Show simple item record

dc.creatorHigashi, Amanda Keiko
dc.date.accessioned2019-03-13T13:34:38Z
dc.date.available2019-03-13T13:34:38Z
dc.date.issued2018-08-30
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/15893
dc.description.abstractAs information registered in a support, photography constitutes a document, and its archival condition relates to its genesis in the course of the functions and activities of natural and legal persons. In personal archives, there is an expressive volume of photographs, which may include a number of items as assets or inheritance that remain stored for many years after the death of their producers. There are people who deliver documents that belonged to ancestors to relatives who might be more interested in them, or to custody institutions. In the second case, there is an attempt to preserve family history and contribute with the collective memory; however, the action resulting from the family will impacts the integrity of these items of archival nature, leading to dispersion or fragmentation. It should be noted that the scope of action by the institution that preserves historical documentation influences how photographs are acquired, organized, and represented for research. In this context, Luiz Germano Gieseler’s (1870-1954) photography archive is under the custody of Anthropological Museum Diretor Pestana (MADP), in Ijuí, State of Rio Grande do Sul. MADP is an institution maintained by the Foundation of Integration, Development and Education of Northwestern State of Rio Grande do Sul (FIDENE). The study approaches the historical and documentary value of photography as cultural heritage, in order to highlight the importance of its production, maintenance, and custody, as a method that aims reliability in its diffusion. It is proposed an organization methodology according to the identification of the nature of the collection, research object, and its description for access, from the archival perspective. Finding aids with internet access were elaborated as the final product of the investigation, including Guide, Inventory, and Catalog (partial), through AtoM web platform. It was possible to relate the identification of the nature of a photography archive and the definition of its organization and representation, concluding that the archive from a natural person constituted only by photographs, disconnected from other documentary genres, and without the possibility of reconstitution of the original order, does not have an archival character. However, the photography archive created by photographers is considered of archival nature, with the reservation that, even if its context is recovered, it cannot be characterized as a “fond”, for not constituting the totality of a personal archive. As a result from the actions taken in the maintenance of the photography archive, the identification of the documentary series that structure the arrangement might be compromised, besides requiring the representation of the conceptual fund, its custody history, and other circumstances. Finally, the archival analysis by typology and diplomatics is presented as viable methodology of organization of the accumulated documentary mass, as a subsidy of photography decoding, where the application of the photographic genre or its specialties is presented as a pertinent alternative, because it allows for the functional condition, not only thematic, of the document.eng
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/*
dc.subjectPatrimônio culturalpor
dc.subjectFotografiapor
dc.subjectArquivísticapor
dc.subjectOrganizaçãopor
dc.subjectFundopor
dc.subjectColeçãopor
dc.subjectMuseupor
dc.subjectCultural heritageeng
dc.subjectPhotographyeng
dc.subjectArchival scienceeng
dc.subjectOrganizationeng
dc.subjectFondseng
dc.subjectCollectioneng
dc.subjectMuseumeng
dc.titleAcervo de fotógrafos como patrimônio cultural: organização dos documentos de Luiz Germano Gieseler no Museu Antropológico Diretor Pestanapor
dc.title.alternativePhotographers’ holdings as cultural heritage: organization of the Luiz Germano Gieseler’s documents in the Anthropological Museum Diretor Pestanaeng
dc.typeDissertaçãopor
dc.description.resumoComo informação registrada num suporte, a fotografia constitui-se um documento e sua condição arquivística relaciona-se a sua gênese no exercício de funções e atividades de pessoas físicas e ou jurídicas. Nos arquivos pessoais, considera-se expressivo o volume de fotografias, incluindo conjuntos como espólio ou herança, que podem permanecer guardados por muitos anos após o falecimento do produtor. Há pessoas que entregam documentos provenientes de antepassados aos parentes interessados ou às instituições de custódia. No segundo caso, buscase preservar a história familiar e contribuir com a memória coletiva, embora, a ação decorrente da vontade familiar impacta na integridade de um conjunto documental de natureza arquivística, o condicionando à dispersão ou fragmentação. Salienta-se também, que o âmbito de atuação da entidade que preserva documentação histórica influencia a forma como acervos fotográficos são adquiridos, organizados e representados para a pesquisa. Diante desse contexto, encontramse as fotografias de Luiz Germano Gieseler (1870-1954), sob a custódia do Museu Antropológico Diretor Pestana (MADP) em Ijuí, no Rio Grande do Sul, instituição mantida pela Fundação de Integração, Desenvolvimento e Educação do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (FIDENE). O estudo aborda o valor histórico e documental da fotografia enquanto patrimônio cultural, com o intuito de evidenciar a importância de seu contexto de produção, manutenção e custódia, como método que busca a confiabilidade na difusão. Propõe-se uma metodologia de organização conforme a identificação da natureza da documentação, objeto de pesquisa, e sua descrição, a partir da visão arquivística. Instrumentos de pesquisa com acesso à internet foram elaborados como produto final da investigação, incluindo Guia, Inventário e Catálogo (parcial), através da plataforma web AtoM. Permitiu-se a relação entre a identificação da natureza de um acervo fotográfico e a definição da organização e representação, concluindose que o conjunto de pessoa física constituído apenas por fotografias, desconectado dos demais gêneros documentais e sem possibilidade de reconstituição da ordem original, não possui característica arquivística. Porém, considera-se como arquivístico o conjunto fotográfico identificado como proveniente de fotógrafo ressalvando que ainda recuperado seu contexto, não pode caracterizar-se como “fundo”, por não se constituir a totalidade de um arquivo pessoal. Em decorrência de ações sofridas na manutenção do acervo fotográfico, a identificação das séries documentais que estruturam o arranjo pode ser comprometida, além de exigir a representação do fundo conceitual, seu histórico de custódia e outras circunstâncias. Por fim, a análise arquivística pela tipologia e diplomática mostra-se metodologia viável de organização da massa documental acumulada, como subsídio de decodificação da fotografia, em que a aplicação do gênero fotográfico ou suas especialidades demonstra uma alternativa pertinente, pois viabiliza a condição funcional, não apenas temática, do documento.por
dc.contributor.advisor1Cordenonsi, Andre Zanki
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4311327191424332por
dc.contributor.referee1Costa, Eliandro dos Santos
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7189992612241818por
dc.contributor.referee2Pedrazzi, Fernanda Kieling
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/6947598132405137por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/9920482547638263por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.departmentHistóriapor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Patrimônio Culturalpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIApor
dc.publisher.unidadeCentro de Ciências Sociais e Humanaspor


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International

O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.