Show simple item record

dc.creatorSantos, Elaine dos
dc.date.accessioned2013-10-01
dc.date.available2013-10-01
dc.date.issued2013-03-04
dc.identifier.citationSANTOS, Elaine dos. ENTRE LÁGRIMAS E RISOS: OS SERELEPES E A MEMÓRIA DO TEATRO ITINERANTE. 2013. 252 f. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2013.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/3984
dc.description.abstractThis paper presents a study about the traveling theater, doing it on the bias of melodramatic texts represented during the years 1940 to 1980 and that, in actuality, fell in disuse as a result of competition, especially from soap operas. In general, there was a concern to demonstrate that, although the melodrama is considered to be a minor genre, without literary valuation, it follows the Aristotelian precepts that validate it as an aesthetic representation and, therefore, compared it with other artistic -literary manifestations that outlined the so called cultural universe throughout the centuries. More closely, the focus is on melodrama, its origin, critical appreciation, the success of public specially in the years subsequent to its appearance, after the French Revolution and the morality school - opposing good and evil that this genre has always cultivated. Later, the study turned to the Theatre Serelepe, its history, the plays performed, presenting a summary of them to facilitate the analytical approach of this corpus, contextualizing it in the world of literature as a whole (structure, theme, among other aspects). The methodology used was of descriptive and bibliographical nature, relying on scholars that address the dominant themes and description of the plays and activities of the traveling theater. Finally, collaborations and limitations that the traveling theater gave rise to over the years were pointed out, particularly during the period in which the melodramas were the main attraction of their shows, dominated today by farces, comedies, comedy sketches.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectTeatro itinerantepor
dc.subjectMelodramapor
dc.subjectCulturapor
dc.subjectItinerant theatreeng
dc.subjectMelodramaeng
dc.subjectCultureeng
dc.titleEntre lágrimas e risos: os serelepes e a memória do teatro itinerantepor
dc.typeTesepor
dc.description.resumoEste trabalho apresenta um estudo a respeito do teatro itinerante, fazendo-o sobre o viés dos textos melodramáticos representados durante os anos de 1940 a 1980 e que, na atualidade, caíram em desuso, como resultado da concorrência, especialmente das telenovelas. De um modo geral, houve a preocupação em demonstrar que, embora o melodrama seja dado como um gênero menor, sem valoração literária, ele segue preceitos aristotélicos que o validam como uma representação estética e, para isso, fez o cotejamento com outras manifestações artístico-literárias que margearam o universo dito culto ao longo dos séculos. Enfocou-se, mais detidamente, o melodrama, a sua origem, a apreciação crítica, o sucesso de público, sobremodo, nos anos subsequentes ao seu aparecimento, após a Revolução Francesa e a escola de moralidade opondo o bem e o mal que o referido gênero sempre cultivou. Na sequência, o estudo voltou-se para o Teatro Serelepe, a sua história, as peças encenadas, apresentando-se um resumo delas para facilitar a abordagem analítica deste corpus, contextualizando-o no universo da literatura como um todo (estrutura, temática, entre outros aspectos). A metodologia empregada foi de cunho bibliográfico e descritivo, baseando-se em estudiosos que abordam os temas dominantes e a descrição das peças e das atividades do teatro itinerante. Por fim, apontou-se as colaborações e as limitações que o teatro itinerante ensejou ao longo dos anos, principalmente, no período em que os melodramas foram a atração principal de seus espetáculos, hoje, dominados por farsas, comédias, esquetes cômicos.por
dc.contributor.advisor1Santos, Pedro Brum
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4728603A6por
dc.contributor.referee1Souza Junior, Jose Luiz Foureaux de
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4780462D1por
dc.contributor.referee2Braga, Claudia Mariza
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/3324069492175304por
dc.contributor.referee3Montemezzo, Luciana Ferrari
dc.contributor.referee3Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4127964D7por
dc.contributor.referee4Rossini, Elcio Gimenez
dc.contributor.referee4Latteshttp://lattes.cnpq.br/9647159356381511por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/9417981169683930por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentLetraspor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Letraspor
dc.subject.cnpqCNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRASpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.