Show simple item record

dc.creatorLorençon, Jonas
dc.date.accessioned2016-09-13
dc.date.available2016-09-13
dc.date.issued2014-08-28
dc.identifier.citationLORENÇON, Jonas. EVALUATION OF CHEMICAL SOIL PROFILE IN PRODUCTIVITY OF SOYBEAN (Glycine max ) THROUGH MAPS COLLECTION. 2014. 61 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2014.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/4833
dc.description.abstractAgribusiness as a whole has evolved along with the global modernization. Precision Agriculture (PA) is a technology that has been adding in yield of major crops such as soybeans, corn, wheat and coffee. The generation of yield maps and maps of fertility are likely to generate information to make further interventions or remedial applications in crops. Aiming to investigate the relationship between yield maps of soybean with chemical indicators of soil fertility work was undertaken on the property of Seeds Bee the municipality of Coxilha - RS. The study began in 2005 until 2013 in the collection of data on productivity done through maps worked with the aid of Ag Leader SMS software, totaling 5 maps of soybean. The yield maps are generated from information collected in the harvest product. These figures are achieved with devices equipped with GPS, humidity sensor and productivity throughout the harvest generate localized information. From this, the maps was unified into one with three classifications of production zones: high, medium and low. With information from areas of high and low production soil samples were collected up to 1 m deep by 5 points geo-referenced each distinct zone (high and low). In the evaluations of the analysis it was realized that the pH and base saturation and sulfur were the attributes that have higher productivity in relation to depth. The match had a positive influence on productivity up to 0.20 m depth. Organic matter showed no similarities with productivity. In view of this correlation with the factors that influence the production allow the producer a decision which product to apply and how much more needs to be based on georeferenced data from your area. This achieves - rational use of natural resources and therefore the environment can still raise productive crops ceilings.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectAgricultura de Precisãopor
dc.subjectMapas de produtividadepor
dc.subjectPerfil químico do solopor
dc.subjectPrecision Agricultureeng
dc.subjectYield mapseng
dc.subjectChemical profile of the soileng
dc.titleAVALIAÇÃO DO PERFIL QUÍMICO DO SOLO NA PRODUTIVIDADE DA SOJA (Glycine max) ATRAVÉS DE MAPAS DE COLHEITApor
dc.title.alternativeEVALUATION OF CHEMICAL SOIL PROFILE IN PRODUCTIVITY OF SOYBEAN (Glycine max ) THROUGH MAPS COLLECTIONeng
dc.typeDissertaçãopor
dc.description.resumoO Agronegócio como um todo vem evoluindo junto com a modernização global. A agricultura de Precisão (AP) é uma tecnologia que vem agregando na produção de grãos das grandes culturas como soja, milho, trigo e café. A geração de mapas de produtividade e de mapas de fertilidade são possibilidades de gerar informações para posteriormente fazer as intervenções ou aplicações de corretivos nas lavouras. Com o objetivo de Investigar a relação entre mapas de produtividade das culturas de soja com indicadores químicos da fertilidade do solo foi realizado um trabalho na propriedade da Sementes Bee no município de Coxilha RS. O estudo iniciou-se em 2005 até 2013 na coleta de informações de produtividade feito através de mapas trabalhados com auxílio do software SMS Ag Leader, totalizando 5 mapas da cultura da soja. Os mapas de produtividade são gerados a partir de informações coletadas na colheita do produto. Esses dados são conseguidos com equipamentos equipados com GPS, sensor de umidade e de produtividade que no decorrer da colheita geram informações localizadas. A partir disso, unificou-se os mapas em um só com 3 classificações de zonas de produção: alta, média e baixa. Com a informação das zonas de alta e baixa produção foram coletadas amostras de solo até 1 m de profundidade em 5 pontos georrefenciados de cada zona distinta (alta e baixa). Nas avaliações das análises percebeu-se que O pH e saturação de bases e enxofre foram os atributos que deram maior relação com a produtividade em profundidade. O fósforo teve influência positiva com a produtividade até os 0,20 m de profundidade. A matéria orgânica não apresentou semelhanças com a produtividade. Em vista disso a correlação com fatores que influenciam na produção possibilitam ao produtor uma decisão de qual produto aplicar e em que quantidade, mais precisa por estar baseada em dados georreferenciados de sua área. Com isso consegue-se racionalizar o uso de recursos naturais e conseqüentemente do meio ambiente podendo ainda elevar os tetos produtivos das lavouras.por
dc.contributor.advisor1Pes, Luciano Zucuni
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4715914T9por
dc.contributor.referee1Schenato, Ricardo Bergamo
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4715704U2por
dc.contributor.referee2Miguel, Pablo
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4711590Y7por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/7718453041264862por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentAgronomiapor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Agricultura de Precisãopor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIApor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.