Show simple item record

dc.creatorDenardi, Luciano
dc.date.accessioned2007-09-28
dc.date.available2007-09-28
dc.date.issued2004-09-17
dc.identifier.citationDENARDI, Luciano. WOOD ANATOMY AND LEAF MORPHOLOGY OF Blepharocalyx salicifolius (H. B. K.) Berg, FROM TWO PROVENANCES IN RIO GRANDE DO SUL BRAZIL.. 2004. 109 f. Dissertação (Mestrado em Recursos Florestais e Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2004.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/8799
dc.description.abstractThe purpose of this work is the description and comparison of wood anatomy and leaf morphology of Blepharocalyx salicifolius (H. B. K.) Berg (Myrtaceae), from two regions in the State Rio Grande do Sul Brazil: Serra do Sudeste and Campos de Cima da Serra . They were collected 6 samples of wood, three from each provenance. The wood microtechnique followed the standard procedures used in the Wood Anatomy Laboratory of the Federal University of Paraná (Curitiba-Brazil). For the maceration of wood samples it was used the Jeffrey method. From each plant, it was also collected leaf branches from different points in the canopy. The main results are listed as follows: the wood anatomy agrees, in general lines, with the typical standard of the family, congregating a big number of narrow and solitary vessels, with simple perforation plates, besides diffuse apotracheal parenchyma, heterogeneous rays and bordered pit fibres. The qualitative features of the wood anatomy do not express differences between the two provenances, with the exception of pith flecks. With respect to the quantitative wood features, on the other hand, they showed important differences about the struture of vessels, axial parenchyma, rays and fibres. For the Serra do Sudeste samples, they were found xeric evidences in the wood (a larger number of small vessels, besides shorter vessel members and fibres), as well as in the leaf morphology (narrower and shorter leaves, with small leaf area), in comparison with those from the Campos de Cima da Serra region. The differences observed in the wood anatomy and leaf morphology may be interpreted as adaptative responses to environment conditions.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectEngenharia florestalpor
dc.subjectMadeirapor
dc.subjectAnatomia vegetalpor
dc.subjectBotãnicapor
dc.subjectTaxonomiapor
dc.subjectMirtaceaspor
dc.subjectLenhopor
dc.subjectMorfologia foliarpor
dc.titleESTUDO ANATÔMICO DO LENHO E MORFOLOGIA FOLIAR DE Blepharocalyx salicifolius (H. B. K.) Berg, EM DUAS REGIÕES DO RIO GRANDE DO SUL.por
dc.title.alternativeWOOD ANATOMY AND LEAF MORPHOLOGY OF Blepharocalyx salicifolius (H. B. K.) Berg, FROM TWO PROVENANCES IN RIO GRANDE DO SUL BRAZIL.eng
dc.typeDissertaçãopor
dc.description.resumoEste trabalho teve por objetivos a descrição e a comparação da estrutura anatômica da madeira e da morfologia foliar da murta Blepharocalyx salicifolius (H. B. K.) Berg (Myrtaceae) , em duas regiões do Estado do Rio Grande do Sul: Serra do Sudeste e Campos de Cima da Serra . Foram coletados 6 exemplares da espécie, três em cada procedência. Para a confecção de lâminas histológicas, seguiu-se a técnica padrão, utilizada no Laboratório de Anatomia da Madeira da Universidade Federal do Paraná. Para a maceração, utilizou-se o método de Jeffrey. De cada indivíduo, foram também coletados ramos com folhas em diferentes posições da copa. Os principais resultados são listados a seguir: a anatomia da madeira concorda, em linhas gerais, com o padrão típico da família, reunindo um grande número de poros estreitos e solitários, com placas de perfuração simples, além de parênquima apotraqueal difuso, raios heterogêneos e fibras com pontoações areoladas. Qualitativamente, a madeira não revelou diferenças expressivas entre as procedências, exceto pela presença de máculas medulares. Sob o ponto de vista de suas características quantitativas, ao contrário, foram encontradas diferenças importantes em diversos aspectos da estrutura de vasos, parênquima axial, raios e fibras. Nas amostras da Serra do Sudeste , foram constatadas características xéricas no lenho (poros numerosos e pequenos; elementos vasculares e fibras de comprimento menor), bem como em sua morfologia foliar (folhas mais curtas, estreitas e de área foliar reduzida), em comparação com a região dos Campos de Cima da Serra . Quanto ao índice de vulnerabilidade, não foi encontrada diferença significativa entre as procedências. As alterações verificadas no lenho e na morfologia foliar podem ser interpretadas como resposta adaptativa da espécie aos respectivos ambientes.por
dc.contributor.advisor1Marchiori, José Newton Cardoso
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4788373U5por
dc.contributor.referee1Santini, Elio José
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4783681D3por
dc.contributor.referee2Muniz, Graciela Ines Bolzon de
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4785424P0por
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4760086U2por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentRecursos Florestais e Engenharia Florestalpor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Florestalpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTALpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.