Show simple item record

dc.creatorCopetti, Jaqueline
dc.date.accessioned2014-10-09
dc.date.available2014-10-09
dc.date.issued2013-11-13
dc.identifier.citationCOPETTI, Jaqueline. INTERVENTIONS IN HEALTH EDUCATION WITH TEACHERS AND STUDENTS OF ELEMENTARY EDUCATION THROUGH OF PROBLEMATIZATION. 2013. 100 f. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2013.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/3536
dc.description.abstractThe inclusion of topics related to health and non communicable diseases (DANTs) should be prioritized in the school context, as these diseases are the first cause of death in our country. However, so that these issues can be worked in school, it is important that educators are properly trained to take on such a task. Thus, the process of continuous training of teachers to work with an interdisciplinary education and health, and significantly, should be encouraged, and may be based on the use of active methods such as problematization methodology (MP). In this context, the main objective of this thesis was to evaluate the effectiveness of the MP as interdisciplinary teaching tool, and promote the training of teachers and elementary school students about health and risk factors for DANTs. Initially we investigated the knowledge of the students and faculty of Sciences and Physical Education 7th grade of primary education on health and risk factors for DANTs where it was established a good base of knowledge to certain risk factors, such as the sedentary lifestyle and poor diet. But, stands out that further is needed clarification and activities aimed at prevention and health promotion at school, because it is an audience of teenagers in formation of habits and lifestyle. Subsequently, were provided to teachers, training courses on health in the school context, in partnership with those responsible for public schools and state agencies of Alegrete/RS. These courses, in addition to providing updates on issues related to health and DANTs prevention, aimed at the proposal of interdisciplinary work between the areas involved, having the MP with the bow Maguerez as a teaching tool. It found small share of the contingent of teachers from both school systems, but great interest and motivation among participants. Finally, the educational intervention activities were conducted in health with students of the 7th grade of elementary school, based on the problematization methodology. The activities were proposed in an interdisciplinary way, and can be seen that the students considered the proposal of MP attractive, were motivated in performing their steps because the issues addressed have become significant and related to the same reality, as recommended the MP. Still, with respect to the use of the MP, the teachers showed interest and good acceptance for using it as a teaching proposal, as well as availability to start work on education and health in school. Thus, we highlight the urgency of further encouraging continuing education of teachers of basic education, through projects, training courses and workshops, so that they feel prepared to approach the relevant issues, and belonging the everyday student.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectDoenças e agravos não transmissíveispor
dc.subjectEducação e saúdepor
dc.subjectFormação de professorespor
dc.subjectMetodologia da problematizaçãopor
dc.subjectDiseases and non communicable diseaseseng
dc.subjectEducation and healtheng
dc.subjectTeacher trainingeng
dc.subjectProblematization methodologyeng
dc.titleIntervenções educativas em saúde com professores e alunos do ensino fundamental por meio da problematizaçãopor
dc.title.alternativeInterventions in health education with teachers and students of elementary education through of problematizationeng
dc.typeTesepor
dc.description.resumoA inserção de temáticas relacionadas à saúde e aos fatores de risco para doenças e agravos não transmissíveis (DANTs) deve ser priorizada no contexto escolar, uma vez que estas doenças representam a primeira causa de morte em nosso país. No entanto, para que estas temáticas sejam abordadas na escola, é preciso que os educadores estejam devidamente capacitados para assumir tal tarefa. Assim, o processo de formação continuada de professores para o trabalho com educação e saúde de forma interdisciplinar e significativa, deve ser estimulado e, pode ter como base a utilização de metodologias ativas, como a Metodologia da Problematização (MP). Nesse contexto, o objetivo principal desta tese foi avaliar a efetividade da metodologia da problematização como ferramenta de ensino interdisciplinar e, promover a capacitação de professores e alunos do ensino fundamental sobre saúde e fatores de risco para DANTs. Inicialmente investigou-se o conhecimento dos escolares e professores de Ciências e Educação Física da 7ª série do ensino fundamental sobre saúde e fatores de risco para DANTs, onde foi possível constatar uma boa base de conhecimento para determinados fatores de risco, como por exemplo, o sedentarismo e a má alimentação. Mas, vale ressaltar que, por se tratar de um público de adolescentes em período de formação de hábitos e estilo de vida é necessário maior esclarecimento sobre estes temas e atividades que visem o estímulo à prevenção e promoção da saúde na escola. Posteriormente, foram proporcionados, aos professores, cursos de capacitação em saúde no contexto escolar, realizados em parceria com os órgãos públicos responsáveis pelas escolas municipais e estaduais de Alegrete/RS. Estes cursos, além de proporcionarem atualizações sobre temáticas relacionadas à saúde e prevenção de DANTs, visavam à proposta de um trabalho interdisciplinar entre as áreas envolvidas, tendo a MP com o arco de Maguerez como ferramenta de ensino. Constatou-se pequena participação do contingente de professores de ambas as redes de ensino, mas grande interesse e motivação entre os participantes. Por fim, foram realizadas atividades de intervenção educativa em saúde com os alunos da 7ª série do ensino fundamental, tendo como base a metodologia da problematização. As atividades foram propostas de forma interdisciplinar e, pode-se constatar que os alunos consideraram a proposta da MP atraente e, motivaram-se na realização de suas etapas, pois os temas abordados tornaram-se significativos e relacionados à realidade dos mesmos, como preconiza a MP. Ainda, com relação à utilização da MP, os professores demonstraram interesse e boa aceitação para utilização da mesma como proposta de ensino, assim como disponibilidade para iniciar o trabalho com educação e saúde na escola. Logo, salienta-se a premência de um maior incentivo à educação continuada dos professores da Educação Básica, por meio de projetos, cursos e oficinas de capacitação, a fim de que os mesmos se sintam preparados para abordagem de temas relevantes, e que façam parte do cotidiano do aluno.por
dc.contributor.advisor1Folmer, Vanderlei
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/8135232309980269por
dc.contributor.referee1Meller, Cleria Bitencorte
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1470524437224621por
dc.contributor.referee2Santos, Daniela Lopes dos
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/0357112600823721por
dc.contributor.referee3Schetinger, Maria Rosa Chitolina
dc.contributor.referee4Barbosa, Nilda Berenice de Vargas
dc.contributor.referee4Latteshttp://lattes.cnpq.br/5901511067144019por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/1554363972064498por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentCiências Biológicaspor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúdepor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICASpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 6.3 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.