Show simple item record

dc.creatorUbessi, Cassiane
dc.date.accessioned2017-05-02
dc.date.available2017-05-02
dc.date.issued2015-07-24
dc.identifier.citationUBESSI, Cassiane. Processsing quality and tuber storability of potato clones. 2015. 78 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2015.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/5155
dc.description.abstractPotato tubers are used as food and seed. Post-harvest conditions affect tubers for both usages, since physiological changes occur during tuber storage. The objective of this work was to assess the processing quality and time until tuber sprouting of advanced clones of potato. We evaluate thirteen clones and two check varieties of potato in a storage room at 10ºC in two years. The processing quality was evaluated right before loading and after 30, 60, 90 and 120 days of storage for the fresh and dry weight content, chip color and reduced sugars. The experiment was a factorial of clone and storage time in the complete random design, with four repetitions. The percentage of fresh weight loss increased over time during storage, mainly at 120 days. The assessed clones presented dry weight content between 17.4% to 25.2 % during the cold storage. Chip color showed an intense yellow tone and acceptable color classification for the processing industry, even with the increase of reduced sugars during storage. The storage at 10 ºC extended in a 100 days the sprout process. The refrigerated storage promote physiological changes on the tubers, but this changes don´t compromise the use in the industry processing and also allows to increase the storability period of the tubers for both consumption and seeds.eng
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectSolanum tuberosum L.por
dc.subjectDormênciapor
dc.subjectDominância apicalpor
dc.subjectQualidade de processamentopor
dc.subjectSolanum tuberosum L.eng
dc.subjectDormancyeng
dc.subjectApical dominanceeng
dc.subjectProcessing qualityeng
dc.titleQualidade de processamento e tempo de armazenamento dos tubérculos de clones de batatapor
dc.title.alternativeProcesssing quality and tuber storability of potato cloneseng
dc.typeDissertaçãopor
dc.description.resumoOs tubérculos de batata são destinados tanto para a alimentação quanto para a propagação. Ambas as finalidades são influenciadas pelas condições de armazenamento, que é capaz de promover mudanças fisiológicas nos tubérculos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade de processamento e o tempo de armazenamento até a brotação dos tubérculos de clones avançados de batata. Foram avaliados 13 clones de batata e duas testemunhas, que foram submetidos ao armazenamento em câmera refrigerada a uma temperatura de 10 ºC em dois anos. A qualidade de processamento foi avaliada no momento do armazenamento, imediatamente após a cura, e aos 30, 60, 90 e 120 dias. Os caracteres avaliados foram massa fresca e seca, coloração de chips e o teor de açúcares redutores. Também foi anotado o número de dias para o rompimento da dormência e da dominância apical, quando respectivamente os tubérculos apresentaram um e dois brotos com pelo menos 2 mm de comprimento. O experimento foi um fatorial de clones e épocas de avaliação segundo o delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro repetições. O percentual de perda de massa fresca foi crescente ao longo do armazenamento refrigerado, sobretudo aos 120 dias. Os clones avaliados apresentaram teor de massa seca entre 17,4 % a 25,2 % ao longo do armazenamento refrigerado. A coloração de chips apresentou uma tonalidade amarela intensa e uma classificação aceitável para a indústria, mesmo com o aumento no teor de açúcares redutores após o armazenamento. O armazenamento a 10 ºC prolongou o processo de brotação em até 100 dias de armazenamento. O armazenamento refrigerado promove mudanças fisiológicas nos tubérculos, mas estas mudanças não comprometem a utilização na indústria de processamento, e também possibilita armazenar os tubérculos por um longo período para o consumo e plantio.por
dc.contributor.advisor1Bisognin, Dilson Antônio
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4791129Y6por
dc.contributor.referee1Sautter, Cláudia Kaehler
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4777443P7por
dc.contributor.referee2Souza, Zilmar da Silva
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4780535J4por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/1954806765349175por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentAgronomiapor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Agronomiapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIApor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.