Show simple item record

dc.creatorWinch, Paula Gaida
dc.date.accessioned2010-02-11
dc.date.available2010-02-11
dc.date.issued2009-08-28
dc.identifier.citationWINCH, Paula Gaida. PROFESSIONAL IDENTITY FORMATION OF PRE-SERVICE CURRICULAR TRAINING SUPERVISORS: POSSIBLE COLLECTIVE SIGNS. 2009. 290 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2009.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/6894
dc.description.abstractThis research was carried out between 2007 and 2009, inside the Programa de Pós-Graduação em Educação from UFSM/RS, linked to Research Project Dilemas e Perspectivas para a Inovação Educacional na Educação Básica e na Formação de Professores (DIPIED) and to the Studies, Researches and Interventions Group Inovação Educacional, Práticas Educativas e Formação de Professores (INOVAEDUC) . The main purpose was to characterize the professional identity construction process of Pre-service Curricular Training (PCT) teachers at Teacher Education Courses (TEC), in order to contribute to a better understanding of these function development particularities and the formative and professional activities that can help in this function development. For that, we proposed the following research problem: In which proportion the PCT teachers professional identity formation conditioning factors interfere in the professional identity formation of a professional group that develops this function? To carry out this research, we used a qualitative approach, through we did 45 structured individuals interviews with PCT teachers. In the total, considering that some people were interviewed in two different steps of the work, we involved 31 PCT supervising teachers in 15 of the 19 TEC from UFSM. To analyse the interviews, we applied some principles from the called Análise do Conteúdo. We pointed out some factors that conditioning the PCT teachers professional identity formation process investigated and we present them in an non-growing order of importance in this process: (1) initial identification process with PCT supervision function, in special, the activities mentioned as basis to this process; (2) the essential characteristics and set of knowledge to develop this function, considering their responsibility for pre-service students professional as well personal formation; (3) the formative teachers individuals conceptions related to PCT supervision function, which, several of them are very similar to a certain pedagogical ideals or to a consolidated pedagogical common sense; (4) the constant confrontation between relational and biographic components from the identity formation, being that the first seems weakened , due to the absence or reduced interactive forms among the formative teachers within the collective of PCT supervisors investigated; (5) the local professional culture of PCT supervisors collective , which interferes in the identity formation in less proportion, as consequence of the few interaction established among the formative teachers. Considering such factors and the relative importance of each one of them, we can affirm that the PCT teachers, from UFSM TEC, professional identity formation process is characterized by the individualism and it has as a basis the discovery of how developing this function from the own practice or from the moment in which the supervisors actions are disarticulated from models and practices that they lived in the students position, mainly, during their owns pre-service trainings. Besides, it is a gradual and unfinished process due to the how developing this function learning is strongly related to: (1) the changes that occur in the schools spaces; (2) the different troubles lived by the pre-service teachers during their practice development; (3) the institutional alterations, that occurs in the preservice schools or in the formative institution, or still the normative ones, originated from teaching system management official authorities, referent to the PCT organization and the development in TEC.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectIdentidade profissional docentepor
dc.subjectSocialização profissionalpor
dc.subjectEstágio curricular préprofissionalpor
dc.subjectOrientação de estágiospor
dc.subjectCursos de licenciaturapor
dc.subjectFormação de professorespor
dc.subjectTeacher professional identityeng
dc.subjectProfessional socializationeng
dc.subjectPre-service curricular trainingeng
dc.subjectTraining supervisioneng
dc.subjectTeacher education courseseng
dc.subjectTeacher educationeng
dc.titleFORMAÇÃO DA IDENTIDADE PROFISSIONAL DE ORIENTADORES DE ESTÁGIO CURRICULAR PRÉ-PROFISSIONAL: MARCAS DE UM POSSÍVEL COLETIVOpor
