Show simple item record

dc.contributor.advisorVianna, Vera Lúcia Lenz
dc.creatorMoura, Patricia de Souza
dc.date.accessioned2017-10-09T19:32:14Z
dc.date.available2017-10-09T19:32:14Z
dc.date.issued2017-07-18
dc.date.submitted2017
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/11827
dc.descriptionTrabalho de conclusão de curso (graduação) - Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Artes e Letras, Curso de Letras - Licenciatura em Inglês e Literaturas da Língua Inglesa, RS, 2017.por
dc.description.abstractThis paper aims to analyze the diversity of masculine figures in The Hobbit, a fantasy novel written by J.R.R. Tolkien.Some elements of the Fantasy genre are introduced, in order to locate the analyzed novel in its literary genre, as well as a brief analysis on the society in which the story takes place. The female invisibility is discussed based on Pierre Bourdieu’s theory on the patriarchy, as a means to introduce this diverse male universe.After the explanation on Tolkien’s diegetic universe and the rules in which “Middle Earth’s” societies are based on, the focus of analysis will be the actant characters of the novel.Through the analysis of characters from different species – Bilbo Baggins (hobbit), Thorin Oakenshield (dwarf), Gandalf (wizard), Elrond e Elvenking (elves) e Beorn (skin-changer) – it is possible to identify the variety amongst the species, as well as the social relations that take place in this universe. Because nowadays The Hobbit is widely known, such analysis is necessary to start a dialogue about the novel’s content and part in current society.eng
dc.languageengpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/*
dc.subjectFantasiapor
dc.subjectDominação masculinapor
dc.subjectLiteratura popularpor
dc.subjectFantasyeng
dc.subjectPopular literatureeng
dc.subjectMale dominationeng
dc.titleMale domination and diversity in The Hobbitpor
dc.title.alternativeDominação e diversidade masculina em O Hobbitpor
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso de Graduaçãopor
dc.degree.localSanta Maria, RS, Brasilpor
dc.degree.graduationLetras - Licenciatura em Inglês e Literaturas da Língua Inglesapor
dc.description.resumoO presente trabalho tem como objetivo analisar a diversidade de figuras masculinas em The Hobbit, narrativa de fantasia escrita por J.R.R. Tolkien. São apresentados alguns elementos do gênero Fantasia, para situar o romance analisado em seu gênero literário, bem como uma breve análise da sociedade na qual a história ocorre. Tomando como base a teoria de Pierre Bourdieu sobre o patriarcado, a invisibilidade feminina neste universo é discutida de modo a introduzir este ambiente masculino diverso. Após a explanação sobre o universo diegético criado por Tolkien e sobre as normas pelas quais as diversas sociedades inseridas na narrativa funcionam, o foco de análise passa a ser os personagens actantes do romance.Através da análise de personagens de diferentes espécies – Bilbo Baggins (hobbit), Thorin Oakenshield (anão), Gandalf (mago), Elrond e Elvenking (elfos) e Beorn (troca-peles) – é possível identificar a diversidade masculina presente entre as espécies, bem como as relações sociais que ocorrem dentro deste universo. Por ser uma narrativa amplamente conhecida atualmente, tal análise é necessária para que haja um diálogo sobre o papel e o conteúdo da obra na sociedade atual.por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.subject.cnpqCNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRASpor
dc.publisher.unidadeCentro de Artes e Letraspor


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Acesso Aberto
Except where otherwise noted, this item's license is described as Acesso Aberto

O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.