Show simple item record

dc.creatorBernál, Fernando Haetinger
dc.date.accessioned2014-07-22
dc.date.available2014-07-22
dc.date.issued2013-03-04
dc.identifier.citationBERNÁL, Fernando Haetinger. DETERMINATION OF PARAMETERS FOR EVALUATION OF SLOPE STABILITY OF MARGINAL IN BORDER RIVER. 2013. 123 f. Tese (Doutorado em Recursos Florestais e Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2013.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/3760
dc.description.abstractWater is one of the major focuses of global debate on environmental sustainability, if not the foremost. The influence of water on natural systems and human life in general, and the continuity of its uses are increasingly conditioned, by the qualifications in management and the effectiveness of the measures that guarantee quality and quantity for the use of current and future generations. Among the concerns of any person or individual that plays a role in water resources management, the integrity of natural conditions is always desired. Maintaining the integrity of the natural conditions is a very complex process that takes into consideration geomorphological, climatic, biological and human aspects. Currently, there is no methodology available that allows one to determine with sufficient accuracy, from the analysis of multiple factors, the potential occurrence of falling marginal slopes in any stretch of the Jacuí River. The entire section of work on the Jacuí River is located in the Jacuí River basin, between kilometers 168 and 241, a total of 74 km. The objective of this study was to determine criteria for an integrated assessment of the marginal slope stability of the Jacuí River channel, stretching between the mouth of the Irapuá Creek and the Don Marco Dam, in the municipalities of Cachoeira do Sul and Rio Pardo, RS. The specific objectives were: identify and georeference the falling points of the marginal slopes of the studied section of the Jacuí River; identify criteria associated with the marginal slope instability; determine the integrity of variables that have a direct effect on the instability of slopes; identify critical locations of the falling sections of the marginal slopes in the studied stretch. Thus, knowing the specifics of the river requires understanding the processes in which one can determine the instability of the marginal slopes. The methodology consists of three phases: 1) a theoretical analysis of the possible factors that influence slope stability, 2) the preparation of the instrument used to capture survey data information, in the field and the existing base, to determine the marginal slope instability, and 3) search for interrelationship of the variables in the field, with the base map and the study of the association of these variables with the process of slope instability. Margins were classified according to a classification of falls (total amount of falls and their full length), of the bend of the river (Arrow), type of margin (constructive or destructive), and type of soil (Clay soil and Plan soil). The work concludes that it is possible to determine variables that explain the occurrence of falls, however there is no lone variable that explains the event. The declines stem from integrated processes that differ when it comes to falling sections and units. It was not possible to determine a standardized probability of falling, depending on the variability of interactions and the differentiation between the types of falls.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectRio Jacuípor
dc.subjectQuedas de taludespor
dc.subjectGestão de recursos hídricospor
dc.subjectEstabilidade de margenspor
dc.subjectJacuí Rivereng
dc.subjectSlope Fallseng
dc.subjectWater Resources Managementeng
dc.subjectMarginal Stabilityeng
dc.titleDeterminação de parâmetros para avaliação da estabilidade de taludes marginais em beira de riopor
dc.title.alternativeDetermination of parameters for evaluation of slope stability of marginal in border rivereng
dc.typeTesepor
dc.description.resumoA água constitui-se num dos grandes focos do debate mundial sobre a sustentabilidade ambiental, senão o principal. É notória a influência da água sobre os sistemas naturais e antrópicos, e a continuidade de seu uso condiciona-se, cada vez mais, pela qualificação na gestão e na efetividade das medidas que lhe garantam qualidade e quantidade para uso atual e das futuras gerações. Dentro das preocupações de qualquer pessoa ou entidade que desempenha papel na gestão de recursos hídricos, certamente a integridade das condições naturais do mesmo é sempre desejada. A manutenção da integridade das condições naturais é um processo muito complexo que leva em consideração aspectos geomorfológicos, climáticos, biológicos e antrópicos. Atualmente, não existe uma metodologia disponível que permita determinar, com suficiente precisão, a partir da análise de múltiplos fatores, a potencialidade da ocorrência de queda de taludes marginais em qualquer trecho do rio Jacuí. O trecho do Rio Jacuí, abrangido pelo trabalho está integralmente localizado na Bacia Hidrográfica do Baixo Jacuí, entre os Pontos Quilométricos (PKs) 168 e 241, totalizando 74 km. Assim, o objetivo geral deste estudo foi o de determinar parâmetros integrados para avaliação da estabilidade de taludes marginais da calha do Rio Jacuí, no trecho entre a foz do Arroio Irapuá e a Barragem de Dom Marco, nos municípios de Cachoeira do Sul e Rio Pardo, RS. Os objetivos específicos consistiram em: - Identificar e georreferenciar os pontos de queda de taludes marginais no Rio Jacuí, no trecho estudado. - Identificar parâmetros associados com a instabilidade de taludes marginais. - Determinar a integração de variáveis que possuem ação direta sobre a instabilidade dos taludes. - Identificar os locais críticos para queda de taludes, no trecho estudado. Assim, conhecer o rio em suas especificidades passa, necessariamente, pela compreensão dos processos, que determinam a instabilidade de seus taludes marginais. A metodologia utilizada constitui-se, em três fases: 1) A análise teórica dos possíveis fatores que tem influência sobre a estabilidade de taludes. 2) A elaboração do instrumento de captura de informações e o levantamento de dados, a campo e na base existente, para a determinação dos processos de instabilidade de taludes marginais. 3) Busca de inter-relação das variáveis levantadas a campo, com o mapa base e o estudo da associação destas variáveis com o processo de instabilidade dos taludes. As margens foram enquadradas segundo uma classificação de queda (quantidade de quedas e comprimento total das mesmas), de curvatura do rio (flecha), tipo de margem (construtiva ou destrutiva) e tipo de solo (Argissolo e Planossolo). O trabalho conclui que é possível determinar variáveis que esclareçam a ocorrência de quedas, mas nenhuma delas explica isoladamente o evento. As quedas decorrem de processos integrados que diferem quando se refere a quedas de trechos e de unidades. Não foi possível determinar uma probabilidade de queda, padronizada, para o trecho, em função da variabilidade de interações e pela diferenciação entre os tipos de queda.por
dc.contributor.advisor1Longhi, Solon Jonas
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4787435E5por
dc.contributor.referee1Pereira, Rudiney Soares
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4783643H0por
dc.contributor.referee2Gracioli, Cibele Rosa
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4734975J5por
dc.contributor.referee3Durlo, Miguel Antão
dc.contributor.referee3Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4787793E5por
dc.contributor.referee4Panzenhagen, Nestor Valtir
dc.contributor.referee4Latteshttp://lattes.cnpq.br/5867196507826907por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/4139258082219691por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentRecursos Florestais e Engenharia Florestalpor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Florestalpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTALpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.