Show simple item record

dc.contributor.advisorNegrini, Tatiane
dc.creatorSantos, Janaina Cardoso dos
dc.date.accessioned2019-09-24T15:20:32Z
dc.date.available2019-09-24T15:20:32Z
dc.date.issued2010-12-15
dc.date.submitted2010
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/18407
dc.descriptionArtigo (especialização) - Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Educação, Curso de Especialização em Educação Especial - Déficit Cognitivo e Educação de Surdos, EaD, 2010.por
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/*
dc.subjectDéficit cognitivopor
dc.subjectLiteratura infanto-juvenilpor
dc.subjectAprendizagempor
dc.titleA importância da literatura infanto-juvenil nas práticas em sala de aula com alunos com déficit cognitivopor
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso de Especializaçãopor
dc.degree.localPolo de Rio Bonito, RJ, Brasilpor
dc.degree.specializationEducação Especial - Déficit Cognitivo e Educação de Surdos, EaDpor
dc.description.resumoEste trabalho tem como objetivo mostrar a literatura infantil como fonte de enriquecimento, aprendizagem e de inclusão das pessoas com necessidades especiais. Sabe-se que há uma influência exercida pelo meio social sobre a obra de arte, neste mesmo tempo que a obra pode exercer influência sobre o meio. Diante dessa possibilidade, a idéia de elaborar um trabalho voltado para as pessoas com necessidade especiais junto à literatura infanto-juvenil vem como um poderoso instrumento para o desenvolvimento do pensamento e da aprendizagem humana. A literatura é uma arte que permite o leitor caminhar e percorrer universos diferentes. Nela, todos os grupos sociais estão inseridos, de diferentes maneiras. As pessoas com necessidades especiais precisam sentir escolher e manipular as palavras, as organizarem para que produzam um efeito que vai além da sua significação. A literatura tem este papel, através de suas diferentes formas mostrar a inclusão atuando em muitos papéis, como personagem, autor e leitor. A aplicação da literatura envolve ações educativas, aspectos sociais e culturais, psicológicos, políticos, profissionais, a soma de tudo isto constituirá a cidadania. Neste sentido a conclusão de todo um conjunto de observações e atividades práticas realizadas na escola junto aos alunos com necessidades especiais e docentes mostra a literatura infanto-juvenil atuando como facilitador de inclusão, promovendo a identificação do leitor com os personagens e nos seus problemas. Quando ao desenvolvimento cognitivo, o aumento do vocabulário na interpretação dos textos proporcionando momento de novas leituras e possibilitando o leitor fazer inferências e novas releituras. O uso da reflexão, criatividade, sensibilização sempre presente. A valorização da linguagem oral por ambas as partes (professor/aluno), solidários na quebra de preconceito.por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAOpor
dc.publisher.unidadeCentro de Educaçãopor


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Acesso Aberto
Except where otherwise noted, this item's license is described as Acesso Aberto

O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.