Show simple item record

dc.contributor.advisorArmani, Carlos Henrique
dc.creatorGolke, Marlete
dc.date.accessioned2016-07-22T13:00:40Z
dc.date.available2016-07-22T13:00:40Z
dc.date.issued2011-11-30
dc.date.submitted2011
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/1936
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Sociais e Humanas, Curso de Especialização em História do Brasil, RS, 2011.por
dc.description.abstractAbout 1940 was released a book by Gilberto Freyre titled “Uma Cultura Ameaçada: a Luso-brasileira”. Origined from a conference spoken in Pernambuco in honor to the Centenário de Fundação de Portugal e de sua Restauração, the author enphaticizes the lusitan pattern in the definition of the brazilian national identity. For him, the formation of an hybrid society is settled on the suposed plasticity of Portuguese people, wich allows the culture miscegenation. The flexibility emphasized by Freyre is holden on the idea of the balance of antagonisms, that, for many times, explained and sustained certain version of our identity. At analyzing the way how Freyre perceives the deutch and their descendents in Brasil, however, the balance of antagonisms vanishes itself because of one non-canonical otherness that the author does not acquire as forming factor of Brazilian being. The mismatched edges live together in harmony till the moment that these values are menaced by a culture not found inside these antagonisms. And the culminating point of this denial of the other is found in the piece mentioned above, what will be investigated along this monography.eng
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectIdentidadepor
dc.subjectCulturaspor
dc.subjectEquilíbrio de antagonismospor
dc.subjectAlteridadepor
dc.titleGilberto Freyre e a cultura ameaçada: as fronteiras entre identidade e alteridade da “nação brasileira”por
dc.title.alternativeGilberto Freire and the culture on risk: the boundaries between identity and otherness on the “brazilian nation”eng
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso de Especializaçãopor
dc.degree.localSanta Maria, RS, Brasil.por
dc.degree.specializationHistória do Brasilpor
dc.description.resumoEm 1940 foi lançado um livro de Gilberto Freyre intitulado “Uma Cultura Ameaçada: a Luso-brasileira”. Oriundo da Conferência proferida em Pernambuco em homenagem ao Centenário de Fundação de Portugal e de sua Restauração, o autor enfatiza a matriz lusa na definição da identidade nacional brasileira. Para ele, a formação de uma sociedade híbrida se fundamenta na suposta plasticidade do português, que permite a miscigenação de culturas. A flexibilidade enfatizada por Freyre se sustenta na ideia do equilíbrio de antagonismos, que por muito tempo, explicou e sustentou certa versão de nossa identidade. Ao analisar a maneira como Freyre percebe os alemães e seus descendentes no Brasil, contudo, o equilíbrio de antagonismos se desfaz em razão de uma alteridade não canônica que o autor não apreende como sujeito formador do ser do Brasil. Os extremos desencontrados convivem em harmonia até o momento que esses valores são ameaçados por uma cultura não encontrada nesses antagonismos. E o ponto culminante dessa negação do outro se encontra na obra acima citada, o que será investigado ao longo desta monografia.por
dc.publisher.unidadeCentro de Ciências Sociais e Humanaspor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

  • História do Brasil [51]
    Coleção dos trabalhos de conclusão do Curso de Especialização em História do Brasil

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.