Show simple item record

dc.creatorAndrade, Simone Rattay
dc.date.accessioned2007-11-20
dc.date.available2007-11-20
dc.date.issued2007-08-06
dc.identifier.citationANDRADE, Simone Rattay. VOCAL THERAPY OF BASE AND NASAL SOUNDS: EFFECTS ON HYPERKINETIC DISPHONY. 2007. 103 f. Dissertação (Mestrado em Fonoaudiologia) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2007.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/6410
dc.description.abstractThe proposal of the present study aimed to verify the effects of a speech therapy program that included the use of vocal orientation, adaptation of the breathing function and the technique of nasal sounds. It was investigated three individuals female with otolaryngological diagnosis of edema in the arytenoids area, small nodule in the right vocal fold, medium-subsequent rift and hemorrhagic points in both vocal folds; nodule in the left vocal fold and rift in the medium third; larynx without alterations; respectively. Otolaryngologists first examined people completely (ears, nose and throat), being also accomplished the videolaryngoscopy exam, for the visualization of the larynx s conditions and structures. After that, they were sent to the audiologic exam, in order to discard any hearing disorder. Later, the individuals without any hearing alterations were sent to individual speech therapy evaluations, in a private clinic, before the beginning of the treatment. Anamnesis, orofacial exam, corporal evaluation, and vocal evaluation were accomplished. During the treatment, they received orientations of vocal tract anatomy and physiology, voice cares, including therapy of water ingestion, breathing and posture aspects, besides of nasal sounds technique. The orientations and exercises done in the speech therapy sessions (with approximate time of 30 minutes), were also accomplished at home by the patients for more four days, once a day, for four months, in a total of sixteen sessions. After that, they were revalued to identify possible changes in the laryngeal and vocal aspects. The vocal data before and later accomplishment of the therapeutic program were submitted to the acoustics analyses, accomplished with the use of the Multi Dimensional Voice Program of Kay Elemetrics program, and perceptive-hearing accomplished by three judges (three speech therapy specialist in voice). The analysis of the results evidenced that the nasal sound, ally to the base therapy, propitiated: edema disappearance and of hemorrhagic points; decrease of medium-subsequent vocal rifts and nodules; better vibration of the mucous wave of the vocal folds; postural adaptation and kind of breathing; better breathing, speech and articulation coordination; better resonant focus, voice type, and loudness; pitch and fundamental frequency discreetly more acute; decrease of the noise and of the vocal instability. We came to the conclusion that the speech therapy base (breathing and posture orientation and adaptation), with emphasis in nasal sounds technique, promoted a positive effect on the structures of the vocal folds and on the vocal quality as a whole.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectFonoterapiapor
dc.subjectVozpor
dc.subjectTreinamento da vozpor
dc.subjectDistúrbios da voz/reabilitaçãopor
dc.subjectQualidade da vozpor
dc.subjectSpeech therapyeng
dc.subjectVoiceeng
dc.subjectVoice trainingeng
dc.subjectVoice disorders/rehabilitationeng
dc.subjectVoice qualityeng
dc.titleTERAPIA VOCAL DE BASE E SONS NASAIS: EFEITOS SOBRE DISFONIAS HIPERCINÉTICASpor
dc.title.alternativeVOCAL THERAPY OF BASE AND NASAL SOUNDS: EFFECTS ON HYPERKINETIC DISPHONYeng
dc.typeDissertaçãopor
dc.description.resumoA proposta do presente estudo visou verificar os efeitos de um programa fonoterapêutico que incluiu a utilização da orientação vocal, da adequação da função respiratória e da técnica de sons nasais em três indivíduos do sexo feminino com diagnóstico otorrinolaringológico de edema na região aritenóide, pequeno nódulo na prega vocal direita, fenda médio-posterior e pontos hemorrágicos em ambas pregas vocais; nódulo na prega vocal esquerda e fenda no terço médio; laringe sem alterações; respectivamente. Primeiramente, os indivíduos foram examinados por médicos otorrinolaringologistas de forma completa (ouvidos, nariz e garganta), sendo também realizado o exame de videolaringoscopia, para a visualização das condições e estruturas da laringe. Após, foram encaminhados para o exame audiológico, a fim de descartar qualquer alteração auditiva. Posteriormente, os indivíduos sem alterações auditivas foram encaminhados para as avaliações fonoaudiológicas, individualmente, em consultório particular, antes do início do tratamento. Foram realizados anamnese, exame orofacial, avaliação corporal, e avaliação vocal. No tratamento, receberam orientações sobre anatomofisiologia do aparelho fonador, cuidados com a voz, incluindo a hidratoterapia, aspectos sobre respiração e postura, além da técnica de sons nasais. As orientações e exercícios trabalhados nas sessões fonoaudiológicas (com tempo aproximado de 30 minutos), foram realizados também no domicílio pelo sujeito por mais quatro dias da semana, uma vez ao dia, durante quatro meses, num total de dezesseis sessões. Após, os sujeitos foram reavaliados para identificar possíveis mudanças nos aspectos vocais e laríngeos. Os dados vocais pré e pós-realização do programa terapêutico foram submetidos às análises acústica, realizada com a utilização do programa Multi Dimensional Voice Program da Kay Elemetrics, e perceptivo-auditiva realizada por três juízes (três fonoaudiólogas especialistas em voz). A análise dos resultados evidenciou que o som nasal, aliado à terapia de base, propiciou: desaparecimento de edema e de pontos hemorrágicos; diminuição de fendas vocais médio-posteriores e nódulos; melhora da vibração da onda mucosa das pregas vocais; adequação postural e do tipo respiratório; melhora da coordenação pneumofonoarticulatória; melhora do foco ressonantal, do tipo de voz, e da loudness; pitch e freqüência fundamental discretamente mais agudos; diminuição do ruído e da instabilidade vocais. Concluiu-se que, neste estudo, a fonoterapia de base (orientação e adequação da respiração e da postura), com ênfase na técnica de sons nasais, promoveu um efeito positivo sobre as estruturas das pregas vocais e sobre a qualidade vocal como um todo.por
dc.contributor.advisor1Cielo, Carla Aparecida
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4768372Z1por
dc.contributor.referee1Carrara-angelis, Elisabete
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4751092E6por
dc.contributor.referee2Keske-soares, Marcia
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4768009P6por
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4758145Z8por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentFonoaudiologiapor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Distúrbios da Comunicação Humanapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIApor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.