Show simple item record

dc.creatorMenezes, Daniel Junges
dc.date.accessioned2019-05-09T13:50:02Z
dc.date.available2019-05-09T13:50:02Z
dc.date.issued2018-10-19
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/16498
dc.description.abstractThe municipality of Alegrete, located in the west of the State of Rio Grande do Sul, presents a great recurrence of floods. Positioned near the middle course of the hydrographic basin and located on the banks of the Ibirapuitã River, the urban area of Alegrete is frequently affected by floods during periods of overflowing the river and its tributaries, Regalado, Jararaca and Caverá streams, affecting its population . The research problem of this doctoral thesis is structured from the floods in the urban area of Alegrete and in the understanding of its dynamics. A spatiotemporal analysis of flood risk areas in the urban area of Alegrete is presented from different flood scenarios. It was characterized the behavior of the Ibirapuitã river basin and its relationship with the temporal and probabilistic dynamics of the occurrence of flood events. Special attention was given to the danger of flooding to urban areas from the digital terrain modeling, in perspective of different times of return and analyzed the use and occupation of urban space and vulnerability by determining the number of affected buildings and their characteristics, from primary and secondary data. From this routine was performed the hierarchy of risk areas associated with floods, based on the hazard and exposed elements. The descriptive and inferential statistical analysis allowed us to establish how the Ibirapuitã river basins behave throughout the 74-year series or during specific periods, such as during floods, and it is possible to establish the mean water level throughout the series, maximum and minimum recorded, in addition to the data analysis also considering the monthly and seasonal variations. The limnimetric measurement of 840 mm was considered as reference for flooding. This value was established considering the field survey conducted at the linymetric station and also information from the Civil Defense Coordination of the Municipality of Alegrete. Empirical and statistical relationships between recurrence, exposure and risk were identified for areas below the 82 meter elevation in the urban area, considering affected buildings and population. By means of geotechnologies and techniques of digital terrain modeling, the following scenarios were proposed for the occurrence of floods: Scenario of susceptible areas; Scenario of flood hazard areas; Flood scenario according to typologies of urban land use; Flood vulnerability cenario; Flood risk scenario; Contingent hit by floodseng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPESpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/*
dc.subjectAnálise de riscopor
dc.subjectInundaçõespor
dc.subjectAlegretepor
dc.subjectGeotecnologiaspor
dc.subjectRisk analysiseng
dc.subjectFloodseng
dc.subjectGeotechnologyeng
dc.titleProposta metodológica para análise espaço - temporal de inundações: aplicação na área urbana de Alegrete - RSpor
dc.title.alternativeMethodological proposal for space - temporal flood analysis: application in the urban area of Alegrete - RSeng
dc.typeTesepor
dc.description.resumoO município de Alegrete, localizado na metade oeste do Estado do Rio Grande do Sul, apresenta uma grande recorrência de inundações. Posicionada junto ao médio curso da bacia hidrográfica e alocada às margens do rio Ibirapuitã, a área urbana de Alegrete é frequentemente afetada por inundações em períodos de extravasamento das águas do rio e de seus tributários, arroios Regalado, Jararaca e Caverá, afetando a sua população. A problemática de pesquisa desta tese de doutorado estrutura-se a partir das inundações na área urbana de Alegrete e na compreensão de sua dinâmica. Apresenta-se uma análise espaço-temporal das áreas de risco de inundação na área urbana de Alegrete a partir de diferentes cenários de inundação. Foi caracterizado o comportamento das cotas do rio Ibirapuitã e a sua relação com a dinâmica temporal e probabilística de ocorrência dos eventos de inundação. Espacializou-se o perigo de inundação para área urbana a partir da modelagem digital do terreno, em perspectiva de diferentes tempos de retorno e analisado uso e ocupação do espaço urbano e vulnerabilidade determinando-se o número de edificações afetadas e suas características, a partir de dados primários e secundários. A partir desta rotina foi realizada a hierarquização das áreas de risco associadas a inundações, com base no perigo e elementos expostos. A análise estatística descritiva e inferencial permitiu estabelecer como comportam-se as cotas do rio Ibirapuitã, ao longo da série de 74 anos ou, em períodos específicos, como durante as inundações, sendo possível estabelecer o nível médio das águas ao longo da série, cotas máximas e mínimas registradas, além da análise dos dados também considerando-se as variações mensais e sazonais. Foi considerada a medida linimétrica de 840 mm como referência para inundação. Este valor foi estabelecido considerando-se o levantamento de campo realizado junto à estação linimétrica e também informações da Coordenadoria de Defesa Civil do Município de Alegrete. Foram apontadas relações empíricas e estatísticas entre recorrência, exposição e risco, para áreas aquém da cota de 82 metros na área urbana, considerando-se edificações afetadas e população. Por meio de geotecnologias e técnicas de modelagem digital do terreno foi realizada a proposição dos seguintes cenários associados à ocorrência de inundações: Cenário de áreas suscetíveis; Cenário das áreas perigo de inundação; Cenário de inundação conforme tipologias de uso do solo urbano; Cenário da vulnerabilidade de inundação; Cenário de risco de inundação; Contingente atingido por inundações.por
dc.contributor.advisor1Robaina, Luís Eduardo de Souza
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6075564636607843por
dc.contributor.referee1Nummer, Andrea Valli
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0431997547801893por
dc.contributor.referee2Sampaio, Cárita da Silva
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/6973953265317408por
dc.contributor.referee3François, LAURENT
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/9969382109875336por
dc.contributor.referee4Trentin, Romario
dc.contributor.referee4Latteshttp://lattes.cnpq.br/2287005710639329por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/1616864114940254por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.departmentGeociênciaspor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Geografia e Geociênciaspor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIASpor
dc.publisher.unidadeCentro de Ciências Naturais e Exataspor


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International

O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.