Show simple item record

dc.creatorPaz, Ana Luiza Gomes
dc.date.accessioned2015-02-06
dc.date.available2015-02-06
dc.date.issued2013-03-28
dc.identifier.citationPAZ, Ana Luiza Gomes. Fruit-feeding butterflies (Lepidoptera: Nymphalidae) from midwestern of Rio Grande do Sul state, Brasil. 2013. 98 f. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2013.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/3287
dc.description.abstractFragmentation and habitat loss caused by human activities are the main threats to biodiversity. In Rio Grande do Sul State (RS), mainly in the Pampa biome in Southern State, the growing demand for production and consequent expansion of agriculture and forestry activities plus the lack of protection, increased its vulnerability. The fruitfeeding butterflies comprehend about 50% of the Nymphalidae species in neotropical forests. They are attracted and sampled with bait traps and consist of good tools for environmental monitoring. Additionally, temporal studies of this guild can help planning studies in areas not yet inventoried. This work aims to provide a list of fruitfeeding butterfly species of Midwestern of RS State and analyzed the temporal variation in richness, abundance and species composition. In parallel, we updated the regional Satyrini species list based on field studies (net sampling) and literature, and verified the influences of spatial and environmental variables on the species distribution in southern Brazil. This study was conducted at the municipalities of Jaguari, São Francisco de Assis and São Vicente do Sul, in Pampa biome, southern Brazil. Fruit-feeding butterflies were sampled bimonthly with the use of bait traps from January 2010 to December 2011, in nine sampling sites, where microclimatic variables were also measured. At these sites, the Satyrini butterflies were sampled with entomological net, from January 2010 to January 2011. After 2160 traps/days, 3288 individuals, belonging to 44 species and subspecies, were registered. Satyrinae family showed the greater number of species (57%), followed by Biblidinae (23%), Charaxinae (18%) and Nymphalinae (2%). Narope panniculus Stichel 1904 is new record for the RS State. Thirty seven species and 3822 individuals were used in temporal analyses. The results showed no significant seasonal pattern neither species richness differences among seasons, despite the register of temporal variation in the fruit-feeding butterflies assemblages studied. The total abundance was influenced by the subfamily Satyrinae abundance. The rare species played an important role in the composition of this community. Temperature, relative humidity and luminosity were the microclimate variables that contributed more in the assemblages structuring. For the 40 Satyrini species analyzed, differences in temperature, phytoecological region and spatial position proved to affect their distribution in southern Brazil. The Midwestern of RS State harbors a rich and peculiar fauna of fruit-feeding butterflies that should be preserved. It is important to create incentives for sustainable land use and public policies aiming biodiversity conservation to ensure the survival of species and their environments, especially in areas that are not legally protected.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectBiodiversidadepor
dc.subjectConservaçãopor
dc.subjectBioma Pampapor
dc.subjectBiodiversityeng
dc.subjectConservationeng
dc.subjectPampa biomeeng
dc.titleBorboletas frugívoras (Lepidoptera: Nymphalidae) do centro oeste do Rio Grande do Sul, Brasilpor
dc.title.alternativeFruit-feeding butterflies (Lepidoptera: Nymphalidae) from midwestern of Rio Grande do Sul state, Brasileng
dc.typeTesepor
dc.description.resumoA fragmentação e a perda de habitat ocasionados pelas atividades antrópicas são as principais ameaças à diversidade biológica. No Rio Grande do Sul (RS), principalmente no bioma Pampa ao sul do estado, a crescente demanda de produção e consequente expansão das atividades de agricultura, pecuária e silvicultura e a carência de proteção, acrescem sua vulnerabilidade. As borboletas frugívoras perfazem cerca de 50 % das espécies de Nymphalidae em florestas neotropicais. Elas são atraídas e amostradas com armadilhas com iscas e consistem em boas ferramentas para monitoramento ambiental. Adicionalmente, estudos temporais desta guilda podem auxiliar no planejamento de trabalhos em regiões ainda não inventariadas. Este trabalho tem por objetivo fornecer uma lista de espécies de borboletas frugívoras do centro oeste do RS e analisar a variação temporal na riqueza, abundância e composição de espécies. Em paralelo, nós atualizamos a lista regional de espécies de Satyrini, com base em estudos de campo (amostragem com rede entomológica) e na literatura e verificamos a influência das variáveis ambientais e espaciais na distribuição das espécies desta tribo no sul do Brasil. Este estudo foi realizado nos municípios de Jaguari, São Francisco de Assis e São Vicente do Sul, no bioma Pampa, sul do Brasil. As borboletas foram amostradas, com o uso de armadilhas com iscas atrativas, em nove sítios amostrais, onde também foram medidas variáveis microclimáticas, bimestralmente de janeiro de 2010 a dezembro de 2011. Nestes sítios, as borboletas da tribo Satyrini, foram amostradas com rede entomológica, de janeiro de 2010 a janeiro de 2011. No total de 2160 armadilhas/dia de amostragem, foram registrados 3288 indivíduos, pertencentes a 44 espécies e subespécies. Satyrinae foi a subfamília com maior número de espécies (57%), seguida de Biblidinae (23%), Charaxinae (18%) e Nymphalinae (2%). Narope panniculus Stichel 1904 é novo registro para o RS. Trinta e sete espécies e 3822 indivíduos foram usados nas análises temporais. De acordo com os resultados, não houve diferença significativa de riqueza entre as estações, mas foi registrada uma variação temporal na abundância das assembléias de borboletas frugívoras estudadas. A abundância total foi influenciada pela abundância da subfamília Satyrinae. As espécies raras tiveram um papel importante na composição desta comunidade. Temperatura, umidade relativa do ar e luminosidade foram as variáveis microclimáticas que mais contribuíram na estruturação das assembleias. Para as 40 espécies de Satyrini analisadas neste estudo, as diferenças na temperatura, região fitoecológica e posição espacial provaram afetar a sua distribuição no sul do Brasil. A região centro oeste do RS abriga uma fauna rica e peculiar de borboletas frugívoras que deve ser conservada. É importante a criação de medidas de incentivo ao uso sustentável da terra, bem como de políticas públicas que visem conservação da biodiversidade, especialmente em áreas que não são legalmente protegidas, para garantir a sobrevivência das espécies e dos ambientes que as abrigam.por
dc.contributor.advisor1Morais, Ana Beatriz Barros de
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3951242416159088por
dc.contributor.referee1Ribeiro, Danilo Bandini
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6656064447692834por
dc.contributor.referee2Redaelli, Luiza Rodrigues
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/0161747269063291por
dc.contributor.referee3Spies, Marcia Regina
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/4541292297263996por
dc.contributor.referee4Morais, Rosana Matos de
dc.contributor.referee4Latteshttp://lattes.cnpq.br/6560593368696873por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/2423511234622131por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentCiências Biológicaspor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Biodiversidade Animalpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICASpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 6.3 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.