Show simple item record

dc.contributor.advisorPetermann, Juliana
dc.creatorSchneider, Mayura Waihrich Leal Giaretton
dc.date.accessioned2021-06-08T11:50:49Z
dc.date.available2021-06-08T11:50:49Z
dc.date.issued2021-02-11
dc.date.submitted2021
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/21079
dc.descriptionArtigo (especialização) - Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Sociais e Humanas, Curso de Especialização em Estudos de Gênero, RS, 2021.por
dc.description.abstractChildren are born immersed in an economic, social and cultural context where there is interaction with a series of media and technological artifacts, including animated cartoons. Cartoons, as media products, can be considered a cultural pedagogy, as they make it possible to educate a child through networks of power, with the transmission of ways of being, thinking and acting. According to Beloni (2009), the child audience starts to build, from these insertions, the understanding of the social role of "boy" or "girl". In this context, the objective of this research is to analyze the Canadian children's drawing series, popular with Brazilian children aged 4 to 6 years, PAW Patrol - in Brazil called Patrulha Canina - and its implications in the composition of children's gender identity. Based on the concept of stereotype proposed by Stuart Hall (1997), at first a general analysis of the design was made, followed by the descriptive evaluation of three episodes of the series. We found that the presence of naturalized stereotypes is still present in children's entertainment, in contrast to an emerging cultural transformation with respect to traditionally rooted concepts.eng
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/*
dc.subjectInfânciapor
dc.subjectGêneropor
dc.subjectDesenho animadopor
dc.subjectEstereótipospor
dc.subjectChildhoodeng
dc.subjectGendereng
dc.subjectCartooneng
dc.subjectStereotypeseng
dc.titleEstereótipos e suas implicações: uma análise do desenho Patrulha Caninapor
dc.title.alternativeStereotypes and their implications: an analysis of paw Patrol Cartooneng
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso de Especializaçãopor
dc.degree.localSanta Maria, RS, Brasilpor
dc.degree.specializationEstudos de Gêneropor
dc.description.resumoAs crianças nascem imersas em um contexto econômico, social e cultural onde existe interação com uma série de artefatos midiáticos e tecnológicos, dentre estes, o desenho animado. Os desenhos animados, enquanto produtos de mídia, podem ser considerados uma pedagogia cultural, pois possibilitam educar uma criança pela representação de redes de poder, com a veiculação de modos de ser, pensar e agir. De acordo com Beloni (2009), o público infantil passa a construir, a partir destas inserções, a compreensão do papel social de “menino” ou de “menina”. Neste contexto, o objetivo desta pesquisa é analisar a série de desenho infantil canadense, popular entre crianças brasileiras de 4 a 6 anos, PAW Patrol - no Brasil chamada de Patrulha Canina. Com base no conceito de estereótipo proposto por Stuart Hall (1997) foi feita uma análise geral do desenho, seguida da avaliação descritiva de três episódios da série. Constatamos que a presença de estereótipos naturalizados ainda estão presentes no entretenimento infantil, em contraponto com uma transformação cultural emergente no que tange a conceitos tradicionalmente enraizados.por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.subject.cnpqCNPQ::OUTROS::CIENCIAS SOCIAISpor
dc.publisher.unidadeCentro de Ciências Sociais e Humanaspor


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

  • Estudos de Gênero [21]
    Coleção de trabalhos de conclusão do Curso de Especialização em Estudos de Gênero

Show simple item record

Acesso Aberto
Except where otherwise noted, this item's license is described as Acesso Aberto

O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.