Show simple item record

dc.creatorVogt, Silmara Patricia Cassol
dc.date.accessioned2010-02-03
dc.date.available2010-02-03
dc.date.issued2009-08-31
dc.identifier.citationVOGT, Silmara Patricia Cassol. THE SOCIAL CONSTRUCTION OF INSTITUTIONAL FOOD MARKET: Case Study of the Program of Food Acquisition of Celeiro Region - RS.. 2009. 170 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2009.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/8845
dc.description.abstractThe institutional food markets have become a new alternative for family farmers to access markets of food. This paper aims to analyze how the inclusion of family farmers in the institutional market of foods happens as well as to understand the contribution of the public politics of food acquisition for the strengthening of the family farming. With this in mind, this research was conducted in 2008 in the towns of Crissiumal and Tenente Portela, located in the Celeiro Region of RS, these municipalities were chosen as they are placed in an area where there is a family farm which promotes the marketing and industrialization of their products by Cooperatives of small farmers. Semi-structured interviews were carried out with twenty-five farmers benefited by the Program of Food Acquisition- PAA (Programa de Aquisição de Alimentos) in the surveyed towns, and another interview with thirteen local actors. We analyzed the social construction of the institutional food market by including the PAA, based on the actors, technicians, farmers, Cooperatives and towns that participated of the study. The field research has shown that this market is a result of social construction and it is made from a set of social relations triggered by different agents, according to the agreement proposed by the New Economic Sociology (NES). Through the analysis of the PAA in the Celeiro Region we can say that the Program works as a tool for increasing the local economy, with impact on the town revenues and the construction and implementation of public politics. The experience of marketing through the PAA strengthened the local and regional circuits of production, distribution and consumption, providing an opportunity for discussion of actions that generate potential claims, such as: creation of agro-industries, implementation of solidarity networks, discussion of building a permanent market for the family agriculture, organization of production, gaining new markets, the revival of socio-cultural knowledge, development of rural tourism, and promotion of autonomy / empowerment of the farmers by organizing them. These created spaces are not limited only to the marketing of the family farming, but they include the construction of a new relationship with consumers, based on the diversity and the strengthening of ties with the territory and the human and social relations. It is clear that the Cooperatives Cooperfamiliar and Cooper Fonte Nova succeeded mainly because of the PAA, and consolidated as referential social organizations in the commercialization of the family farm products, and social organization.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectPolíticas públicaspor
dc.subjectMercado institucional de alimentospor
dc.subjectPrograma de aquisição de alimentospor
dc.subjectConstrução social dos mercadospor
dc.subjectPublic politicseng
dc.subjectInstitutional food marketeng
dc.subjectProgram of food acquisitioneng
dc.subjectSocial construction of marketseng
dc.titleA CONSTRUÇÃO SOCIAL DO MERCADO INSTITUCIONAL DE ALIMENTOS: Estudo de caso do Programa de Aquisição de Alimentos na Região Celeiro RS.por
dc.title.alternativeTHE SOCIAL CONSTRUCTION OF INSTITUTIONAL FOOD MARKET: Case Study of the Program of Food Acquisition of Celeiro Region - RS.eng
dc.typeDissertaçãopor
dc.description.resumoOs mercados institucionais de alimentos passaram a constituir uma nova alternativa para os agricultores familiares acessarem os mercados de alimentos. O presente trabalho tem por objetivo analisar como se dá a inserção dos agricultores familiares no mercado institucional de alimentos, bem como compreender qual a contribuição das políticas públicas de aquisição de alimentos para o fortalecimento da agricultura familiar. Para tanto, esta pesquisa foi realizados em 2008, nos municípios de Crissiumal e Tenente Portela, situados na Região Celeiro do RS, esses municípios mostraram-se oportunos por constituir-se em um espaço onde predomina uma agricultura familiar que desenvolve a comercialização de seus produtos e a agroindustrialização através de Cooperativas de agricultores familiares. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com vinte e cinco agricultores familiares beneficiários do Programa de Aquisição de Alimentos-PAA dos municípios pesquisados, e mais oito entrevistas com atores locais. Analisamos a construção social do mercado institucional de alimentos, através da inserção no PAA, com base no estudo dos atores que dela participam, técnicos, Cooperativas e agricultores familiares dos municípios. A pesquisa de campo mostrou que esse mercado é fruto de uma construção social e é constituído a partir de um conjunto de relações sociais desencadeadas por diferentes agentes, segundo o entendimento proposto pela Nova Sociologia Econômica (NSE). Pela análise do PAA na Região Celeiro constata-se que o Programa funciona como um instrumento de dinamização da economia local, com impactos na arrecadação dos municípios e na construção e implantação de políticas públicas integradas. A experiência de comercialização através do PAA fortaleceu os circuitos locais e regionais de produção, distribuição e consumo, oportunizou a discussão de ações que geram demandas potenciais, como: estruturação de agroindústrias, implementação de redes solidárias, discussão da construção de um mercado permanente da agricultura familiar, organização da produção, conquistas de novos mercados, resgate de saberes socioculturais, desenvolvimento do turismo rural, além da promoção da autonomia/empoderamento dos agricultores, através da organização dos mesmos. Estes espaços criados não se restringem somente à comercialização dos produtos da agricultura familiar, mas incluem a construção de uma nova relação com os consumidores, pautada pela valorização da diversidade e pelo fortalecimento dos vínculos com o território e das relações humanas e sociais. Constata-se que as Cooperativas Cooperfamiliar e Cooper Fonte Nova conseguiram, em grande parte por causa do PAA, consolidarem-se como organizações sociais referências em comercialização de produtos da agricultura familiar e organização social.por
dc.contributor.advisor1Souza, Renato Santos de
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4797085Z8por
dc.contributor.referee1Hillig, Clayton
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4260796E7por
dc.contributor.referee2Costabeber, José Antônio
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4785779T1por
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4262041J6por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentAgronomiapor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Extensão Ruralpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::CIENCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOSpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.