Show simple item record

dc.contributor.advisorBeck, Sandra Trevisan
dc.creatorSantos, Gilvane Souza dos
dc.date.accessioned2015-03-11T13:53:01Z
dc.date.available2015-03-11T13:53:01Z
dc.date.issued2014-03-19
dc.date.submitted2014
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/714
dc.descriptionArtigo (especialização) - Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências da Saúde, Curso de Especialização em Residência Multiprofissional Integrada em Gestão e Atenção Hospitalar no Sistema Público de Saúde, RS, 2014.por
dc.description.abstractThe integrality of care and assistance to persons living with HIV/AIDS responds to the current Public Policy Health System to improve the quality of life and adherence to antiretroviral therapy (ART). In this context, the insertion of multiprofessional teams with interdisciplinary approach, promoting the autonomy of the individual, relationship and co-responsibility, resulting in cultural changes in the care to users, has strengthened the actions to promote ART adherence. This study aimed to determine the degree of adherence to antiretroviral therapy, identifying interfering factors in this process and, among individuals with poor adherence, the nutritional associated risk. The individuals had care of a multidisciplinary team consisting of a nurse, pharmacist and nutritionist, who were interviewed and assessed using instruments validated in order to measure the degree of adherence (CEAT-HIV) and nutritional risk (MUST). The mean age of the interviewees was 42.78 ± 8.4 years old and the most of them had not completed elementary school. All had low or insufficient adherence to ART; most had prescription of ARV regimen with two drugs and reports of collateral effects, mainly involving the gastrointestinal tract. Despite most of the patients having presented to be eutrophic or overweight during nutritional evaluation, it was found relevant percentage of weight loss and nutritional risk associated. The interventions made have led the users back to the clinical and/or HAART monitoring, with improvement of the response of virologic and immunologic indicators in most of the cases.eng
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectAtenção à saúdepor
dc.subjectComunicação interdisciplinarpor
dc.subjectAIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida)por
dc.subjectNutrição de grupos de riscopor
dc.titleA busca da integralidade do cuidado por meio de consulta multiprofissional com pacientes HIV/AIDSpor
dc.title.alternativeSearch for the Entirety of Care through Multiprofessional query with Users Living with HIV/AIDSeng
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso de Especializaçãopor
dc.degree.localSanta Maria, RS, Brasil.por
dc.degree.specializationResidência Multiprofissional Integrada em Gestão e Atenção Hospitalar no Sistema Público de Saúdepor
dc.description.resumoA integralidade do cuidado e da assistência em pessoas vivendo com HIV/AIDS vem ao encontro das atuais Políticas Públicas do Sistema Único de Saúde para melhoria da qualidade de vida e da adesão ao tratamento antirretroviral (TARV). Nesse contexto, a inserção de equipes multiprofissionais, com atuação interdisciplinar, promovendo a autonomia do sujeito, vínculo e corresponsabilização, implicando em mudanças na cultura de atenção aos usuários, vem fortalecer as ações de promoção à adesão ao TARV. Este estudo teve como objetivo verificar o grau de adesão ao TARV, identificando fatores interferentes nesse processo e, entre os indivíduos com má adesão, o risco nutricional associado. Os indivíduos tiveram atendimento de equipe multiprofissional, composta por enfermeira, farmacêutica e nutricionista, os quais foram entrevistados e avaliados através de instrumentos validados para medir o grau de adesão (CEAT-VIH) e risco nutricional (MUST). A média de idade dos entrevistados foi de 42,78±8,4 anos e a maioria possuía ensino fundamental incompleto. Apresentavam baixa ou insuficiente adesão ao TARV, conforme o CEAT-VIH; a maioria tinha prescrição de esquema do TARV com dois fármacos e com relatos de efeitos colaterais, principalmente relacionados ao trato gastrointestinal. Apesar de grande parte dos pacientes avaliados estarem eutróficos ou em sobrepeso durante a avaliação nutricional, constatou-se porcentagem de perda de peso relevante e risco nutricional associado. As intervenções realizadas levaram ao retorno dos usuários ao acompanhamento clínico e/ou ao TARV, com melhora da resposta dos indicadores virológicos e imunológicos, na maioria dos casos.por
dc.publisher.unidadeCentro de Ciências da Saúdepor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.