Show simple item record

dc.creatorSteglich, Ana Guerreiro
dc.date.accessioned2015-03-25
dc.date.available2015-03-25
dc.date.issued2014-07-24
dc.identifier.citationSTEGLICH, Ana Guerreiro. THE EFFECT OF THE TOOTH WHITENING IN BOND STRENGTH OF ADHESIVE SYSTEMS TO ENAMEL.. 2014. 50 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2014.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/6150
dc.description.abstractWith the increasing demand of the population for dental bleaching and concomitant evolution of adhesive systems, has increasingly sought to know more about the relationship between bleaching and esthetic restorations. Because of that this work aims to evaluate the influence of in-office bleaching challenge the bond strength of adhesive systems to dental enamel. To this were randomly divided 40 permanent human molars were divided into 4 groups (n = 10) teeth in accordance with the Single Bond (3M ESPE) and Universal Single Bond (3M ESPE) and treatment (bleaching and whitening without). The teeth were prepared and had their root surface removed in the transverse direction with diamond disk, the coronal portion was sectioned along the axis of the tooth in the mesial - distal direction, resulting in two sections, which were embedded in acrylic resin in PVC rings, the eixar mode exposed enamel surface. The smooth surfaces were ground with 600-grit sandpaper under water cooling, so you obtain a flat surface. On the surface enamel adhesive system according to the group indicated and in accordance with the manufacturers recommendations was applied and after that the adhesive was light cured for 10 seconds. After light curing of the adhesive was a cylinder made of composite resin, with dimensions of 2.0 x1, 09mm, with the aid of an all perforated starch. The specimens of groups with whitening underwent 2 sessions of office bleaching with carbamide peroxide gel 37 % with an interval of 7 days between them. After that were stored in a thermal oven at 37 º C for 24h and then the mechanical test microshear was performed to measure the bond strength. Have the groups without bleaching were stored in a thermal oven 37 º C for 24h and then subjected to testing microshear. The data relating to test microshear, expressed in MPa, were subjected to statistical analysis. The sampling distribution of the data was assumed to follow normal after completion of the Kolmogorov - Smirnov test. The values of bond strength in MPa were subjected to analysis of variance of two factors in order to check the influence of the bleaching procedure after challenge adhesive and adhesive system. The significance level for all analyzes was 5% and these were performed in Minitab 17 software (Minitab Inc., State College, PA, USA). Analysis of variance was not able to point to significant differences factors prior treatment with acid or with self-etching adhesive conditioning. As for tooth whitening there were no significant differences (p = 0.272) .Also there were no significant differences in the adhesive system employed , SBU or BSA (p = 0.187) nor for the interaction between the two factors (p = 0.758 ) . So the thooth whitening is a safe procedure in this conditions.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectResistência de uniãopor
dc.subjectClareamento dentalpor
dc.subjectMicrocisalhamentopor
dc.subjectAdesivos dentáriospor
dc.subjectEsmaltepor
dc.subjectBond Strengtheng
dc.subjectTooth bleachingeng
dc.subjectMicrosheareng
dc.subjectDental Adhesiveeng
dc.subjectEnameleng
dc.titleEFEITO DO CLAREAMENTO DENTAL NA RESISTÊNCIA DE UNIÃO DE SISTEMAS ADESIVOS AO ESMALTEpor
dc.title.alternativeTHE EFFECT OF THE TOOTH WHITENING IN BOND STRENGTH OF ADHESIVE SYSTEMS TO ENAMEL.eng
dc.typeDissertaçãopor
dc.description.resumoCom o aumento da procura da população pelo clareamento dental e concomitantemente com a evolução dos sistemas adesivos, cada vez tem se buscado mais saber sobre a relação entre o clareamento e as restaurações estéticas. Frente a isso esse trabalho tem o objetivo de avaliar a influência clareamento dental de consultório na resistência de união de sistemas adesivos ao esmalte dentário. Para isso foram divididos aleatoriamente 40 dentes molares humanos permanentes que foram distribuídos em 4 grupos (n=10), de acordo com o sistema adesivo Single Bond (3M ESPE) e Single Bond Universal (3M ESPE) e tratamento (com clareamento e sem clareamento). Os dentes foram preparados e tiveram sua superfície radicular removida no sentido transversal com disco diamantado, a porção coronária foi seccionada ao longo eixo do dente no sentido mésio-distal, resultando em duas secções, que foram embutidas em resina acrílica em anéis de PVC, a modo de deixar exposta a superfície do esmalte. As faces lisas foram abrasionadas com lixa d água de granulação 600 sob refrigeração, para que se obtivesse uma superfície plana. Sobre a superfície de esmalte foi aplicado o sistema adesivo de acordo com o grupo indicado e com as recomendações dos fabricantes e após isso o adesivo foi fotopolimerizado por 10 segundos. Após a fotopolimerização do adesivo foi confeccionado um cilindro de resina composta, com dimensões de 2,0 x 1,09 mm, com o auxílio de um tubo de amido perfurado. Os espécimes dos grupos com clareamento foram submetidos a duas sessões de clareamento de consultório com gel de peróxido de carbamida 37% com intervalo de 7 dias entre elas. Após isso foram armazenados em estufa térmica a 37º C por 24 h e então foi realizado o ensaio mecânico de microcisalhamento para mensurar a resistência de união. Já os grupos sem clareamento foram armazenados em estufa térmica 37º C por 24 h e depois submetidos a ensaio de microcisalhamento. Os dados referentes ao ensaio de microcisalhamento, expressos em MPa, foram submetidos a análise estatística. A distribuição amostral dos dados foi assumida como seguindo a normal, após a realização do teste de Kolmogorov Smirnov. Os valores de resistência de união em MPa foram submetidos a análise de variância de dois fatores a fim de verificar a influência do desafio clareador após procedimento adesivo e sistema adesivo. O nível de significância considerado em todas as análises foi de 5% e essas foram realizadas no programa Minitab 17 (Minitab Inc., State College, PA, EUA). A análise de variância não foi capaz de apontar diferenças significativas para os fatores tratamento com condicionamento ácido prévio ou com adesivo autocondicionante. Quanto ao clareamento dental não houve diferenças significativas (p=0,272). Também não houve diferenças significativas quanto ao sistema adesivo empregado, SBU ou ASB (p=0,187), nem para a interação entre os dois fatores (p=0,758). Sendo assim o clareamento dental um procedimento seguro nas condições abordadas.por
dc.contributor.advisor1Silveira, Bruno Lopes da
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4762902U0por
dc.contributor.referee1Rocha, Rachel de Oliveira
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0239294008628766por
dc.contributor.referee2Montagner, Anelise Fernandes
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4211297Z0por
dc.contributor.referee3Mallmann, André
dc.contributor.referee3Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4703457U5por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/0440442219007267por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentOdontologiapor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências Odontológicaspor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIApor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.