Show simple item record

dc.contributor.advisorMerck, Ana Maria Thielen
dc.creatorBertazzo, Angela Medianeira
dc.date.accessioned2016-01-15T12:30:11Z
dc.date.available2016-01-15T12:30:11Z
dc.date.issued2008-12-17
dc.date.submitted2008
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/1202
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais, Curso de Especialização em Educação Ambiental, RS, 2008.por
dc.description.abstractThe teacher of the Portuguese language discipline prepares the generations for the writing, orality, interpretation of texts, production of other texts, literature and mastery of the native language, in short, its literacy. The teacher also, has even more responsibility about the subjects worked on the textbooks, which must be current and within the context of the student. The environmental issues that have been presented should be taken as priorities in chosen and recommended compendiums of texts to schools. From a questionnaire answered during the period from 17/10/2007 to 20/11/2007 by twenty-four teachers of Portuguese Language discipline of Primary Public Schools at the city of Santa Maria-RS, this work was intended to verify the profile of teachers front their subjects, the textbooks, teaching and practice developed; what motivated the choice of textbooks; what are their difficulties in practice, if the students have difficulties in learning, where they improve their knowledge, if they use current issues in the classroom, and their knowledge about Environmental Education. From the results it was verified that teachers have good experience about the discipline, but 84% have a maximum of six years at the current school, and also they take over of four classes of twenty-four students per class, 70.83% have specialization course, and 33% do not participate on the choice of textbooks; and the practices have been worked (93%), but the students have difficulties in learning (46%); The teachers work with current issues (74%); and 68% have a good perception about Environmental Education. At the end of the study were compiled considerations and suggestions.eng
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectPercepção ambientalpor
dc.subjectEnsino de língua portuguesapor
dc.subjectLivro didáticopor
dc.subjectPrática docentepor
dc.subjectEnsino fundamentalpor
dc.titleA percepção ambiental do professor da disciplina de Língua Portuguesa: do livro didático à prática docentepor
dc.title.alternativeThe environmental perception of the Portuguese Language teacher discipline: from the textbook to the teacher practiceeng
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso de Especializaçãopor
dc.degree.localSanta Maria, RS, Brasil.por
dc.degree.specializationEducação Ambientalpor
dc.description.resumoO professor da disciplina de Língua Portuguesa prepara as gerações para a escrita, a oralidade, interpretação de textos, produção de outros textos, literatura e domínio da língua materna, em resumo o seu letramento, e tem responsabilidade dobrada quanto aos temas abordados nos textos dos livros didáticos, que devem ser atuais e dentro do contexto do aluno. As questões ambientais que têm se apresentado no nosso tempo devem ser retratadas e tratadas como prioridades nos textos dos compêndios escolhidos e ou indicados às escolas. Este trabalho, a partir de um questionário aplicado no período entre 17/10/2007 a 20/11/2007, a vinte e quatro professores da disciplina de Língua Portuguesa de Escolas Públicas de Ensino Fundamental, na cidade de Santa Maria-RS, teve por finalidade verificar o perfil desses professores frente às suas disciplinas, o livro didático, o ensino e as práticas desenvolvidas; o que os motivaram na escolha do livro didático; quais suas dificuldades nas práticas; se há dificuldades de aprendizado dos alunos; onde aprimoraram seus conhecimentos; se usam temas atuais na sala de aula; e seu conhecimento sobre o tema Educação Ambiental. A partir dos resultados verificou-se que os professores têm boas experiências na disciplina, mas 84% têm, no máximo, seis anos na escola atual, e trabalham com quatro turmas com vinte e quatro alunos por turma; 70,83% têm pósgraduação; e 33% não participam da escolha do livro didático; as práticas têm sido trabalhadas (93%), mas os alunos têm dificuldades de aprendizado (46%); trabalham com temas atuais (74%); e 68% têm uma boa percepção sobre o tema Educação Ambiental. Ao final do trabalho foram elaboradas considerações e sugestões.por
dc.publisher.unidadeCentro de Ciências Ruraispor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

  • Educação Ambiental [141]
    Coleção de trabalhos de conclusão do Curso de Especialização em Educação Ambiental

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.