Show simple item record

dc.contributor.advisorOliveira-Cruz, Milena Carvalho Bezerra Freire de
dc.creatorFerrari, Camila Tatsch
dc.date.accessioned2021-06-07T22:42:49Z
dc.date.available2021-06-07T22:42:49Z
dc.date.issued2021-01-12
dc.date.submitted2021
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/21074
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Sociais e Humanas, Curso de Especialização em Estudos de Gênero, RS, 2021.por
dc.description.abstractThis article is the result of research whose core problem is based on the following question: how are the markers of gender, species, race/ethnicity and social class triggered in discussions by Brazilian activists on Instagram? Therefore, the theoretical path goes questions about Nature, women and activism, through Shiva (2014), Federici (2018), Puleo (2019). With the aim of understanding the practice of ecofeminism by activists on Instagram by observing the thematic approach of their agendas, we adopted a methodological combination of netnography (KOZINETS, 2014) with ethnography for the internet (HINE, 2011), for observation and data collection on Instagram. And content analysis (BARDIN, 2011), to consider the themes found. From the systematic observation of four active ecofeminists in the network, it was possible to perceive the ways in which the content of the profiles contributes to the understanding of ecofeminism and social inequalities, generating political awareness about the position of women, Nature and others individuals in society.eng
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/*
dc.subjectEcofeminismopor
dc.subjectAtivismopor
dc.subjectRedes sociais digitaispor
dc.subjectDesigualdades sociaispor
dc.subjectEcofeminismeng
dc.subjectActivismeng
dc.subjectSocial mediaeng
dc.subjectSocial inequalityeng
dc.titleEcofeminismo e ativismo: gênero, espécie, raça/etnia e classe no instagrampor
dc.title.alternativeEcofeminism and activism: gender, species, race/ethnicity and class on instagrameng
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso de Especializaçãopor
dc.degree.localSanta Maria, RS, Brasilpor
dc.degree.specializationEstudos de Gêneropor
dc.description.resumoEste artigo é fruto de pesquisa cujo problema cetral se funda na seguinte questão: como os marcadores de gênero, espécie, raça/etnia e classe social são acionados nas discussões de ativistas brasileiras no Instagram? Para tanto, o percuro teórico percorre questões acerca de Natureza, mulher e ativismo, através de Shiva (2014), Federici (2018), Puleo (2019). Tendo em vista o objetivo de compreender a prática do ecofeminismo por ativistas no Instagram através da observação da abordagem temática de suas pautas, adotamos uma combinação metodológica da netnografia (KOZINETS, 2014) com a etnografia para a internet (HINE, 2011) visando observação e coleta de dados no Instagram, e a análise de conteúdo (BARDIN, 2011), para considerar sobre as temáticas encontradas. A partir da observação sistemática de quatro ecofeministas bem atuantes na rede, foi possível perceber as formas a partir das quais o conteúdo dos perfis contribui para o entendimento do ecofeminismo e das desigualdades sociais, gerando conscientização política sobre a posição da mulher, da Natureza e demais indivíduos na sociedade.por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.subject.cnpqCNPQ::OUTROS::CIENCIAS SOCIAISpor
dc.publisher.unidadeCentro de Ciências Sociais e Humanaspor


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

  • Estudos de Gênero [42]
    Coleção de trabalhos de conclusão do Curso de Especialização em Estudos de Gênero

Show simple item record

Acesso Aberto
Except where otherwise noted, this item's license is described as Acesso Aberto

O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 6.3 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.