Show simple item record

dc.creatorKummer, Daiane Aline
dc.date.accessioned2015-05-21
dc.date.available2015-05-21
dc.date.issued2015-01-23
dc.identifier.citationKUMMER, Daiane Aline. CRITICAL MULTIMODAL LITERACY: FROM THE PERSPECTIVE OF TEXTBOOKS AND TEACHERS OF ENGLISH AND BIOLOGY. 2015. 149 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2015.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/9916
dc.description.abstractConsidering the multimodal nature of genres (KRESS; VAN LEEUWEN, 2006), the study about how the different semiotic resources articulate is essential, in the sense of motivating the development of knowledge about the semiotic resources that constitute genres, that is, critical multimodal literacy (CML). In order to understand how this knowledge is considered in the school context, the objective of this study is to verify (with focus on static imagetic semiotic resources) how textbooks (TBs) and teachers, of English and Biology, recontextualize the concept of CML. This study is based theoretically and methodologically on the Critical Genre Analysis perspective (MOTTA-ROTH, 2008a), with focus on Multimodal Discourse Analysis (KRESS; VAN LEEUWEN, 1996; 2006). The corpus of this research comprehends a) didactic activities of text comprehension and production from two TBs, one of English language (ELTB) (AGA, 2010) and one of Biology TB (BTB) (AMABIS; MARTHO, 2009), offered by PNLD; and b) interview answers from public school teachers, from Santa Maria, that adopt the selected TBs. The study followed two steps, a contextual and a textual step. In the contextual analysis, the investigation of the TBs contexts of production and distribution involved the analysis of documents related to the TBs in search for linguistic exponents that refer to visual semiotic resources. The analysis of the context of consumption comprehended teachers interviews in order to verify to what extent and how CML is approached in classroom by using TBs. In the textual analysis, we analyzed the activities instructions from the selected TBs in order to find linguistic exponents that make reference to static imagetic semiotic resources. Based on this analysis, we classified the activities according to their focus on CML knowledge that is related to the language levels. The results of the contextual analysis show that the need to consider the visual semiotic resources of texts is recognized in the TBs contexts. In the textual analysis, we verified that the ELTB activities reflect, in part, the contextual results once 50% of the activities refer to visual semiotic resources. Differently, in the BTB, these resources are referred by only 20% of the activities. Regarding the types of knowledge of CML referred by the activities from the TBs and the ones suggested by the teachers on the interviews, we identified a divergence in relation to the contexts of production and distribution: while the TBs and the interviews analysis suggest a focus on lexicogrammar and semantics and pragmatics levels, the analysis of the contexts of production and distribution reveals the focus on the ideological level. The ideological perspective, in the context of production and distribution of TBs, derives from the premise that the knowledge developed in class should not be only related to the propositional content of the area (BRASIL, 2006a; 2006b), but should be in service for an informed participation of the students in society. In this sense, this study shows the urgency of reflecting upon the material we use in class, in order to adapt it, especially considering the development of CML.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectLetramento multimodal críticopor
dc.subjectLivros didáticos de inglês e de biologiapor
dc.subjectProfessores de inglês e de biologiapor
dc.subjectRecursos semióticos visuaispor
dc.subjectCritical multimodal literacyeng
dc.subjectEnglish language and biology textbookseng
dc.subjectEnglish language and biology teacherseng
dc.subjectVisual semiotic resourceseng
dc.titleLetramento multimodal crítico: sob a perspectiva de livros didáticos e de professores de inglês e de biologiapor
dc.title.alternativeCritical multimodal literacy: from the perspective of textbooks and teachers of english and biologyeng
dc.typeDissertaçãopor
dc.description.resumoDada a natureza multimodal dos gêneros discursivos (KRESS; van LEEUWEN, 2006), o estudo sobre como os diferentes recursos semióticos se articulam é essencial no sentido de motivar o desenvolvimento de conhecimentos em relação aos recursos semióticos que constituem os gêneros, ou seja, de letramento multimodal crítico (LMC). No intuito de entender como esses conhecimentos são abordados no contexto escolar, o objetivo deste estudo é verificar (com foco nos recursos semióticos imagéticos estáticos) como livros didáticos (LDs) e professores, de inglês e de biologia, recontextualizam o conceito de LMC. Este trabalho tem como base teórica e metodológica a Análise Crítica de Gênero (MOTTA-ROTH, 2008a), com foco na Análise do Discurso Multimodal (KRESS; van LEEUWEN, 2006). O corpus desta pesquisa compreende: a) atividades didáticas de compreensão e produção textual de dois LDs, um de inglês (LDI) e um de biologia (LDB), oferecidos pelo PNLD; e b) respostas a entrevistas de professores de escolas públicas estaduais de Santa Maria, que adotam os LDs selecionados. O estudo se deu em duas etapas: uma contextual e uma textual. Na etapa contextual, a investigação do contexto de produção e de distribuição envolveu a análise de documentos referentes aos LDs em busca de índices linguísticos que se referem a recursos semióticos visuais. A análise do contexto de consumo dos LDs compreendeu entrevistas com professores, no intuito de verificar em que medida e como o LMC é abordado em sala de aula por meio de LDs. Na etapa textual, analisamos os enunciados das atividades didáticas de ambos os LDs a fim de encontrar expoentes linguísticos que fizessem referência a recursos semióticos imagéticos estáticos. A partir dessa verificação, classificamos as atividades de acordo com seu enfoque aos conhecimentos de LMC, que estão relacionados aos estratos linguísticos. Os resultados contextuais apontam que a necessidade de se considerar os recursos semióticos visuais dos textos é reconhecida nos contextos dos LDs. Na análise textual, verificamos que as atividades do LDI refletem, em parte, os resultados da análise contextual, uma vez que 50% das atividades se refere a recursos semióticos visuais. Diferentemente, no LDB, esses recursos são abordados em apenas 20% das atividades. Com relação aos tipos de conhecimentos de LMC abordados pelas atividades dos LDs e pelas atividades sugeridas pelos professores, identificamos uma divergência com relação à análise do contexto de produção e de distribuição: enquanto a análise dos LDs e das entrevistas sugerem um foco nos estratos da lexicogramática e da semântica e pragmática, as análises do contexto de produção e de distribuição revelam o foco no estrato ideológico. Essa perspectiva ideológica, em documentos do contexto de produção e distribuição dos LDs, deriva da premissa de que os conhecimentos desenvolvidos em sala de aula não deveriam estar atrelados apenas ao conteúdo proposicional da área (BRASIL, 2006a; 2006b), mas estar a serviço de uma participação informada do aluno na sociedade. Este estudo, portanto, evidencia a urgência de se refletir sobre o material didático que utilizamos em sala de aula, de modo a adaptá-lo, principalmente no que diz respeito ao desenvolvimento de LMC.por
dc.contributor.advisor1Hendges, Graciela Rabuske
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4794807U6por
dc.contributor.referee1Martins, Isabel Gomes Rodrigues
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5160665761520226por
dc.contributor.referee2Nascimento, Roséli Gonçalves do
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/3171221356507465por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/2885960911632769por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentLetraspor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Letraspor
dc.subject.cnpqCNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRASpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.