20T16:38:03Z
dc.date.available2021-04-20T16:38:03Z
dc.date.issued2018-03-16
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/20646
dc.description.abstractThe Food and Nutrition Surveillance System (SISVAN) consists of a health information tool that provides management of food and nutritional care, epidemiological diagnosis of the nutritional situation, temporal trends and determining factors, formulation of public policies, establishment of programs intervention and promotion health and nutrition, qualifying health care in basic attention of the SUS. The implementation of food and nutritional surveillance through SISVAN is essential, especially for infants because nutritional status exerts a decisive influence on the risks of morbidity and mortality, child growth and development. The objective of this study was to analyze SISVAN as a health management tool in the basic attention of the 32 cities within a health region in the south of the country, as well as to describe and characterize the nutritional status of infants followed by SISVAN Web and to compare nutritional monitoring coverage of these children registered in the Module Manager Report SISVAN Web and SISVAN Management Module of “Bolsa Familia”. This is an ecological observational study. Data on the nutritional profile of infants were investigated on the basis of the Department of Informatics of the SUS, Manager Module of SISVAN - Annual consolidated reports of the nutritional status of children under two years, the period from 2008 to 2015, and at the Brazilian Institute of Geography and Statistics. To analyze the nutritional profile, the anthropometric parameters established by the SISVAN Manual were used. There was under-registration (25% of cities) and a limited percentage of nutritional follow-up of children under two years of age at SISVAN Web (2.59%), indicating a nutritional profile of eutrophy for the majority (87.50%) of the cities that accompanied the children in this system. In addition, there was prioritization of monitoring of nutritional status in the SISVAN Management Module of the “Bolsa Família”, possibly because this module is linked to the receipt of public funds. The results found corroborate with other studies and national health surveys, indicating a limited understanding and appropriation by health professionals of SISVAN as a tool health management, which impacts on the legitimation of the planning of actions and, consequently, the identification and anticipation of health problems in the population. It is inferred that the systematic and expanded use of SISVAN is a challenge to be achieved. It is suggested that permanent education be promoted for professionals who work in the basic attention of the cities within the operationalization and integration of health information systems, so that the information produced can be used as a strategic planning element in daily practices and health care.eng
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/*
dc.subjectVigilância nutricionalpor
dc.subjectAntropometriapor
dc.subjectLactentepor
dc.subjectSistema de informação em saúdepor
dc.subjectPlanejamento em saúdepor
dc.subjectNutritional surveillanceeng
dc.subjectAnthropometryeng
dc.subjectInfanteng
dc.subjectHealth information systemseng
dc.subjectHealth planningeng
dc.titleO sistema de vigilância alimentar e nutricional como ferramenta de gestão na atenção básicapor
dc.title.alternativeThe food and nutritional surveillance system as management tool in basic attentioneng
dc.typeDissertaçãopor
dc.description.resumoO Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN) consiste em uma ferramenta de informação em saúde que proporciona gerenciamento da atenção alimentar e nutricional, diagnóstico epidemiológico da situação nutricional, tendências temporais e dos fatores de determinação, formulação de políticas públicas, estabelecimento de programas de intervenções e promoção da saúde e nutrição, qualificando a assistência à saúde na atenção básica do Sistema Único de Saúde. A realização de vigilância alimentar e nutricional através do SISVAN é fundamental, principalmente para os lactentes em virtude de o estado nutricional exercer influência decisiva aos riscos de morbimortalidade, crescimento e desenvolvimento infantil. Estudo objetivou analisar o SISVAN como ferramenta de gestão em saúde na atenção básica dos 32 municípios de abrangência de uma região de saúde do sul do país, bem como descrever e caracterizar o estado nutricional de lactentes acompanhados pelo SISVAN Web e comparar a cobertura de acompanhamento nutricional dessas crianças registrada no Módulo Gerenciador de Relatórios do SISVAN Web e SISVAN Módulo de Gestão do Bolsa Família. Trata-se de um estudo de delineamento observacional ecológico. Os dados relativos ao perfil nutricional dos lactentes foram averiguados em bases do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde, Módulo Gerenciador do SISVAN - Relatórios consolidados anuais do estado nutricional de crianças menores de dois anos, período de 2008 a 2015 e no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Para análise do perfil nutricional utilizou-se os parâmetros antropométricos estabelecidos pelo Manual do SISVAN. Observou-se sub-registro (25% dos municípios) e limitado percentual de acompanhamento nutricional de crianças menores de dois anos no SISVAN Web (2,59%), indicando perfil nutricional de eutrofia para a maioria (87,50%) dos municípios que acompanharam as crianças neste sistema. Além disso, houve priorização de acompanhamento do estado nutricional no SISVAN Módulo de Gestão do Bolsa Família, possivelmente por este módulo estar vinculado ao recebimento de verbas públicas. Os resultados encontrados corroboram com demais estudos e inquéritos de saúde nacionais, indicando restrita compreensão e apropriação, por parte dos profissionais de saúde, do SISVAN como ferramenta de gestão em saúde, o que impacta na legitimação do planejamento de ações e, consequentemente, a identificação e antecipação aos agravos em saúde da população. Infere-se que a utilização sistemática e ampliada do SISVAN é um desafio a ser conquistado. Sugere-se promoção de educação permanente para os profissionais que atuam na atenção básica dos municípios com a operacionalização e integração dos sistemas de informação em saúde, para que as informações produzidas possam ser utilizadas como elemento estratégico de planejamento nas práticas cotidianas e no cuidado em saúdepor
dc.contributor.advisor1Flores, Liziane Maahs
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7244754996330153por
dc.contributor.referee1Margutti, Karen Mello de Mattos
dc.contributor.referee2Kirsten, Vanessa Ramos
dc.contributor.referee3Bayer, Valéria Maria Limberger
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/5945459537930929por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.departmentCiências da Saúdepor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências da Saúdepor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDEpor
dc.publisher.unidadeCentro de Ciências da Saúdepor


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International

O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.