Show simple item record

dc.contributor.advisorBattesini, Marcelo
dc.creatorGabbi, Patrick Stochero
dc.date.accessioned2017-03-02T19:19:54Z
dc.date.available2017-03-02T19:19:54Z
dc.date.issued2016-12-05
dc.date.submitted2016
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/2697
dc.descriptionTrabalho de conclusão de curso (graduação) - Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Tecnologia, Curso de Engenharia de Produção, RS, 2016.por
dc.description.abstractIn the industrial eviroment there is a famous speech that says that short setups, batch(lot) size and order sequencing are fundamental to performance in the industrial context, with strategic implications. The objective of this paper is to evaluate the impact of the variation in parameters of manufacturing systems on their performance measures. These factors were investigated in an environment of computer simulation of discrete events in the Flexsim software in relation to different scenarios for a productive system composed of nine operations, collectively organized by job-shop and later analyzed in relation to assertives stated in the literature. The results indicated that there seems to be no linear relationship between the factors and that makespan is smaller when setup times are low and lots are unitary, regardless of the adopted sequencing; And larger when setup times are high and lots are great as well, as expected. to reduce the setup times before adopting small lot sizes and to invest in technology to optimize production sequencing.eng
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectSimulaçãopor
dc.subjectSetupeng
dc.subjectLotespor
dc.subjectJob shopeng
dc.subjectPerformancepor
dc.subjectSimulationeng
dc.titleImpacto dos parâmetros de um sistema produtivo em suas medidas de performance: um estudo de simulação em uma job shoppor
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso de Graduaçãopor
dc.degree.localSanta Maria, RS, Brasilpor
dc.degree.graduationEngenharia de Produçãopor
dc.description.resumoÉ uma máxima no ambiente industrial que setups curtos, tamanho de lote e o sequenciamento de pedidos são fundamentais ao desempenho no contexto industrial, com implicações estratégicas. Este artigo tem o objetivo de avaliar o impacto da variação em parâmetros de sistemas de manufatura nas suas medidas de performance. Esses fatores foram investigados em ambiente de simulação computacional de eventos discretos no software Flexsim em relação a diferentes cenários para um sistema produtivo composto por nove operações, coletivamente organizadas por processo (job-shop) e posteriormente analisados em relação a assertivas afirmadas pela literatura. Os resultados indicaram que parece não haver uma relação linear entre os fatores e que o makespan é menor quando os tempos de setup são baixos e lotes são unitários, independentemente do sequenciamento adotado; e maiores quando os tempos de setup são altos e os lotes são grandes também, como era esperado. Conclui-se que para uma empresa organizada por processos é mais importante investir, na diminuição dos tempos de setup antes de adotar tamanhos pequenos de lote e de investir em tecnologia para otimizar o sequenciamento de produção.por
dc.publisher.unidadeCentro de Tecnologiapor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 6.3 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.