Show simple item record

dc.creatorHinnah, Fernando Dill
dc.date.accessioned2015-10-27
dc.date.available2015-10-27
dc.date.issued2014-01-24
dc.identifier.citationHINNAH, Fernando Dill. NUMERICAL RISK ANALYSIS OF ALTERNARIA AND SEPTORIA LEAF SPOTS OCCURRENCE IN SUNFLOWER FOR DIFFERENT SEEDING DATES IN SANTA MARIA RS. 2014. 84 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2014.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/7601
dc.description.abstractSunflower is an alternative specie to the system of no-tillage and crop rotation. His inclusion in this system provides soil improvements and interruption on cycle of pests and diseases, which are responsible for losses of productivity of the mainly sown crops. In addition to these benefits this specie has characteristics of increased tolerance to drought than traditional crops such as soybean and corn, maintaining satisfactory yields even in dry years considereds. For inclusion in the rotation and maintaining satisfactory yields the knowledge of the best sowing dates is necessary. As the weather has interannual variability, the risk analysis for the sowing dates is required, through a study of probability with a long series of weather data for better definition. This study aims to determine the sowing date of sunflower in which lower severity of alternaria and septoria leaf spots in the RS Central Region occurs. For it has adapted and calibrated an algorithm providing a forecasting system diseases, based on data from leaf wetness duration, air temperature during the leaf wetness period and rain, calculating the accumulated severity values (VSCA) throughout the cycle. In this adaptation and calibration data from six experiments performed at the Department of Plant Science since 2007. Hourly values of weather data from 1968 to 2011 was estimated from the default readings, and use this algorithm were simulated for 14 different dates of sowing spaced in 15 days, beginning on August 1 and ending on February 16 of each year. Due to the interannual variability of ENSO and their influence on weather conditions, crop seasons years was apart in Neutral, La Niña and El Niño. The data generated from the analysis of variance and the means of Scott- Knott test at 5% probability of error was taken. In addition, the VSCA were subjected to analysis of probability distribution, verifying that the Weibull, lognormal and normal distributions has the best represent the distribution of values of severity of leaf spots on sunflower, both for the entire cycle and for the subperiods emergency-end of anthesis and early reproductive-final stage of anthesis sunflower. It was also found that the period between early February and late April is more favorable to leaf spots, while sowing dates from August 1 to October 16, resulting in lower severity values, differing significantly from later sowings. In El Niño years suffer the greatest severities of disease, followed by La Niña years, and finally with the lowest values of VSCA for Neutrals years.eng
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectHelianthus annuus L. datas de semeadurapor
dc.subjectMancha de alternáriapor
dc.subjectMancha de septóriapor
dc.subjectManchas foliares do girassolpor
dc.subjectHelianthus annuus L. sowing dateseng
dc.subjectAlternaria leaf spoteng
dc.subjectSeptoria leaf spot sunflower leaf spotseng
dc.titleANÁLISE NÚMERICA DE RISCO DE OCORRÊNCIA DAS MANCHAS DE ALTERNÁRIA E SEPTÓRIA EM GIRASSOL PARA DIFERENTES DATAS DE SEMEADURA, EM SANTA MARIA - RSpor
dc.title.alternativeNUMERICAL RISK ANALYSIS OF ALTERNARIA AND SEPTORIA LEAF SPOTS OCCURRENCE IN SUNFLOWER FOR DIFFERENT SEEDING DATES IN SANTA MARIA RSeng
dc.typeDissertaçãopor
dc.description.resumoO girassol é uma espécie alternativa para o sistema de plantio direto e rotação de culturas. Sua inserção neste sistema proporciona melhorias edáficas e interrupção do ciclo de pragas e doenças causadoras de perdas de produtividade nas culturas agrícolas mais semeadas. Além destes benefícios, esta espécie possui características de maior tolerância ao déficit hídrico do que culturas tradicionais como a soja e o milho, mantendo produtividades satisfatórias mesmo em anos considerados secos. Para a sua inclusão no sistema de rotação e manutenção de produtividades satisfatórias é necessário o conhecimento das melhores datas semeadura. Como as condições meteorológicas tem variabilidade interanual, é necessária a análise de risco para uma mesma data de semeadura, através de um estudo de probabilidade com uma série longa de dados meteorológicos para sua melhor definição. Este trabalho objetiva determinar a data de semeadura do girassol na qual ocorre menor severidade das manchas foliares de alternária e septória, na Região Central do RS. Para isso adaptou-se e calibrou-se um algoritmo provendo um sistema de previsão de doenças, baseado em dados de duração do molhamento foliar, temperatura do ar durante o período de molhamento foliar, e chuva, obtendo-se os valores de severidade calculada acumulados (VSCA) durante todo o ciclo. Nesta adaptação e calibração utilizaram-se dados de seis experimentos realizados no Departamento de Fitotecnia desde o ano de 2007. Os dados meteorológicos estimados para valores horários de 1968 até 2011, a partir das leituras padrão, e a utilização deste algoritmo, foram simuladas para 14 diferentes datas de semeadura espaçadas em 15 dias, iniciando em 01 de agosto e finalizando em 16 de fevereiro de cada ano. Devido à variabilidade interanual do fenômeno ENOS e sua influência sobre as condições meteorológicas, os anos separados em Neutros, La Niña e El Niño. A partir dos dados gerados foi feita a análise de variância e o teste de médias de Scott-Knott a 5% de probabilidade de erro. Além disso, os VSCA obtidos foram submetidos a análise de distribuição de probabilidade, verificando-se que as distribuições Weibull, lognormal e normal representam melhor a distribuição dos valores de severidade máxima das manchas foliares no girassol, tanto para o ciclo completo quanto para os subperíodos emergência-final da antese e início da fase reprodutiva-final da antese do girassol. Verificou-se ainda que o período entre o início de fevereiro e o final de abril é mais favorável às manchas foliares, enquanto que as datas de semeadura de 01 de agosto a 16 de outubro resultam nos menores valores de severidade, diferindo significativamente das semeaduras posteriores. Em anos El Niño ocorrem as maiores severidades das doenças, seguido pelos anos de La Niña, e finalmente com os menores valores de VSCA para os anos Neutros.por
dc.contributor.advisor1Heldwein, Arno Bernardo
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4788078U3por
dc.contributor.referee1Righi, Evandro Zanini
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4761177E5por
dc.contributor.referee2Trentin, Gustavo
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4773687T4por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/4277460786547843por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentEngenharia Agrícolapor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Agrícolapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ENGENHARIA AGRICOLApor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.