Show simple item record

dc.contributor.advisorCielo, Carla Aparecida
dc.creatorD’Avila, Helena
dc.date.accessioned2016-05-02T14:04:31Z
dc.date.available2016-05-02T14:04:31Z
dc.date.issued2005-03
dc.date.submitted2005
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/1561
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências da Saúde, Curso de Especialização em Fonoaudiologia, RS, 2005.por
dc.description.abstractThe objective of this work was to verify the vocal modifications that occurred after the utilization of the vocal reabilitation technique with the emission of the fricative hearing sound /Z/ in ten adult women that had no vocal alterations or laryngeal diseases. The subjects answered an interview, they made an otolaryngologic evaluation and audiometric exam, vocal and acoustic evaluation as well as hearing perception, and then they auto-evaluated their voices. They had the characteristics of being adult, with no alcoholic and smoking habits; they had neither allergic, faryngeal, oral and nasal alterations, nor in their lungs and in the endocrinal, estomatognatic and digestive systems; they didn t know the technique; there were no hearing and alterations. The acoustic, hearing-perception and electroglottographic (EGG) measuring were made before and after the production of the technique so that they could be compared afterwards. The subjects also auto-evaluated their voices after the technique. The hearing-perception analysis was made directly from the voice recorded by the computer program Doctor Speech, version 4.0, Voice Assessment of Tiger Eletronics®,from Seatle, USA, simultaneously with the acoustic and electroglottographic (EGG) analysis. The evaluations were made in the voice laboratory of the speech, language and hearing sciences service in UFSM / RS. At the end of the evalutions, all of them were tabulated and the statistically significance was calculated among the incoming of the evaluted parameters in the acoustic analysis of the voice and the percentile incoming of the hearing perceptions evaluations and vocal auto¬evaluations and spectrography. For a statistically analysing of the data that were analysed objectively a parametric t-pareado test was done because the subjects didn t have any treatment and to be possible to compare the couples of two related groups. The conclusion says that the phonoterapeutic tecnique of fricative hearing sound /Z/ promoted, with statistically significance, a subjective feeling of a "clearer voice with easy production, the voice was less trembled, more regular, with an easy emission and more capacity of keeping it for a long time"; spectrograms showing more definition for the harmonic, less noise, more formants definition, more regulation on the trace and a better voice. The fricative hearing sound /Z/ tecnique promoted for the most of the subjects, with no statistically significance, a better resonance. The tecnique studied produced a muscular normotension, promoting less effort in phonation, more comfort during the vocal production and a greater vocal production.eng
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectFonoaudiologiapor
dc.subjectDistúrbios da articulaçãopor
dc.subjectSompor
dc.subjectVozpor
dc.subjectFonoterapiapor
dc.titleSom fricativo sonoro /Z/: modificações vocaispor
dc.title.alternativeFricative hearing sound/Z/: vocal modificationseng
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso de Especializaçãopor
dc.degree.localSanta Maria, RS, Brasil.por
dc.degree.specializationFonoaudiologiapor
dc.description.resumoO objetivo deste trabalho, foi verificar as modificações vocais ocorridas após a utilização da técnica de reabilitação vocal com emissão do som de apoio fricativo sonoro IZ/, em dez mulheres adultas sem queixa e alterações vocais ou presença de patologias laríngeas. Os sujeitos passaram por entrevista inicial, avaliação otorrinolaringológica e audiométrica, exame orofacial, avaliações vocais acústica e perceptivo-auditiva, eletroglotografia, e auto-avaliação vocal. O sujeitos se caracterizaram por se encontrarem na idade de adulto jovem; sem hábitos de etilismo e tabagismo; sem alterações alérgicas, faríngeas, orais, nasais, pulmonares, digestivas e endócrinas; sem conhecimento da técnica vocal estudada, sem alterações auditivas e sem alterações do sistema estomatognático. As medidas acústicas, perceptivo-auditivas e eletroglotográficas foram realizadas nas situações pré e pós-produção da técnica, para posterior comparação. Também foi realizada a auto-avaliação da voz pelos sujeitos após a realização da técnica. A análise perceptivo-auditiva foi realizada diretamente da amostra de voz registrada pelo programa computadorizado Doctor Speech, version 4.0, Voice Assessment da Tiger Eletronics®, de Seatle, EUA, simultaneamente com a análise acústica e a eletroglotografia. As avaliações foram realizadas no laboratório de voz do Serviço de Atendimento fonoaudiológico da UFSM/RS. Ao final da coleta de dados, os mesmos foram tabulados, calculando-se a significância estatística entre os ganhos dos parâmetros avaliados na análise acústica da voz, e calculando-se os percentuais dos ganhos das avaliações perceptivo-auditiva e auto-avaliação vocais e da espectro grafia. Para a análise estatística dos dados que foram analisados objetivamente, foi realizado um teste Paramétrico t-pareado devido aos elementos receberem um tipo de tratamento ou nenhum tratamento, para posteriormente serem comparados aos pares provenientes de duas amostras relacionadas. A análise dos resultados obtidos, permitiu concluir que a técnica fonoterapêutica de fricativo sonoro /Z/ promoveu, com significância estatística, sensação subjetiva dos sujeitos de "voz mais limpa e clara, com maior facilidade de produção, menos tremida, mais regular, com menor esforço na emissão, e sustentação por um maior período de tempo"; espectrogramas mostrando maior definição de harmônicos, menor presença de ruído, maior definição de formantes, e maior regularidade no traçado; e melhora do tipo de voz. A técnica vocal de fricativo sonoro /Z/, promoveu, para a maioria dos sujeitos, apesar de sem significância estatística, melhora da ressonância. Desta forma, percebeu-se que a técnica vocal pesquisada promove a normotensão muscular, gerando menor esforço fonatório, maior conforto durante a produção vocal, e maior projeção vocal.por
dc.publisher.unidadeCentro de Ciências da Saúdepor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

  • Fonoaudiologia [34]
    Coleção de trabalhos de conclusão do Curso de Especialização em Fonoaudiologia

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.