Show simple item record

dc.contributor.advisorPaixão, Márcia Eliane Leindcker da
dc.creatorSantos, Daniela da Silva dos
dc.date.accessioned2021-06-07T20:45:46Z
dc.date.available2021-06-07T20:45:46Z
dc.date.issued2021-01-28
dc.date.submitted2021
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/21071
dc.descriptionArtigo (especialização) - Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Sociais e Humanas, Curso de Especialização em Estudos de Gênero, RS, 2021.por
dc.description.abstractThis article presents an experience report from my professional background with black women. The listening and report of this experience configure themselves as a start point since the reflections propose themselves to approach and problematize resistance and self-definition of black women from feminist studies. In an attempt to deconstruct – construct – reconstruct dialogues with self-narratives in the seek for finding reconstruction of who writes history in the path of life. I searched for a theoretical framework in Jasso’s work to write this report. Understanding how this history articulates as a process – the process of formation and selfnarrative (JOSSO, 2006) in dialogue with feminist perspectives of black women as Patricia Hill Collins, Bell Hooks, Angela Davis.eng
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/*
dc.subjectEscutapor
dc.subjectNarrativas de sipor
dc.subjectResistênciapor
dc.subjectAutodefiniçãopor
dc.subjectListeningeng
dc.subjectSelf-narrativeseng
dc.subjectResistanceeng
dc.subjectSelf-definitioneng
dc.titleA fala de mulheres negras: desafios entre autodefinição e resistênciapor
dc.title.alternativeThe talk of black women: challenges among self-definition and resistanceeng
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso de Especializaçãopor
dc.degree.localSanta Maria, RS, Brasilpor
dc.degree.specializationEstudos de Gêneropor
dc.description.resumoEste artigo apresenta um relato de experiência a partir de minha atuação profissional com mulheres negras. A escuta e o relato dessa experiência se configuram como ponto de partida, pois as reflexões se propõem a abordar e problematizar a resistência e a autodefinição das mulheres negras, a partir dos estudos feministas. Em uma tentativa de desconstruir-construirreconstruir diálogos com as narrativas de si na busca por encontrar a reconstrução de quem faz história no próprio percurso de vida. Busquei apoio teórico em Marie-Christine Josso para apresentar o presente relato, no intuito de compreender como essa história se articula conforme um processo – o processo de formação e narração de si (JOSSO, 2006) –, em diálogo com perspectivas feministas de mulheres negras como Patricia Hill Collins, bell hooks e Angela Davis.por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.subject.cnpqCNPQ::OUTROS::CIENCIAS SOCIAISpor
dc.publisher.unidadeCentro de Ciências Sociais e Humanaspor


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

  • Estudos de Gênero [21]
    Coleção de trabalhos de conclusão do Curso de Especialização em Estudos de Gênero

Show simple item record

Acesso Aberto
Except where otherwise noted, this item's license is described as Acesso Aberto

O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.