Mostrar registro simples

dc.creatorLamberti, Lucas Alves
dc.date.accessioned2015-06-01
dc.date.available2015-06-01
dc.date.issued2015-05-26
dc.identifier.citationLAMBERTI, Lucas Alves. CYCLE ANALYSIS LIFE AND COST OF PILLAR WITH DIFERENT CONCRETE MIXTURES FRONT THE CARBONATION FROM CRADLE TO GRAVE. 2015. 188 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2015.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/7876
dc.description.abstractThe concrete is the principal featured in the construction industry, in terms of volume and demand of natural resources for its production. It is need to seek sustainability through researches to assist in the upgrade industry. Studies for this purpose have been gaining ground in different areas, and exploring important information to human knowledge. Besides the environmental assessment, it is interesting to apply economic aspects. This research seeks to assess the sustainability of structural concrete by durability testing of carbonation in the laboratory and analyzing the modular Life Cycle Assessment (LCA - m) through the computer program SimaPro and Life Cycle Costs Analysis (LCCA). Evaluated the sustainability assessment of a reinforced concrete pillar of a standard building in Santa Maria region, RS - Brazil, ranging from the cement type (CPII - Z, CPIV and CPV-ARI) and characteristic strength levels (fck 30 and 50 MPa), since the phases of production, use, maintenance and deconstruction/recycling of this functional unit (period between cradle-togate). It is useful life was estimate by the analysis of carbonation coefficients, by natural and accelerated methods. It was conclude that the increase in concrete strength from 30 to 50 MPa is favorable in all the studied factors. The cement variation was decisive for fck = 30 MPa, for the life of the project for minimum standard was not met with CPIV and CPV-ARI. The cement CPII-Z achieved the best results.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectSustentabilidade do concretopor
dc.subjectCarbonataçãopor
dc.subjectAnálise do ciclo de vidapor
dc.subjectCusto do ciclo de vidapor
dc.subjectSustainability of concreteeng
dc.subjectCarbonationeng
dc.subjectLife cycle assessmenteng
dc.subjectLife cycle costs analysiseng
dc.titleANÁLISE DO CICLO DE VIDA E DE CUSTO DE PILAR COM DIFERENTES TRAÇOS DE CONCRETO FRENTE A CARBONATAÇÃO: DO BERÇO AO TÚMULOpor
dc.title.alternativeCYCLE ANALYSIS LIFE AND COST OF PILLAR WITH DIFERENT CONCRETE MIXTURES FRONT THE CARBONATION FROM CRADLE TO GRAVEeng
dc.typeDissertaçãopor
dc.description.resumoO concreto é o principal destaque na indústria da construção, em termos de volume e demanda de recursos naturais para sua produção. É preciso buscar sua sustentabilidade, através de pesquisas que auxiliem na atualização da indústria. Estudos com esta finalidade vêm ganhando espaço nas diferentes áreas, e explorando informações importantes para o conhecimento humano. Além da avaliação ambiental, torna-se interessante a aplicação de aspectos econômicos. Esta pesquisa busca avaliar quantitativamente a sustentabilidade do concreto estrutural através de ensaio de durabilidade à carbonatação em laboratório utilizando Análise do Ciclo de Vida modular (ACV-m) por meio do programa computacional SimaPro e do Custo do Ciclo de Vida (CCV). Avaliou-se a sustentabilidade de um pilar de concreto armado de uma edificação padrão da região de Santa Maria, RS Brasil, variando-se o tipo de cimento (CPII-Z, CPIV e CPV-ARI) e níveis de resistência característica à compressão (fck 30 e 50 MPa), desde as fases de produção, de uso, de manutenção e de desconstrução/reciclagem desta unidade funcional estrutural (período compreendido entre berço e o túmulo). Sua vida útil foi estimada pela análise dos coeficientes de carbonatação, por meio dos métodos natural e acelerado. Concluiu-se que o acréscimo da resistência do concreto de 30 para 50 MPa é favorável em todos os fatores estudados. A variação do cimento foi decisiva para fck = 30 MPa, pois a vida útil de projeto mínima por norma não foi atingida com CPIV e CPV-ARI. O cimento CPII-Z obteve os melhores resultados.por
dc.contributor.advisor1Isaia, Geraldo Cechella
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4787985U6por
dc.contributor.referee1Kirchhof, Larissa Degliuomini
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5442321946917625por
dc.contributor.referee2Passuello, Ana Carolina Badalotti
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/2127623490383448por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3949665856490989por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentEngenharia Civilpor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Civilpor
dc.subject.cnpqCNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA CIVILpor


Arquivos deste item

Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples