Show simple item record

dc.creatorMelo, Roberta Michelon
dc.date.accessioned2016-08-15
dc.date.available2016-08-15
dc.date.issued2016-02-29
dc.identifier.citationMELO, Roberta Michelon. THE CONTRAST BETWEEN ALVEOLAR AND VELAR STOPS CONSONANTS: GRADIENT CONDITIONS MEDIATED BY ACOUSTIC ANALYSIS AND ULTRASONOGRAPHY. 2016. 177 f. Tese (Doutorado em Fonoaudiologia) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2016.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/3450
dc.description.abstractThe Brazilian Portuguese stops sounds present unique characteristics in relation to acoustic and articulatory aspects. These consonants differ from each other by voicing and place of articulation. In some cases of phonological disorders, it is observed phonic instability during the production of the contrast between the alveolar and velar stops, target segments of this thesis. In these cases, speech instrumental analysis, such as acoustic and articulatory (e.g. ultrasound tongue images) may identify speakers undetected linguistic skills through auditory perceptual analysis. In order to help data interpretation, this study was based on the Gestural Phonology theoretical perspective. Thus, the general purpose of this study was to identify evidence of articulatory refinement during typical speech development and to examine the presence of phonic contrasts under construction (covert contrasts) in speech of children with phonological disorders. In this regard, this study sample consisted of 20 adults and 15 children with typical speech development and seven children with phonological disorders. The speech collection consisted of naming representative pictures of the target-words, into carrier phrases. Simultaneous recording of audio and video data was performed through the Articulate Assistant Advanced Software. The data analysis occurred through acoustic analysis (parameters: voice onset time; spectral peak and burst spectral moments; vowel/consonant transition and relative duration measures of the burst and of the occlusion) and articulatory (parameters: proportion of significant axes of the tongue anterior and posterior region and description of tongue curves). It was also performed speech therapy for the three children with phonological disorders; two of them were submitted to therapeutic procedures through ultrasound tongue images visual feedback and one without visual feedback support. The analysis of the therapeutic effects was performed through the same articulatory parameters and through auditory perceptual analysis. About the main study results: (i) It was suggested a period of stabilization during typical speech development, even after the complete sounds acquisition; (ii) it was also verified evidence of gradient condition and covert contrasts in speech of the children with phonological disorders, and; (iii) the proposed speech therapy and its therapeutic procedures were effective to acquisition and stabilization of the contrast between alveolar and velar stops. However, the use of the visual feedback therapeutic resource did not present strong evidence of superiority of this technique in opposition to not using it, unless through the results of auditory and articulatory perceptual analysis used in this study. Also in relation to speech therapy, the articulatory analysis through ultrasound images was not more sensitive in the understanding of gradient conditions during the therapeutic process in relation to auditory perceptual analysis. So, although some research hypotheses were partially proven, it is believed in the present study contribution to understand the complexity involved in speech development, as typical, as with alterations. From this, there is the intention of instigating new questions and directions to Speech, Language and Hearing Sciences.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectFalapor
dc.subjectCriançapor
dc.subjectAdultopor
dc.subjectAcústica da falapor
dc.subjectUltrassonografiapor
dc.subjectDistúrbios da falapor
dc.subjectTerapia de falapor
dc.subjectSpeecheng
dc.subjectChildeng
dc.subjectAdulteng
dc.subjectSpeech Acousticseng
dc.subjectUltrasonographyeng
dc.subjectSpeech Disorderseng
dc.subjectSpeech Therapyeng
dc.titleO contraste entre oclusivas alveolares e velares: estados gradientes mediados por análise acústica e ultrassonográficapor
dc.title.alternativeThe contrast between alveolar and velar stops consonants: gradient conditions mediated by acoustic analysis and ultrasonographyeng
dc.typeTesepor
dc.description.resumoOs sons oclusivos do Português Brasileiro apresentam características peculiares em termos acústicos e articulatórios, essas consoantes são diferenciadas entre si pelo contraste de vozeamento e pelo ponto de articulação. Em alguns casos de desvio fonológico é observada uma instabilidade fônica durante a produção do contraste entre oclusivas alveolares e velares, segmentos alvos da presente tese. Nesses casos, análises instrumentais de fala, como a análise acústica e a articulatória (por exemplo, as imagens de ultrassom de língua), podem identificar habilidades linguísticas dos falantes não detectadas por análise perceptivo auditiva. Para auxiliar na interpretação dos dados, este estudo foi guiado pela perspectiva teórica da Fonologia Gestual. Dessa forma, o objetivo geral desta pesquisa foi o de pesquisar indícios de um refinamento articulatório durante o desenvolvimento típico de fala (DTF) e, examinar a presença de contrastes fônicos em construção (contrastes encobertos) na fala de crianças com desvio fonológico. Para isso, a amostra do estudo foi composta por 20 adultos, 15 crianças com DTF e sete crianças com desvio fonológico. A coleta de fala consistiu da nomeação de figuras representativas das palavras-alvo, inseridas em fraseveículo. Foi realizada a gravação simultânea de dados de áudio e vídeo, com o auxílio do Software Articulate Assistant Advanced. A análise dos dados foi composta por análise acústica (parâmetros: voice onset time; pico espectral e momentos espectrais do burst; transição consoante-vogal e medidas de duração relativa da oclusão e do burst) e articulatória (parâmetros: proporção de eixos significantes da região anterior e posterior de língua e descrição das curvas de língua). Também foi realizada a terapia de fala para três crianças com desvio fonológico, duas delas submetidas aos procedimentos terapêuticos com o auxílio do feedback visual das imagens de ultrassom de língua e uma sem o apoio do feedback visual. A análise dos efeitos terapêuticos foi realizada por meio dos mesmos parâmetros articulatórios e via análise perceptivo auditiva. Quanto aos principais resultados deste trabalho: (i) foi sugerida a presença de um período de estabilização durante o DTF, mesmo após a aquisição completa do sistema de sons; (ii) também foram verificadas algumas evidências de estados gradientes e contrastes encobertos na fala de crianças com desvio fonológico, e; (iii) a terapia de fala aqui proposta e seus procedimentos terapêuticos se mostraram eficazes para a aquisição e estabilização do contraste entre as oclusivas alveolares e velares. Todavia, a utilização do recurso terapêutico do feedback visual não apresentou fortes evidências de superioridade dessa técnica em contraponto a sua não aplicação, ao menos por meio dos resultados da análise perceptivo auditiva e articulatória aqui conduzidas. Ainda em relação à terapia de fala, a análise articulatória via imagens de ultrassom não se mostrou mais sensível na apreensão de estados gradientes durante o processo terapêutico em relação à análise perceptivo auditiva. Assim, mesmo que algumas hipóteses da pesquisa foram parcialmente comprovadas, acredita-se na contribuição do presente estudo para o entendimento da complexidade envolvida no desenvolvimento de fala, seja ele típico ou com alterações. A partir disso, pretende-se instigar novos questionamentos e direcionamentos para a prática fonoaudiológica.por
dc.contributor.advisor1Mota, Helena Bolli
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4793722U3por
dc.contributor.advisor-co1Berti, Larissa Cristina
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4708493E5por
dc.contributor.referee1Bonilha, Giovana Ferreira Gonçalves
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4706067J6por
dc.contributor.referee2Rodrigues, Luciana Lessa
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/9394693562870724por
dc.contributor.referee3Keske-soares, Marcia
dc.contributor.referee3Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4768009P6por
dc.contributor.referee4Pagliarin, Karina Carlesso
dc.contributor.referee4Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4718954P6por
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4277838P3por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentFonoaudiologiapor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Distúrbios da Comunicação Humanapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIApor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.