Show simple item record

dc.creatorSantos, Naiana Oliveira dos
dc.date.accessioned2013-07-24
dc.date.available2013-07-24
dc.date.issued2013-01-17
dc.identifier.citationSANTOS, Naiana Oliveira dos. INSTITUTIONALIZED ELDERLY FAMILY: WORKERS PERSPECTIVE IN AN INSTITUTION FOR LONG RESIDENCE. 2013. 88 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2013.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/7368
dc.description.abstractInstitutions of Long Term for Elderly are places of residencial features, aiming the collective household of people equal or over 60 years, who seek protection and support that, frequently, are not available in their family and social environment. Thus, when the elderly come to live in these institutions there is a trend that they move away from their original families, changing habits and, consequently, the risk of isolation and dissatisfaction with life. The aim of this study is: to analyze the perspectives of workers at a nursing home on the families of institutionalized elderly; and the specific objectives are: to know the workers persception of a nursing home on the family of institutionalized elderly; understand how the workers notice the participation and the role of family life in the context of institutionalized elderly; and describe how workers perceive the role of the institution in relation to the institutionalized elderly. The research was qualitative, exploratory, where 16 workers of a multidisciplinary team working in a nursing home for elderly were interviewed. The data collection happened from February to June, 2012. The data was subjected to thematic analysis which converged in the preparing of three articles: Coexist is necessary: the Family as reference of institutionalized elderly , which presentes how workers perceive the families of seniors in nursing home. The workers notice that the family does not visit the institution, and it considers the celebration dates as the main occasions in which the family takes part in. They understand that the consanguineal family abandons their elderly and nobody takes its place. The second article is Participation and role of the family in the context of institutionalized elderly: the perspective of workers , presenting the different ways in which the elderly families get involved. The workers consider that the main role of family is the permanent responsability with its elderly, even after the institutionalization. The third article os The institution for seniors as a space to build a new family , pointing out that the role of nursing homes in relation to their elderly creates the possibility of constituting a new family within the institution. This relation also leads to a overload of being a family , because of the demands for care in the institution raise among the workers and the elderly. The study results help to pond about the workers in an elderly nursing home perspective on the elderly s families. When the family is presente the elderly are better in terms of health, adaptation and participation in the activities proposed by the workers. So the workers visualize the Family as a care system for the seniors, considering that coexisting may be a form of developing and maintaining an affective balance between elderly and their families. Regarding this, the different forms of participation for the family and the coexistence with the elderly in the nursing home contribute for the sênior, where they presente better health conditions and better life quality. Besides that, it is considered that the findings in this study may help to support actions of caring with old institutionalized people and their families.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectInstituição de longa permanência para idosospor
dc.subjectFamíliapor
dc.subjectTrabalhadorespor
dc.subjectEnfermagempor
dc.subjectHomes for the agedeng
dc.subjectWorkerseng
dc.subjectFamilyeng
dc.subjectNursingeng
dc.titleFamília de idosos institucionalizados: perspectivas de trabalhadores de uma instituição de longa permanênciapor
dc.title.alternativeInstitutionalized elderly family: workers perspective in an institution for long residenceeng
dc.typeDissertaçãopor
dc.description.resumoAs Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) são locais de caráter residencial, destinadas a domicílio coletivo de pessoas com idade igual ou superior a 60 anos, que buscam proteção e amparo que, frequentemente, não encontram no seu ambiente familiar e social. Deste modo, quando os idosos passam a viver nestas instituições, há uma tendência de afastamento da família de origem, de mudança de hábitos e consequentemente, risco de isolamento e insatisfação com a vida. Constituiu-se como objetivo geral deste estudo: analisar as perspectivas dos trabalhadores de uma ILPI sobre a família de idosos institucionalizados; e como objetivos específicos: conhecer a percepção dos trabalhadores de uma ILPI sobre a família de idosos institucionalizados; compreender como trabalhadores de uma ILPI percebem a participação e o papel da família no contexto de vida do idoso institucionalizado; e, descrever como trabalhadores de uma ILPI percebem o papel da instituição na relação com idosos institucionalizados. Pesquisa qualitativa, exploratória em que foram entrevistados 16 trabalhadores de uma equipe multidisciplinar de uma ILPI. A coleta dos dados ocorreu de fevereiro a junho de 2012. Os dados foram submetidos à análise temática que convergiu na elaboração de três artigos: Conviver é preciso: a família como referência de idosos institucionalizados , este artigo, apresenta o modo como os trabalhadores percebem a família do idoso na ILPI. Os trabalhadores visualizam que a família vai pouco na instituição, e consideram as datas comemorativas como sendo as principais ocasiões em que a família participa. Compreendem que há abandono da família consangüínea e que ninguém supre seu papel. O segundo artigo Participação e papel da família no contexto de vida do idoso institucionalizado: perspectiva de trabalhadores , apresenta as diferentes formas de participação da família do idoso. Os trabalhadores consideram que o principal papel da família é sua responsabilidade permanente para com o idoso, mesmo após sua institucionalização. O terceiro artigo A instituição de longa permanência para idosos como espaço de construção de uma nova família , aponta que o papel da instituição na relação com os idosos institucionalizados cria a possibilidade de constituição de uma nova família na ILPI. Nesta relação também ocorre a sobrecarga de ser família , pois as demandas de cuidado na instituição aumentam entre os trabalhadores e os idosos institucionalizados. Os resultados do estudo contribuem para a reflexão acerca das perspectivas dos trabalhadores de uma ILPI sobre a família dos idosos institucionalizados. Quando a família está presente, as idosas ficam melhores, em termos de saúde, adaptação e participação nas atividades propostas pelos trabalhadores. Assim os trabalhadores ao visualizarem a família enquanto sistema de cuidado para os idosos, consideram que a convivência pode ser uma forma de desenvolver e manter o equilíbrio afetivo entre idosos institucionalizados e sua família. Nesse sentido, as diferentes formas de participação da família e o não abandono do idoso na ILPI, contribuem para que o idoso apresente melhores condições de saúde e qualidade de vida. Além disso, considera-se que os achados no presente estudo podem ajudar para subsidiar ações de cuidado as pessoas idosas institucionalizadas e suas famílias.por
dc.contributor.advisor1Beuter, Margrid
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4780840Z1por
dc.contributor.advisor-co1Girardon-perlini, Nara Marilene Oliveira
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4703226Z0por
dc.contributor.referee1Paskulin, Lisiane Manganelli Girardi
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2192320530842593por
dc.contributor.referee2Leite, Marines Tambara
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4780103J4por
dc.contributor.referee3Budó, Maria de Lourdes Denardin
dc.contributor.referee3Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4703629J9por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/8857168132978003por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentEnfermagempor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Enfermagempor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEMpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.