Show simple item record

dc.creatorGhellere, Reginaldo
dc.date.accessioned2015-03-31
dc.date.available2015-03-31
dc.date.issued2014-08-26
dc.identifier.citationGHELLERE, Reginaldo. FAMILY FARMERS COOPERATION NETWORKS IN SOUTHERN SANTA CATARINA. 2014. 116 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2014.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/8908
dc.description.abstractThis research discusses the role of family agriculture cooperative networks in country life social and economic aspects in southern Santa Catarina. Since colonization period, mainly Italian and German, the region has a history of several agricultural cooperatives formed by agricultural product, some of which having already more than 45 years of operation. From the year 2004, seeking to meet the needs of marketing, appear new agricultural cooperatives in the decentralized model. Thus, the study aims to analyze the importance of agricultural cooperatives by product and decentralized to the social reproduction of family farmers associated with them. To meet this purpose was done a research with twenty associated from four agricultural cooperatives, two by product and two decentralized. The study shows how these cooperatives contribute positively with associated families by creating favorable marketing conditions to local farmers and also providing technical improvement. However, even with the recognition of the benefits of the cooperative, it was found that some associated have not sold their entire production through its cooperative thereby resulting in economic and social losses for the entire system.eng
dc.description.sponsorshipEmpresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectCooperativismopor
dc.subjectAgricultura Familiarpor
dc.subjectCooperativas descentralizadaspor
dc.subjectCooperativeeng
dc.subjectFamily Farmingeng
dc.subjectDecentralized cooperativeseng
dc.titleREDES DE COOPERAÇÃO DA AGRICULTURA FAMILIAR DO SUL DE SANTA CATARINApor
dc.title.alternativeFAMILY FARMERS COOPERATION NETWORKS IN SOUTHERN SANTA CATARINAeng
dc.typeDissertaçãopor
dc.description.resumoEsta investigação versa sobre o papel das redes de cooperação da agricultura familiar na reprodução social das famílias de agricultores familiares. As redes de cooperação estudadas são delimitadas por cooperativas agropecuárias por produto e descentralizadas, localizadas no Sul de Santa Catarina. Desde sua colonização, principalmente italiana e alemã, a região possui um histórico de diversas cooperativas agropecuárias constituídas por produto agrícola, sendo que algumas delas possuem mais de 45 anos de funcionamento. A partir do ano de 2004, procurando atender as necessidades de comercialização de produtos processados pelos próprios agricultores, nos mercados local e institucional, são constituídas novas cooperativas agropecuárias no formato descentralizadas. Assim, o estudo teve como objetivo principal, analisar a importância das cooperativas agropecuárias por produto e descentralizadas para a reprodução social dos agricultores familiares associados às mesmas. Para tanto, foi feita uma pesquisa com vinte associados de quatro cooperativas agropecuárias, sendo duas por produto e duas descentralizadas. O estudo demonstrou que as cooperativas contribuem positivamente com as famílias associadas. Enquanto as cooperativas por produto conseguem ditar condições favoráveis de comercialização do mercado local aos agricultores sócios e também a não-sócios, bem como prestar apoio técnico e oferta de insumos, as cooperativas descentralizadas, por sua vez, viabilizam o acesso a diversos canais de comercialização aos seus associados a partir da formalização dos empreendimentos dos associados. Porém, mesmo com o reconhecimento dos benefícios da cooperativa, constatou-se que alguns cooperados não tem comercializado a totalidade de sua produção por meio das suas cooperativas. Isto resulta em perdas econômicas e sociais para as cooperativas e, respectivamente, para o conjunto dos associados.por
dc.contributor.advisor1Fialho, Marco Antônio Verardi
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4769329J4por
dc.contributor.referee1Silveira, Vicente Celestino Pires
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4784899Z0por
dc.contributor.referee2Estevam, Dimas de Oliveira
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/7770920268998844por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3214158596381026por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentAgronomiapor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Extensão Ruralpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::EXTENSAO RURALpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.