Show simple item record

dc.contributor.advisorSawitzki, Rosalvo Luis
dc.creatorCorrêa, Shaiane Limberger
dc.date.accessioned2019-02-19T11:43:23Z
dc.date.available2019-02-19T11:43:23Z
dc.date.issued2015-12-17
dc.date.submitted2015
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/15676
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Educação Física e Desportos, Curso de Especialização em Educação Física Escolar, RS, 2015.por
dc.descriptionTítulo alterado para: Qualidade do ambiente escolar na promoção da prática de atividade física em escolas municipais de educação infantil de Santa Maria - RSpor
dc.description.abstractGiven the changes in socio-cultural reality, there is a high incidence of overweight and obesity in schools, which has a key role in preventing these aspects by encouraging healthy habits, such as providing opportunities of physical activities for students. Therefore, the aim of this study is to analyze the quality of both environments and opportunities for physical activity in early-childhood institutions in Santa Maria-RS. To analyze the aspects involved in the study, we use the EPAO framework. It is based on a survey and it consists in registering information during a day of observation at school. It comprises six subscales related to physical activity: active opportunity, sedentary behavior and sedentary environment, portable and fixed equipment for games, staff behavior in relation to physical activity, training of staff in physical activity and education, and physical activity policy. It has been observed that there are environments in school suitable for the practice of physical activities with qualified teachers working during classes. However, in most of schools, the practice of physical activity takes place during leisure time, when students are free of guidance and do not take part in an activity structured by the professional staff. Furthermore, many schools do not have time for physical activity in their teaching plans. Thus, we conclude that schools have both environments and equipment suitable for the practice of physical activities, however, teachers neither use them for planning and implementing activities nor for stimulating and promoting physical activities.eng
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/*
dc.subjectCrechespor
dc.subjectAmbientepor
dc.subjectAtividade físicapor
dc.subjectChild day care centerseng
dc.subjectEnvironmenteng
dc.subjectMotor activityeng
dc.titleAmbiente escolar na promoção da prática de atividade física em escolas municipais de educação infantilpor
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso de Especializaçãopor
dc.degree.localSanta Maria, RS, Brasilpor
dc.degree.specializationEducação Física Escolarpor
dc.description.resumoDiante das transformações da realidade sociocultural, há uma grande incidência de crianças com sobrepeso e obesidade no ambiente escolar. Este, que possui entre tantas funções, papel fundamental na prevenção desses aspectos, através de hábitos saudáveis, como prática de atividade física. No entanto, nem sempre possui as condições adequadas para cumprir suas funções. Assim, o objetivo do estudo é analisar a qualidade dos ambientes e as oportunidades à prática de atividade física nas instituições de educação infantil da rede municipal de Santa Maria-RS. Para a análise dos aspectos envolvidos no estudo, utilizou-se o instrumento EPAO. Ele é moldado na forma de formulário que consiste no registro das informações durante um dia de observação na escola. Ele engloba seis subescalas relacionadas à prática de atividade física: oportunidade ativa, comportamento e ambiente sedentário, equipamentos portáteis e fixos para jogos, comportamento dos profissionais em relação à atividade física, qualificação dos profissionais em atividade física e educação e política de atividade física. Observou-se que há nas escolas, ambientes adequados à prática de atividade física com professores qualificados atuando na sala de aula. No entanto, na maioria das escolas, a prática de atividade física é direcionada a hora do lazer, onde os alunos permanecem brincando livremente sem uma atividade estruturada por parte da equipe de profissionais. Além disto, muitas escolas não possuem em seus planos de ensino e aula, momentos direcionados à prática de atividade física. Desta forma podemos concluir que, as escolas possuem ambiente e materiais propícios à prática, todavia a equipe profissional não os utiliza para o planejamento e aplicação nas atividades regulares, além de não estimularem e promoverem a prática de atividade física.por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICApor
dc.publisher.unidadeCentro de Educação Física e Desportospor


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Acesso Aberto
Except where otherwise noted, this item's license is described as Acesso Aberto

O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.