Show simple item record

dc.contributor.advisorPozobon, Rejane de Oliveira
dc.creatorAlves, Pedro Paulo Walker
dc.date.accessioned2016-06-27T01:55:51Z
dc.date.available2016-06-27T01:55:51Z
dc.date.issued2015-12-14
dc.date.submitted2015
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/1785
dc.descriptionTrabalho de conclusão de curso (graduação) - Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Sociais e Humanas, Curso de Comunicação Social - Publicidade e Propaganda, RS, 2015.por
dc.description.abstractInternally the the "network society" (Castells, 1999), the "mass self-communication" (Castells, 2010) keep configuring communication flows. These flows are complex and involve both media negotiations of the corporate culture as participatory culture. In the network relationship that these processes are based, the "spreadable media" (Jenkins, 2014) seeks to adapt and survive in an informative and culturally saturated environment. Through practices known as Internet memes, or imemes (Vélez, 2012), social network users seek to inform, opine and have fun with politics through a new media genre. This paper presents notes about the operation of the process by which these messages are formed and points to holistic understanding of the proposed object, such as it ́s understanding of group from the spreadable media content that presents perceptions and collective and independent political constructions.eng
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectPolíticapor
dc.subjectSociedade em redepor
dc.subjectAuto comunicação de massapor
dc.subjectMídia propagávelpor
dc.subjectImemepor
dc.subjectPoliticseng
dc.subjectNetwork societyeng
dc.subjectMass self-communicationeng
dc.subjectSpreadable mediaeng
dc.titleMídia propagável na crise governamental brasileira de 2015: o uso dos imemes na comunicação em redepor
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso de Graduaçãopor
dc.degree.localSanta Maria, RS, Brasilpor
dc.degree.graduationComunicação Social - Publicidade e Propagandapor
dc.description.resumoInternamente à “sociedade em rede” (Castells, 1999), a “auto comunicação de massa” (Castells, 2010) segue configurando os fluxos de comunicação. Esses fluxos são complexos e envolvem tanto relações da cultura empresarial midiática quanto da cultura participativa. Na relação em rede que essas relações baseiam-se, a “mídia propagável” (Jenkins, 2014) busca adaptar-se e sobreviver num ambiente informativo e culturalmente saturado. Através de práticas conhecidas como memes de internet, ou imemes (Vélez, 2012), usuários de redes sociais buscam informar-se, opinar e divertir-se com a política através de um novo gênero midiático. Esse trabalho apresenta apontamentos sobre o funcionamento do processo pelo qual essas mensagens são formadas e aponta para compreensões holísticas do objeto proposto, como a sua compreensão de grupo de conteúdo da mídia propagável que apresentam percepções e construções políticas coletivas e independentes.por
dc.publisher.unidadeCentro de Ciências Sociais e Humanaspor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 6.3 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.