Show simple item record

dc.creatorAgnol, Odair Dal
dc.date.accessioned2016-05-31
dc.date.available2016-05-31
dc.date.issued2016-02-19
dc.identifier.citationAGNOL, Odair Dal. SPATIAL VARIABILITY OF CHEMICAL ATTRIBUTES SOIL, VEGETATION INDICES AND ITS RELATIONSHIP WITH CHEMICAL ATTRIBUTES OF MOSTO GRAPE. 2016. 85 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2016.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/4830
dc.description.abstractViticulture in Rio Grande do Sul state occupies a prominent position in the national scenario, the sector accounts for about 60.2 % of the total cultivated area in the country. Vine cultivation has very important economic and social, as well as a production chain organized in the different producing regions. The aim of this study was to quantify the spatial variability of the chemical attributes of the grape must, chemical soil properties, vegetation indices and verify possible correlations between variables. The study area consisted of a vineyard with 3.09 ha of farming Bordô (Ives) grafted onto the rootstock Paulsen, located in the trough line, in the municipality of Sarandi - RS. In a mesh composed of 34 sampling points soil samples were collected in a depth range from 0 to 20 cm. Analyses were performed in the laboratory of soil analysis at the Federal University of Santa Maria (UFSM), the chemical attributes analyzed were: clay; pH in H2O; SMP, P; K; organic matter; al; Here; mg; H + Al; CTC effective; CTC pH7; Base saturation; relationship between Ca and Mg; Zn; Cu; S and B. The analysis of grape must was held in the chemistry laboratory of the Federal Institute Farroupilha campus Panambi studied enological parameters were: total soluble solids; titratable acidity and pH in organic acid. The determination of vegetation indices was carried out in situ in the 34 sampling points with use of spectroradiometer. The data were submitted to descriptive statistical analysis and Geostatistics, using the computer program for such Geoestatistics for the Environmental Sciences (GS +), Pearson correlation coefficients were determined with the aid of Excel. Analysis of the spatial variability of the data was based on the experimental semivariogram and from adjusted models interpolation was performed by ordinary Kriging, Stochastic Simulation and map algebra. Only the figures for the amount of total soluble solids showed low values other chemical attributes must show proper values. The results of soil analysis identified low concentrations of B and organic matter and high for the other attributes. From the overall analysis of the statistical dependence between variables, there was no significant correlations between the chemical properties of grape must and the other variables, unlike the segmented analysis according to the different harvest dates. The spatial dependence index of most chemical properties of soil studied was considered strong, only the attributes, Cu, Effective CTC CTC in pH7 and Clay did not present spatial dependence structure. Vegetation indices, except TVI2 showed strong spatial dependency ratio. Chemical attributes of the grape must, the concentration of soluble solids did not present spatial dependence structure, while others showed strong spatial dependence. In the result of map algebra the middle class of titratable acidity in organic acid added to middle class NDVI was representing the highest.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectAgricultura de precisãopor
dc.subjectAtributos químicos do mostopor
dc.subjectDependência espacialpor
dc.subjectGeoestatísticapor
dc.subjectViticultura de precisãopor
dc.subjectPrecision agricultureeng
dc.subjectChemical properties of the musteng
dc.subjectSpatial dependenceeng
dc.subjectGeostatisticseng
dc.subjectPrecision viticultureeng
dc.titleVARIABILIDADE ESPACIAL DOS ATRIBUTOS QUÍMICOS DO SOLO, ÍNDICES DE VEGETAÇÃO E SUA RELAÇÃO COM ATRIBUTOS QUÍMICOS DO MOSTO DA UVApor
dc.title.alternativeSPATIAL VARIABILITY OF CHEMICAL ATTRIBUTES SOIL, VEGETATION INDICES AND ITS RELATIONSHIP WITH CHEMICAL ATTRIBUTES OF MOSTO GRAPEeng
dc.typeDissertaçãopor
dc.description.resumoA viticultura no estado do Rio Grande do Sul ocupa uma posição de destaque no cenário nacional, o setor responde por aproximadamente 60,2% do total da área cultivada no país. O cultivo da videira tem grande importância econômica e social, além de uma cadeia produtiva organizada nas diversas regiões produtoras. O objetivo desse estudo foi realizar a quantificação da variabilidade espacial dos atributos químicos do mosto da uva, dos atributos químicos do solo, dos índices de vegetação e verificar as possíveis correlações entre as variáveis estudadas. A área de estudo foi composta por um vinhedo com 3,09 ha da cultivar Bordô (Ives) enxertada sobre o porta enxerto Paulsen, situado na linha Cocho, no município de Sarandi - RS. Em uma malha constituída por 34 pontos amostrais foram coletadas amostras de solo numa faixa de profundidade de 0 a 20 cm. As análises foram realizadas no laboratório de análises de solo da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), os atributos químicos analisados foram: argila; pH em H2O; Índice SMP; P; K; matéria orgânica; Al; Ca; Mg; H+Al; CTC efetiva; CTC em pH7; Saturação por bases; relação entre Ca e Mg; Zn; Cu; S e B. A análise do mosto da uva foi realizado no laboratório de química do Instituto Federal Farroupilha campus Panambi, os parâmetros enológicos estudados foram: sólidos solúveis totais; acidez total titulável em ácido orgânico e pH. A determinação dos índices de vegetação foi realizada in situ nos 34 pontos amostrais com uso de espectrorradiômetro. Os dados foram submetidos à análise estatística descritiva e Geostatística, utilizando-se para tal o programa computacional Geoestatistics for the Environmental Sciences (GS+), os coeficientes de correlação de Pearson foram determinados com auxílio do programa Excel. A análise da variabilidade espacial dos dados foi realizada com base nos semivariogramas experimentais e a partir dos modelos ajustados foi realizada interpolação por Krigagem ordinária, Simulação Estocástica e álgebra de mapas. Apenas os valores referentes a quantidade de sólidos solúveis totais apresentaram valores baixos os demais atributos químicos do mosto apresentaram valores adequados. Os resultados das análises de solo identificaram baixas concentrações para B e matéria orgânica e altas para os demais atributos. A partir da análise global da dependência estatística entre as variáveis estudadas, observou-se não haver correlações significativas entre os atributos químicos do mosto da uva e as demais variáveis, diferentemente da análise segmentada de acordo com as diferentes datas de colheita. O índice de dependência espacial da maioria dos atributos químicos de solo estudados foi considerado forte, apenas os atributos, Cu, CTC Efetiva, CTC em pH7 e Argila não apresentaram estrutura de dependência espacial. Os índices de vegetação, com exceção do TVI2, apresentaram índice de dependência espacial forte. Dos atributos químicos do mosto da uva, a concentração de sólidos solúveis totais não apresentou estrutura de dependência espacial, enquanto os demais apresentaram forte dependência espacial. No resultado da álgebra de mapas a classe média da acidez titulável em ácido orgânico, somada a classe média do NDVI foi a que representou o maior percentual da área.por
dc.contributor.advisor1Sebem, Elódio
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4767432P7por
dc.contributor.referee1Amaral, Lúcio de Paula
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6612592358172016por
dc.contributor.referee2Galli, Alberto Pahim
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4790831P2por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/1391531604851706por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentAgronomiapor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Agricultura de Precisãopor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIApor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.