Show simple item record

dc.creatorSantos, Gabriela Trevisan dos
dc.date.accessioned2015-10-26
dc.date.available2015-10-26
dc.date.issued2013-10-21
dc.identifier.citationSANTOS, Gabriela Trevisan dos. Participation of TRPA1 receptor in acute gout attack models in rodents. 2013. 135 f. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2013.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/4484
dc.description.abstractGout is a prevalent form of inflammatory arthritis, which leads to patients poor quality of life. Acute gout attacks produce severe joint pain and inflammation associated with oxidative stress induction. This pathology is provoked by the accumulation of monosodium urate (MSU) crystals, but the underlying pain mechanisms in acute gout attacks are still poorly understood. The transient potential receptor ankyrin 1 (TRPA1) is a sensor for endogenous oxidant compounds, such as hydrogen peroxide (H2O2), found in peptidergic sensory fibers associated to inflammatory pain. The goal of this study was to explore the TRPA1 role in two models of monosodium urate (MSU) crystals-induced inflammation and nociception in rats and mice. We found that TRPA1 antagonism (HC-030031 or camphor), TRPA1 gene deletion or defunctionalization by capsaicin pretreatment of peptidergic TRPexpressing primary sensory neurons markedly decreased MSU-induced nociception and edema after intraplantar (i.pl.) or intra-articular (i.a.) injection. In addition to these neurogenic effects, MSU increased H2O2 levels in the injected tissue, an effect that was abolished by the H2O2-detoxifing, catalase enzyme. TRPA1 immunoreactivity in sciatic nerve and the levels of calcitonin gene related peptide (CGRP) in the synovial tissue were also increased by MSU. H2O2 i.pl. or i.a. injection mimicked MSU, causing nociception and edema prevented by TRPA1 antagonism. Moreover, TRPA1 blockage abrogated the increase in neutrophil infiltration and interleukin-1β elicited by MSU. Our results suggest that MSU-injection increases tissue H2O2 thereby stimulating TRPA1 on sensory nerve endings to produce inflammation and nociception. Thus, TRPA1 may be explored as a valuable target in acute gout management.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectGotapor
dc.subjectDorpor
dc.subjectTRPA1por
dc.subjectPeróxido de hidrogêniopor
dc.subjectIL-1βpor
dc.subjectCGRPpor
dc.subjectGouteng
dc.subjectPaineng
dc.subjectTRPA1eng
dc.subjectHydrogen peroxideeng
dc.subjectIL-1βeng
dc.subjectCGRPeng
dc.titlePARTICIPAÇÃO DO RECEPTOR TRPA1 EM MODELOS DE ATAQUE AGUDO DE GOTA EM ROEDORESpor
dc.title.alternativeParticipation of TRPA1 receptor in acute gout attack models in rodentseng
dc.typeTesepor
dc.description.resumoA gota é uma forma prevalente de artrite inflamatória que reduz a qualidade de vida dos pacientes. Os ataques agudos de gota produzem dor articular grave e inflamação que são associadas à produção de estresse oxidativo. Esta patologia é provocada pela deposição de cristais de urato monossódico (MSU), mas os mecanismos relacionados à dor observada nos ataques agudos de gota ainda são pouco esclarecidos. O receptor de potencial transitório anquirina 1 (TRPA1) é um sensor para compostos oxidantes, como o peróxido de hidrogênio (H2O2), encontrado em fibras sensoriais peptidérgicas e este está relacionado ao desenvolvimento de dor inflamatória. O objetivo deste estudo foi avaliar o papel do receptor TRPA1 em dois modelos de inflamação e nocicepção induzidos pela administração de cristais de MSU em ratos e camundongos. Observamos que o antagonismo do receptor TRPA1 (HC-030031 ou cânfora), a deleção genética deste canal, ou ainda a indução de dessensibilização dos neurônios sensoriais que expressam os receptores TRP pelo tratamento com capsaicina reduziram marcantemente a nocicepção e edema induzido pela administração intraplantar (i.pl.) ou intra-articular (i.a.) dos cristais de MSU. Além destes efeitos neurogênicos a administração de MSU aumentou o conteúdo de H2O2 nos tecidos injetados, um efeito que foi bloqueado pela enzima catalase, e também aumentou a imunoreatividade para o receptor TRPA1 no nervo ciático e no tecido sinovial, e também os níveis do peptídeo relacionado ao gene da calcitonina (CGRP) no tecido sinovial. A administração de H2O2 por via i.pl. ou i.a. induziu efeitos semelhantes àqueles induzidos pela administração de MSU, e estes foram reduzidos pela administração de antagonistas TRPA1. Ainda, o bloqueio do receptor TRPA1 reduziu a infiltração de neutrófilos e a produção de interleucina 1β induzidas pela administração de cristais de MSU. Em conclusão, os nossos resultados sugerem que a administração dos cristais de MSU é capaz de aumentar a produção de H2O2 que então poderia estimular o receptor TRPA1 expresso em neurônios sensoriais causando nocicepção e inflamação dos tecidos. Dessa maneira, o canal TRPA1 poderia ser explorado como um alvo em potencial para o tratamento dos ataques agudos de gota.por
dc.contributor.advisor1Ferreira, Juliano
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4768702Y6por
dc.contributor.referee1Santos, Adair Roberto Soares dos
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4728656E2por
dc.contributor.referee2André, Eunice
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/8906770743620827por
dc.contributor.referee3Rubin, Maribel Antonello
dc.contributor.referee3Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4794806H7por
dc.contributor.referee4Fachinetto, Roselei
dc.contributor.referee4Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4755373E2por
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4282226D5por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentBioquímicapor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências Biológicas: Bioquímica Toxicológicapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOQUIMICApor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.