Show simple item record

dc.creatorBrasil, Brunah de Castro
dc.date.accessioned2011-09-27
dc.date.available2011-09-27
dc.date.issued2011-03-03
dc.identifier.citationBRASIL, Brunah de Castro. CHARACTERIZATION OF PHONES [s] AND [ʃ] THROUGH ACOUSTIC ANALYSIS. 2011. 128 f. Dissertação (Mestrado em Fonoaudiologia) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2011.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/6499
dc.description.abstractThe typical phonological development and phonological disorders are object of continuous studies in speech area, in order to characterize aspects such as phonemes acquisition, strategies of repairing presents in subjects produtions, articulatory and acoustic characteristics of sounds. In the last aspect, it becomes important, the comparison of speech data of adults and children to verify if the acoustic parameters are similar. Thus, the purpose of this study is to compare, with acoustic analysis, the prodution of [s] and [ʃ] of children with or without phonological disorders and adults, considering the acoustic parameters of duration of fricative noise, cutoff frequency of fricative noise, band of frequencies of stronger fricative noise concentration and formant transition of the following vowel. It was realized comparisons between the 31 subjects` data of speech, which were divided in three groups group of children with typical phonological development (average age of 7,12 (± 0,77)), group of children with phonological disorders (average age of 6,87 ((± 0,74) and group of adults (average age of 23,61 (± 3,445)). These subjects came from the schools of Santa Maria/RS city and from Speech Therapy and Audiology service of Federal University of Santa Maria and realized initial interview, screening and phonological evaluation. Speech data were collected in acoustically treated booth. To acoustic analysis there were used two softwares: Praat and Wavesurfer. To statistical analysis there were compared the group of children with typical phonological development to the group of children with phonological disorders and the group of adults to the group of children with typical phonological development. It was verified that, when some parameters are considered, such as duration of fricative noise and cutoff frequency of fricative noise, the children without phonological disorder productions are statistically equal to adults productions. Sometimes these groups productions are acoustically different, but not perceptually, what can be justified by the neuromaturational process, through which children are passing in the studied age. Yet, it was observed that the children with phonological disorder really performed substitutions of studied phones. An example of that is the case of [s], which was produced like a substitution, presents the same acoustic characteristics of an [s] correctly produced, this is, which represents the phoneme /s/. The parameters more efficient to differentiate [s] and [ʃ] were cutoff frequency of fricative noise and band of frequencies of stronger fricative noise concentration.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectAcústica da falapor
dc.subjectAdultopor
dc.subjectCriançapor
dc.subjectFalapor
dc.subjectFonéticapor
dc.subjectFonoaudiologiapor
dc.subjectDistúrbios da falapor
dc.subjectSpeech acousticseng
dc.subjectAdulteng
dc.subjectChildeng
dc.subjectSpeecheng
dc.subjectPhoneticseng
dc.subjectSpeech, language and hearing scienceseng
dc.subjectSpeech disorderseng
dc.titleCARACTERIZAÇÃO DOS FONES [s] E [ʃ] POR MEIO DA ANÁLISE ACÚSTICApor
dc.title.alternativeCHARACTERIZATION OF PHONES [s] AND [ʃ] THROUGH ACOUSTIC ANALYSISeng
dc.typeDissertaçãopor
dc.description.resumoO desenvolvimento fonológico típico e o desvio fonológico são alvos de incessantes estudos na área da Fonoaudiologia, no sentido de buscar a caracterização de aspectos como aquisição de fonemas, estratégias de reparo presentes na produção dos sujeitos, características articulatórias e acústicas dos sons. Neste último aspecto, torna-se importante, também, a comparação entre os dados obtidos na fala das crianças com dados de fala adulta, no sentido de verificar se os parâmetros acústicos se assemelham. Assim, o objetivo deste trabalho foi comparar, com auxílio da análise acústica, as produções de [s] e [ʃ] de crianças com desenvolvimento fonológico típico e com desvio fonológico e de adultos, considerando os parâmetros acústicos de duração do ruído fricativo, frequência de corte do ruído fricativo, banda de frequências de maior concentração de ruído fricativo e transição formântica da vogal seguinte aos fones estudados. Foram realizadas comparações entre os dados de fala de 31 sujeitos, divididos em três grupos grupo de crianças com desenvolvimento fonológico típico (com idade média de 7,12 anos, ± 0,77), grupo de crianças com desvio fonológico (com idade média de 6,87 anos, ± 0,74) e grupo de adultos (com idade média de 23,61 anos, ± 3,445). Os sujeitos advinham de escolas da cidade de Santa Maria/RS e do Serviço de Atendimento Fonoaudiológico da Universidade Federal de Santa Maria e realizaram entrevista inicial, triagem e avaliação fonológica. Os dados de fala a serem analisados foram coletados em cabine tratada acusticamente e para a realização da análise acústica foram utilizados dois softwares: Praat e Wavesurfer. Para análise estatística dos dados foram realizadas comparações entre o grupo de crianças com desenvolvimento fonológico típico e o grupo de adultos e entre crianças com desenvolvimento fonológico típico e com desvio fonológico. Verificou-se que, quando considerados alguns parâmetros acústicos, como duração do ruído fricativo e frequência de corte do ruído fricativo, as produções das crianças com desenvolvimento fonológico típico são estatisticamente iguais às produções dos adultos. Por vezes, as produções desses grupos apresentam-se diferentes acusticamente, mas não perceptivo-auditivamente, o que pode ser justificado pelo processo neuromaturacional que as crianças estão passando na idade pesquisada. Ainda, observou-se que as crianças com desvio fonológico apresentavam realmente substituições envolvendo os fones estudados. Um exemplo sobre este fato é o caso do [s] fruto de uma substituição (quando o alvo era o fonema /ʃ/) apresentar as mesmas características acústicas que um [s] corretamente produzido, isto é, que representa fonema /s/. Os parâmetros que se mostraram os mais eficientes na diferenciação dos fones [s] e [ʃ] foram frequência de corte do ruído fricativo e banda de frequências de concentração do ruído fricativo, para adultos e crianças com desenvolvimento fonológico típico.por
dc.contributor.advisor1Mezzomo, Carolina Lisbôa
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4779654H0por
dc.contributor.advisor-co1Mota, Helena Bolli
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4793722U3por
dc.contributor.referee1Keske-soares, Marcia
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4768009P6por
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4252391T6por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentFonoaudiologiapor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Distúrbios da Comunicação Humanapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIApor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.