Show simple item record

dc.contributor.advisorPerez, Reginaldo Teixeira
dc.creatorCarvalho, Emilene Krause de
dc.date.accessioned2016-06-08T13:28:44Z
dc.date.available2016-06-08T13:28:44Z
dc.date.issued2008-11-03
dc.date.submitted2008
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/1691
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Sociais e Humanas, Curso de Especialização em Pensamento Político Brasileiro, RS, 2008.por
dc.description.abstractThis work analyses the relationship is established between media and politics, concluding that the politics depends on the media for designing in society. The study focuses on the Veja magazine, specifically on the representation that has made the case Renan Calheiros, called Renangate case. This became an enormous scandal involving politics and media lasting around seven months from the first denunciation up to the renounce of the senator. The main objective is to verify the influence of media – Veja magazine had in the resignation of the senator Renan Calheiros, fact which led him to an entire disappearance of the Brazilian political panorama. If Veja magazine wasn’t follow the case, investigating and listing probable crimes committed by the senator, maybe him would have never renounced. Moreover, his colleges have been absolving him of some prosecutions which were in process in the senate. But Renan Calheiros renounced just because he was sure about been absolved. He celebrated his absolution among friends laughing and debauching without shame. The senate that discussed ethics and decorum during several months buried both at the same time, it was a big defeat for society. If the media hasn’t given emphasis to the case, the senator probably wouldn’t been judged or even renounced.eng
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectRelação mídia-políticapor
dc.subjectRenan Calheirospor
dc.subjectRevista Vejapor
dc.titleMídia e política: Revista Veja e o caso Renangatepor
dc.title.alternativeMedia and politics: Veja Magazine and Renangate caseeng
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso de Especializaçãopor
dc.degree.localSanta Maria, RS, Brasil.por
dc.degree.specializationPensamento Político Brasileiropor
dc.description.resumoEste trabalho analisa a relação que se estabelece entre a mídia e a política, concluindo que a política depende da mídia para se projetar na sociedade. O estudo está centrado na Revista Veja, especificamente na representação que fez do caso Renan Calheiros, batizado de caso Renangate. Este virou um grande escândalo político midiático e durou aproximadamente sete meses entre a primeira denúncia e a renúncia do senador. O objetivo principal é verificar a influência que a mídia - Revista Veja teve na renúncia do senador Renan Calheiros, o que ocasionou o seu desaparecimento do cenário político brasileiro. Se tal Revista não tivesse acompanhado o caso Renangate, investigando e apontando supostos crimes cometidos pelo senador, o mesmo talvez jamais tivesse renunciado ao mandato, até porque seus colegas de casa já vinham o absolvendo dos processos a que respondia. Ainda assim, Renan Calheiros só renunciou ao cargo porque sua absolvição era certa, tanto que, quando foi anunciada, o senador riu e debochou dos colegas, comemorando-a com amigos, sem cerimônia. O Senado, que passou vários meses discutindo ética e decoro, conseguiu soterrar as duas coisas ao mesmo tempo, uma grande derrota para a sociedade. Se a mídia não tivesse dado tanta ênfase ao caso, o senador provavelmente não teria ido a julgamento, nem mesmo teria renunciado ao seu cargo.por
dc.publisher.unidadeCentro de Ciências Sociais e Humanaspor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.