Show simple item record

dc.creatorAbaide, Ederson Rossi
dc.date.accessioned2016-07-04
dc.date.available2016-07-04
dc.date.issued2016-02-15
dc.identifier.citationABAIDE, Ederson Rossi. EXTRACTION OF AVOCADO PULP OIL USING PRESSURIZED LIQUEFIED PETROLEUM GAS AND SUPERCRITICAL CARBON DIOXIDE AS SOLVENTS. 2016. 62 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2016.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/8804
dc.description.abstractIn this work two differents solvents were used for extraction, carbon dioxide (CO2) in the supercritical state and pressurized liquefied petroleum gas (LPG). The purpose was to extract the oil from the dried avocado pulp comparing these two solvents regarding yield, the time at which the process occurs, adequacy of adjustment of the proposed model to plotted kinetic and the quality of the product obtained by the analysis of their antioxidant activity and gas chromatography analysis coupled with mass spectrometry. Two experimental designs were used, one for each solvent, having as variables the pressure and the temperature with two levels (-1 and +1), and triplicate of the central point (2² + 3 central point), with response the extraction yield of oil. The construction of the kinetic extraction profiles based on the pressure and temperature conditions of experimental design. For the extraction with supercritical CO2 pressure varied in the range of 15 to 25MPa and the temperature ranged from 313 to 353 K, while for extraction with pressurized LPG, pressure and temperature ranged from 0.5 to 2.5 MPa and 293 and 313 K, respectively. It was possible to observe a significant reduction in extraction time using LPG as a solvent, when compared with CO2, and even better extraction yield (57.95%) for LPG and (39.76%) for CO2 in their best extraction conditions experienced. With regard to modeling, it can be seen the appropriateness of the model Sovová the kinetic extraction profiles by means of the adjustment and the kinetic parameters obtained.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectÓleo da polpa de abacatepor
dc.subjectExtraçãopor
dc.subjectDióxido de carbonopor
dc.subjectGás liquefeito de petróleopor
dc.subjectAvocado pulp oileng
dc.subjectExtractioneng
dc.subjectCarbon dioxideeng
dc.subjectLiquefied petroleum gaseng
dc.titleEXTRAÇÃO DE ÓLEO DA POLPA DE ABACATE UTILIZANDO GÁS LIQUEFEITO DE PETRÓLEO PRESSURIZADO E DIÓXIDO DE CARBONO SUPERCRÍTICO COMO SOLVENTESpor
dc.title.alternativeEXTRACTION OF AVOCADO PULP OIL USING PRESSURIZED LIQUEFIED PETROLEUM GAS AND SUPERCRITICAL CARBON DIOXIDE AS SOLVENTSeng
dc.typeDissertaçãopor
dc.description.resumoNeste trabalho, dois diferentes solventes foram utilizados para a extração, dióxido de carbono (CO2) no estado supercrítico e gás liquefeito de petróleo (GLP) pressurizado. A finalidade do trabalho foi extrair o óleo da polpa de abacate seca, comparando esses dois solventes com relação ao rendimento da extração, o tempo no qual o processo ocorre, a adequação do ajuste do modelo proposto às cinéticas plotadas e à qualidade do óleo obtido, sendo o último avaliado por meio da análise da atividade antioxidante e da análise em cromatografia gasosa acoplada ao espectrômetro de massas. Foram utilizados dois planejamentos experimentais, um para cada solvente, tendo como variáveis a pressão e a temperatura, com dois níveis (-1 e +1) e triplicata do ponto central (2²+3 ponto central), tendo como resposta o rendimento na extração de óleo. A construção dos perfis cinéticos de extração também foi nas condições de pressão e temperatura estabelecidas no planejamento, sendo que para a extração com CO2 supercrítico a pressão variou na faixa de 15 a 25 MPa e a temperatura variou entre 313 a 353 K. Já para a extração com GLP pressurizado, a pressão e temperatura variaram na faixa de 0,5 a 2,5 MPa e 293 e 313 K, respectivamente. Foi possível observar redução significativa no tempo de extração utilizando GLP como solvente quando comparado com CO2, e ainda um melhor rendimento na extração (57,95%) para o GLP e (39,76%) para o CO2 em suas melhores condições de extração testadas. Com relação à modelagem, pode-se observar a adequação do modelo de Sovová aos perfis cinéticos de extração, por meio do ajuste e dos parâmetros cinéticos obtidos.por
dc.contributor.advisor1Mazutti, Marcio Antonio
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4770663T7por
dc.contributor.advisor-co1Silva, Juliana Rosemara Felisberto da
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4930278030284534por
dc.contributor.referee1Zabot, Giovani Leone
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6573885187331634por
dc.contributor.referee2Priamo, Wagner Luiz
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/6848454527085622por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/5024171488104537por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentEngenharia Químicapor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Químicapor
dc.subject.cnpqCNPQ::ENGENHARIASpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.