Show simple item record

dc.contributor.advisorCordenonsi, Andre Zanki
dc.creatorOliveira, Mariana Xavier de
dc.date.accessioned2017-09-27T15:29:59Z
dc.date.available2017-09-27T15:29:59Z
dc.date.issued2014-12-19
dc.date.submitted2014
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/11768
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Tecnologia, Curso de Especialização em Mídias na Educação, EaD, RS, 2014.por
dc.description.abstractThis research aims to compare the speech and the presentation of content from physical geography of geography textbooks used in public schools in Brazil during the military period with current, based on the calendar year 2014 specifically aims to: analyze the distribution contents and chapters on physical geography present in textbooks; and compare how was the writing and the latter from the language used content is performed. To develop the research, a qualitative methodology was adopted from the descriptive analysis of textbooks and content analysis of these periods, leading in this way to understand the proposed theme. The textbooks chosen for analysis form: Azevedo, Aroldo of. Terra brasileira. 42 ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1968. and MARTINS, Dada; BIGOTTO, Francisco; VITIELLO, Márcio. Geografia: Sociedade e cotidiano. 4 Ed São Paulo: Educational Scale, 2012 Thus, one can conclude that one can realize that there are differences and similarities between the books worked. That despite clear differences in speech, every two fulfill their role as provider and knowledge resource to aid the teacher in the classroom. So not noticed any conceptual error in any of the works, thus suggesting that both are set to fulfill its role. Thus, we note that various aspects influence the discourse presented in textbooks: as expected the political issue is explicit in the textbook of the military that the current period, since the issues facing the preservation of the environment more evident in the current books that in the year 1968 So, regardless of the historical period and disclose that at this time, develop and preserve the criticality of learners through inquiry of what is broadcast in any media, is one of the many intrinsic functions the teaching profession.eng
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/*
dc.subjectLivro didáticopor
dc.subjectGeografia físicapor
dc.subjectPeríodo militarpor
dc.subjectAtualidadepor
dc.subjectTextbookeng
dc.subjectPhysical Geographyeng
dc.subjectMilitary periodeng
dc.subjectCurrenteng
dc.titleO discurso dos livros didáticos de geografia: as diferenças entre o período militar e a primeira quinzena do século XXIpor
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso de Especializaçãopor
dc.degree.localPolo de Faxinal do Soturno, RS, Brasilpor
dc.degree.specializationMídias na Educação, EaDpor
dc.description.resumoA presente pesquisa objetiva comparar o discurso e a apresentação dos conteúdos de geografia física dos livros didáticos de geografia utilizados nas escolas públicas do Brasil no período militar com os atuais, tomando como base o ano calendário de 2014. Especificamente objetiva-se: analisar a distribuição dos conteúdos e capítulos referentes à geografia física presentes nos livros didáticos; e comparar como era e é realizada a redação destes conteúdos frente à linguagem utilizada. Para desenvolver a pesquisa, foi adotada uma metodologia qualitativa, a partir da análise descritiva de livros didáticos e do conteúdo analisado dos referidos períodos, levando, desta maneira, à compreensão do tema proposto. Os livros didáticos escolhidos para a análise formam: AZEVEDO, Aroldo de. Terra brasileira. 42. ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1968. e MARTINS, Dadá; BIGOTTO, Francisco; VITIELLO, Márcio. Geografia: Sociedade e cotidiano. 4. Ed. São Paulo: Escala Educacional, 2012. Desta forma, conclui-se que: percebe-se que há diferenças e semelhanças entre os livros trabalhados. Apesar de claras diferenças de discurso, os dois cumprem seu papel como fornecedor de conhecimento e recurso de auxílio ao professor em sala de aula. Sendo assim, não se notou nenhum erro conceitual em nenhuma das obras, sugerindo assim, que ambas são indicadas para cumprir sua função. Desta forma, nota-se que diversos aspectos influenciam no discurso apresentado nos livros didáticos: como se esperava, a questão política está mais explícita no livro didático do período militar que o do atual, já as questões voltadas à preservação do meio ambiente são mais evidentes no livro atual que no do ano 1968. Portanto, independente do período histórico e do que se divulga neste tempo, desenvolver e preservar o criticidade dos educandos através da indagação do que se divulga em qualquer mídia, é uma das inúmeras funções intrínseca a profissão de professor.por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAOpor
dc.publisher.unidadeCentro de Tecnologiapor


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Acesso Aberto
Except where otherwise noted, this item's license is described as Acesso Aberto

O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.