Show simple item record

dc.creatorOliveira, Sérgio José Ribeiro de
dc.date.accessioned2017-05-16
dc.date.available2017-05-16
dc.date.issued2005-11-11
dc.identifier.citationOLIVEIRA, Sérgio José Ribeiro de. Dependence between the size of basic unit and the estimations of potato experimental plot dimensions. 2005. 70 f. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2005.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/3234
dc.description.abstractA uniformity trail with potato was carried out at potato seed production area of FEPAGRO, Julio de Castilhos city, in 2003 agricultural year. Tuber yield of 3456 hills was evaluated with a set of basic units (BU) compound of 1; 2; 3; 4; 6; 8 and 12 hills per BU, in order to study the effect of size of BU about experimental plot dimensions, with width (W) and length (L) restricted to (W ≤ L). Soil heterogeneity index estimated to each BU and a heterogeneity contour map constructed to six hills per BU in the same row. Relationships between numbers of hills per BU and optimum plot size (X0) and correspondent area (S) were through three algebric methods: Meier & Lessman (1971), MO, and two methods related by Thomas (1974), MV and MC. Correlation analysis and path analysis allowed verify direct and indirect dependence among parameters that compound functions that represent each method analyzed and m2. The results showed that same number of hills per BU, MO demanded more area and presented results coherent with practices applications than MV and MC that presented values of S minor that equivalent to one hill, not feasible to application of treatments. As the magnitude of origin as magnitude of curve were determinative of X0. The area demand occurs more intensely as from four hills per BU. The MC method was least responsive to changes. The soil presented more homogeneity within rows, indication of plot orientation in area such as plot shape, narrow and length in the same row.eng
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo a Pesquisa do Estado da Bahia
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectAgronomiapor
dc.subjectBatatapor
dc.subjectEnsaio de uniformidadepor
dc.subjectTamanho da unidade básicapor
dc.subjectTamanho ótimo de parcelapor
dc.subjectAgronomyeng
dc.subjectPotatoeng
dc.subjectUniformity traileng
dc.subjectBasic unit sizeeng
dc.subjectOptimal plot sizeeng
dc.titleDependência entre o tamanho da unidade básica e as estimativas das dimensões da parcela experimental de batatapor
dc.title.alternativeDependence between the size of basic unit and the estimations of potato experimental plot dimensionseng
dc.typeTesepor
dc.description.resumoFoi instalado um ensaio de uniformidade com batata, na área de produção de tubérculos de batata-semente da FEPAGRO, em Júlio de Castilhos, RS, no ano agrícola de 2003. Foi avaliado o rendimento de tubérculos de batata de 3456 covas, que foram constituídos, inicialmente, de uma unidade básica (UB). Foram planejadas, ainda, parcelas compostas de 2; 3; 4; 6; 8 e 12 covas por UB, com o objetivo de estudar o efeito do tamanho da UB nas dimensões das parcelas experimentais. Aplicou-se uma restrição entre os comprimentos (C) e larguras (L) selecionadas (L ≤ C). Foram estimados índices de heterogeneidade do solo para cada tamanho de UB e representado um mapa de heterogeneidade para UB compostas de seis covas numa mesma fila. Obtiveram-se relações entre tamanho ótimo de parcela (X0), área correspondente (S) e os diversos números de covas por UB, por três métodos algébricos: o método descrito por Meier & Lessman (1971), MO, e dois métodos descritos por Thomas (1974), MV e MC. Além da análise de correlação verificou-se também a ocorrência de dependência direta e indireta entre os parâmetros que compõem as funções que representam cada método estudado e a área correspondente. Os resultados obtidos demonstraram que para um mesmo número de covas por UB, o método MO demandou mais área e apresentou resultados mais coerentes com aplicações práticas que MV e MC, que apresentaram valores de área inferiores a uma cova, incompatível à aplicação de tratamentos. Tanto a magnitude da origem quanto a da curva foram determinantes de X0. A demanda por área ocorreu mais intensamente a partir de quatro covas por UB, sendo o método MC o que menos respondeu às variações. O solo apresentou-se mais homogêneo dentro das filas, o que orientou a direção das parcelas na área, assim como a forma, devendo ter maior comprimento que largura.por
dc.contributor.advisor1Storck, Lindolfo
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4788328Y4por
dc.contributor.referee1Souza, Adriano Mendonça
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4721137Z8por
dc.contributor.referee2Lúcio, Alessandro Dal col
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4799931H1por
dc.contributor.referee3Lopes, Sidinei José
dc.contributor.referee3Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4700757Z3por
dc.contributor.referee4Villela, Francisco Amaral
dc.contributor.referee4Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4796184H8por
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4728299P2por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentAgronomiapor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Agronomiapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIApor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 6.3 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.