dc.title.alternativePROFESSIONAL IDENTITY FORMATION OF PRE-SERVICE CURRICULAR TRAINING SUPERVISORS: POSSIBLE COLLECTIVE SIGNSeng
dc.typeDissertaçãopor
dc.description.resumoEsta pesquisa foi desenvolvida entre 2007 e 2009, no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFSM/RS, vinculada ao Projeto de Pesquisa Dilemas e Perspectivas para a Inovação Educacional na Educação Básica e na Formação de Professores (DIPIED) e ao Grupo de Estudos, Pesquisas e Intervenções Inovação Educacional, Práticas Educativas e Formação de Professores (INOVAEDUC) . O objetivo principal foi caracterizar o processo de construção da identidade profissional de professores orientadores de Estágio Curricular Pré-Profissional (ECPP) em Cursos de Licenciatura (CL), de modo a contribuir para uma melhor compreensão das especificidades inerentes ao desempenho dessa função e das atividades formativas e profissionais, possíveis de auxiliar no desempenho dessa função. Para isso, nos propusemos o seguinte problema de pesquisa: Em que medida os fatores condicionantes da formação da identidade profissional de professores orientadores de ECPP interferem na formação da identidade profissional de um grupo de profissionais que desempenham essa função? Para o desenvolvimento do trabalho, utilizamo-nos de uma abordagem qualitativa, mediante a qual realizamos 45 entrevistas individuais estruturadas com professores orientadores de ECPP. No total, considerando-se que alguns sujeitos foram entrevistados em duas etapas distintas do trabalho, envolvemos 31 professores que orientam ECPP em 15 dos 19 CL da UFSM. Para análise dessas entrevistas, empregamos alguns princípios da chamada Análise de Conteúdo. Evidenciamos alguns fatores que condicionam o processo de formação das identidades profissionais dos orientadores de ECPP investigados e os apresentamos em ordem decrescente de importância nesse processo: (1) o processo de identificação inicial com a função de orientação de ECPP, em especial, as atividades mencionadas como base para esse processo; (2) as características e os saberes essenciais para desempenho dessa função, considerando sua responsabilidade pela formação profissional, bem como pessoal, do aluno estagiário; (3) as concepções individuais dos formadores, relativas à função de orientação de ECPP, as quais, em boa parte, assemelham-se a um certo ideário pedagógico ou a um senso comum pedagógico consolidado; (4) o constante confronto entre o componente relacional e o componente biográfico da formação identitária, sendo que o primeiro se mostra enfraquecido , devido à ausência ou às reduzidas formas de interação entre os formadores dentro do coletivo de orientadores de ECPP investigado; (5) a cultura profissional local do coletivo de orientadores de ECPP, a qual condiciona a formação identitária em menor proporção, por conseqüência da pouca interação estabelecida entre os próprios formadores. Considerando tais fatores e a importância relativa de cada um deles, podemos afirmar que o processo de formação da identidade profissional de orientadores de ECPP, atuantes em CL da UFSM, caracteriza-se pelo individualismo e tem por base a descoberta de como desempenhar essa função, a partir da própria atuação ou a partir do momento em que as ações dos orientadores se desvinculam de modelos e de práticas que vivenciaram na condição de alunos, em especial, durante os seus próprios ECPP. Além disso, esse é um processo gradual e inacabado devido à aprendizagem de como desempenhar essa função estar fortemente relacionada com: (1) as mudanças que ocorrem no funcionamento dos espaços escolares; (2) os diferentes problemas vivenciados pelos alunos estagiários no desenvolvimento de suas práticas; (3) as alterações de caráter institucional, sejam elas efetivadas nas escolas campo de estágio ou efetivadas na agência formadora, ou ainda as de caráter normativo, emanadas das instâncias oficiais de administração dos sistemas de ensino, referentes à organização e ao desenvolvimento dos ECPP em CL.por
dc.contributor.advisor1Terrazzan, Eduardo Adolfo
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4780851J2por
dc.contributor.referee1Placco, Vera Maria Nigro de Souza
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4792893A5por
dc.contributor.referee2Garcia, Maria Manuela Alves
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4794170Z8por
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4127634D1por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentEducaçãopor
dc.publisher.initialsUFSMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Educaçãopor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAOpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.