Mostrar registro simples

dc.creatorOliveira, Vinicius de Abreu
dc.date.accessioned2017-05-10
dc.date.available2017-05-10
dc.date.issued2006-08-17
dc.identifier.citationOLIVEIRA, Vinicius de Abreu. Mapas de densidade e velocidade e estimativa de distância da região H II galáctica NGC 2579. 2006. 88 f. Dissertação (Mestrado em Física) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2006.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/9187
dc.description.abstractAn observational study was accomplished about the range of eletron density in the HIIregion NGC 2579 and estimate its distance from the 8un and from the centre of the Galaxy. Long slit spectrophotometric data with high noise signal in the 6000 to 7000 Á were obtained by using the 1.60 m telescope of the Laboratório Nacional de Astrofísica LNA), MG. We observed the Hllregion at 15 distinct positions in the direetion North-8outh; the distance among the slit's positions was 5", the size of the slit was 5.63' and its orientation-was East-West. Photometry was used in the BVR filters on 0.60 m telescope of the LNA, and the U and nebulars filters, centred in HQ and 6450 Á on 1.50 telescope of the Observatório Astronômico Nacional, 8an Pedro Mártir, México. Unidimendionals spectra were extracted by each bidimensional speetrum with sectors of size 5" in the direction East- West. The electron density was estimate by [811] ()'6716 / ),6731) line ratio, which showed a variation from 1 900 em -3, in eenter of the H 11 region, to 70 cm -3, in the edge of the nebula. Through the data obtained, it was possible to build a eletron density map, with space resolution of 5" x 5", it suggesting a strong gradient of eletron density, characterized as the ehampange effect in the H 11 region NGC 2579. An HQ map was built and, throught the shift owing to Doppler effect, it was possible to compute the velocity in each point over NGC 2579 and build a radial velocity map, both have a space resolution of 5" x 5". An additional result showed that the Hllregion NGC 2579 is formed by two ionized gas mass, one more bright central nebulosity and a nebulosity with less brightness at southeast of the first. In the photometry, we found the visual aparent magnitude (V) and the colors (U-B) and (B- V) for the ionizing stars of the nebula. Finally, we used three differents methods to compute the distance of the H 11 region. We found the heliocentric distance ranging from 7.11 to 10.53 kpc, and the distance from the Galactic center ranging from 12.44 to 15.18 kpc depending on the methods used.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectAstrofísicapor
dc.subjectMeio Interestelarpor
dc.subjectRegião HIIpor
dc.titleMapas de densidade e velocidade e estimativa de distância da região H II galáctica NGC 2579por
dc.typeDissertaçãopor
dc.description.resumoRealizou-se um estudo observacional sobre a variação da densidade eletrônica na região HlI NGC 2579 e a estimativa de sua distância em relação ao Sol e ao centro Galáctico. Medidas espectrofotométricas de fenda longa de alto sinal de ruído na faixa de 6000 a 7000 A foram obtidas utilizando o espectrógrafo Cassegrain acoplado ao telescópio de 1,60 m do Laboratório Nacional de Astrofísica, MG. Foram feitas observações em 15 posições ao longo da direção Norte-Sul com espaçamento de 5", utilizando a fenda de 5,63' orientada na direção Leste-Oeste. Utilizaram-se imagens fotométricas nos filtros BVR, obtidas com o telecópio de 0,60 m do Laboratório Nacional de Astrofísica, MG, e imagens nos filtros U e nebulares, centrados em Ha e em 6450 A, com o telescópio de 1,50 m de diâmetro do Observatório Astronômico Nacional, San Pedro Mártir, México. De cada espectro bidimensional, foram extraídos espectros unidimensionais de setores de 5" ao longo da direção Leste-Oeste. Como senso r de densidade eletrônica, utilizou-se a razão de linhas [S lI] (,X6716j À6731), obtendo-se um valor para a densidade eletrônica variando de 1 900 cm -3, no centro da região HlI, a 70 cm-3, nas partes mais externas da nebulosa. Desta forma, foi obtido um mapa de densidade eletrônica em NGC 2579 com resolução espacial de 5" x 5", sugerindo um forte gradiente de densidade eletrônica, caracterizado como efeito champagne na região HlI NGC 2579. Foi construído um mapa de Ha e, através do deslocamento devido ao efeito Doppler, estimou-se a velocidade em cada ponto, gerando-se um mapa de _distribuição de velocidade em NGC 2579, ambos com a mesma resolução espacial de 5" x 5". Como resultado adicional, verificou-se que a região HlI NGC 2579 é composta por duas massas de gás ionizadas, uma central e mais brilhante e a outa menor e com menor brilho, a sudeste da primeira. Como resultado fotométrico foram obtidas a magnitude visual (V) e as cores (U-B) e (B- V) para as estrelas ionizantes da nebulosa. E, finalmente, três métodos foram utilizados para a estimativa de distância, encontrando-se a distância heliocêntrica variando de 7,11 kpc a 10,53 kpc, e a distância ao centro da Via Láctea variando de 12,44 a 15,18 kpc, conforme o método utilizado.por
dc.contributor.advisor1Copetti, Marcus Vinicius Fontana
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4781744E8por
dc.contributor.referee1Costa, Roberto Dell'aglio Dias da
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4785875A0por
dc.contributor.referee2Schmidt, Alex Andre
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4781418A3por
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4710928T0por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentFísicapor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Físicapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::FISICApor


Arquivos deste item

Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples